Crentemon GO

Por ELIÉZER SEJAČ RODRIGUES 
No início de agosto de 2016, foi lançado no Brasil o aplicativo Pokémon GO e rapidamente se tornou febre entre milhares de pessoas. 

Não quero entrar no mérito da demonização que o sistema religioso tenta creditar ao jogo, citando informações falsas, mentirosas e infundadas.
Quanta ironia! Usam de MENTIRAS para manter seus fiéis longe do jogo.

Minha posição quanto ao jogo é: Seja moderado! Caso opte por jogar, observe alguns certos cuidados quanto a sua segurança e não permita que o jogo te tire o tempo que deves dedicar à Deus.

Quero aqui tão somente traçar um paralelo entre algumas coisas do jogo e a vida de algumas pessoas que dizem ser cristãs, mas que fogem daquilo que Cristo nos ensinou.
Isso nos mostra que a igreja no Brasil já tem jogado isso há muito tempo, mas ainda não se deu conta disso (ou ainda não quis perceber).


  • Em Pokémon GO o jogador captura pokémons e os manipula em batalhas, fazendo-os crescer.


"Os mestres da lei e os fariseus se assentam na cadeira de Moisés. Obedeçam-lhes e façam tudo o que eles lhes dizem. Mas não façam o que eles fazem, pois não praticam o que pregam. Eles atam fardos pesados e os colocam sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos não estão dispostos a levantar um só dedo para movê-los." - Mateus 23.2-4 

Temos visto isso em muitos lugares. As pessoas tem sido manipuladas por falsos líderes religiosos. Aproveitam-se de uma possível fragilidade que a pessoa se encontra e a manipulam, extorquindo-a ou mantendo-a sob um jugo mais pesado que eles podem carregar.
O resultado disso é que temos pessoas decepcionadas, infelizes, presas... totalmente diferente daquilo que o Evangelho faz.


  • Em Pokémon GO, os pokémons batalham entre si.


"Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?" - I Coríntios 3.3

Não preciso falar muito sobre isso. Mas é o que temos visto dentro de muitos templos: batalhas.
E não digo da batalha contra potestades e principados; digo de batalhas contra carne e sangue mesmo. Digo de batalhas pra ver quem canta melhor; digo de batalhas pra ver quem faz o melhor congresso. Digo de batalhas por posições eclesiásticas; digo de batalhas pra não perder a boquinha e a mordomia que a instituição religiosa proporciona aos seus líderes maiorais.
  • Em Pokémon GO, para que o pokémon evolua, ele precisa se alimentar daquilo que o mestre lhe dá.


"Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo;" - I Pedro 2.2

Que bom seria se o alimento de todo crente fosse a genuína Palavra de Deus. Mas muitos "mestres" não querem que seus membros realmente cresçam e, para isso, adulteram o alimento que seus ouvintes receberão. Fala-se muito de prosperidade financeira e pouco da iminente volta de Jesus. Foca-se muito na vida livre de problemas e pouquíssimo da vida eterna que Cristo conquistou por nós.
Com isso, os membros 'crescem' dentro da própria instituição, mas na verdade não evoluem.


  • Em determinado momento do jogo, o treinador deve escolher entre uma das três equipes disponíveis: Mystic, Instinct e Valor.


"Pois quando alguém diz: "Eu sou de Paulo", e outro: "Eu sou de Apolo", não estão sendo mundanos?" - I Coríntios 3.4 

Outra coisa que temos presenciado são grupinhos formados dentro da igreja. Seja por poder aquisitivo, por pensamentos teológicos, por departamentos, por diversas outras afinidades. Isso torna-se muito nocivo quando esse grupo se fecha, transforma-se em uma "panelinha" e ninguém mais entra. O grande e único grupo, a Igreja de Cristo, muitas vezes tem sido dividido pela formação de diversos clãs, que mais separam do que unem os cristãos.


  • Em Pokémon GO, o jogador pode enviar seus pokémons repetidos para o professor, em troca de um candy para outro pokemón.


"E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum." - Atos 2.44

Essa é uma triste realidade de muitos lugares: você é bajulado, aplaudido, amparado, elogiado enquanto precisam de você. Quando aparece uma pessoa que faz as mesmas coisas que você e talvez um pouco melhor, você é descartado, deixado de lado, substituído... e tudo isso, muitas vezes, em troca de uma candy, um dízimo maior.

Que Deus tenha misericórdia de nossas vidas e que sejamos realmente cristãos genuínos; que não se vende, que não se permite ser massa de manobra, que luta contra essas coisas que estão desviando a igreja daquilo para o qual foi chamada.
E, parafraseando a música de abertura do desenho animado Pokémon, tenhamos sempre em mente que nosso principal objetivo aqui é: "Temos que pregar. Temos que pregar!"

Que Deus, em Cristo, abençoe sua vida.
Dele vem a graça; à Ele seja a glória!

0 Comentários em "Crentemon GO"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10