Arrependei-vos

Por VINÍCIUS AGUIAR

"Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte. Porque, quanto cuidado não produziu isto mesmo em vós que, segundo Deus, fostes contristados! que apologia, que indignação, que temor, que saudades, que zelo, que vingança! Em tudo mostrastes estar puros neste negócio." - II Corintios 7:10-11

Paz meus manos e minhas manas!
Quando temos um encontro real com Deus, passamos por essa experiência maravilhosa chamada arrependimento. Não existe conversão real sem arrependimento, não existe evangelho sem arrependimento, não existe “servir a Deus” sem arrependimento. Arrependimento é uma postura, um estilo de vida, não algo pra se ter ou sentir vez ou outra em nossas vidas.
A palavra de Deus diz que pelos frutos são conhecidas as árvores, de fato, são pelos frutos que uma pessoa é conhecida, que um cristão é conhecido. João Batista já falava muito sobre esse tema, e dizia ele: "Apresentem frutos dignos de arrependimento."
 E já que tocamos no assunto de frutos, vamos a eles.
O verso 10 de IICO 7 diz que a tristeza segundo Deus é boa, boa porque gera arrependimento genuíno (não vamos confundir arrependimento com remorso, que nada mais é do que um sentimento leve, uma tristeza segundo o mundo, não segundo Deus, que não nos proporciona mudança, como o arrependimento genuíno nos trás) e quando nos arrependemos de verdade passamos a manifestar esses frutos, (sete frutos) segundo Paulo em sua carta. 

CUIDADO: Nós entendemos os prejuízos do pecado, principalmente quem esteve envolvido com drogas, bebidas, sexo, mentiras, sabemos o que passamos por causa disso e aprendemos a ter cuidado pra não praticarmos novamente tais coisas. A Bíblia não nos manda enfrentar o pecado mas FUGIR DELE. Isso implica em construir “muros de proteção” ao nosso redor que nos mantenham afastados do pecado, que por sua vez nos afasta de Deus. Precisamos estar cercadas de boas amizades, que edificam, vigiar quanto ao que vemos e ouvimos, o que assimilamos como verdade. O arrependimento verdadeiro nos leva a ficar o mais longe possível do pecado ou do que nos leva a pecar. Se algo já nos fez mal um dia por que ficar novamente perto disso? Por que andar no limite? Por que se arriscar? Davi devia estar na guerra mas estava passeando pelo palácio quando pecou. Pedro quando negou Jesus estava sentado junto a roda de escarnecedores. Cuidado com os limites.  

APOLOGIA:  Apologia é, em poucas palavras, defesa da nossa fé. Não basta não fazer algo, precisamos entender por que não o fazer e mostrar a verdade, pregar a verdade. A Igreja é chamada de COLUNA E BALUARTE da verdade nesse mundo, mundo esse que ensina mentira, que inverte os valores tais quais conhecemos como cristãos. O arrependimento nos leva a, alem de não cometer os mesmos erros, pregar a verdade do por que não fazemos mais, por que nascemos de novo, nos leva a assumir e difundir a nossa fé.

INDIGNAÇÃO: Talvez reproduzir outro versículo bíblico já explicaria isso muito bem: NÃO VOS CONFORMEIS COM ESSE MUNDO. Quanto mais perto estamos de Deus mais nos sentimos indignados com esse mundo. Não podemos nos acostumar e achar tudo normal, novelas mostrando traição como algo normal, homossexualismo como algo bonito, ideologias que ensinam valores contrários às Escrituras e etc. Se vendo tudo isso não estamos nos indignando, manos e manas, estamos andando errado, estamos nos conformando com o errado, e isso é grave.

TEMOR: A palavra “temor” ao “pé da letra” no grego significa FOBUS e FOBUS é raiz da palavra FOBIA, que quer dizer medo. É, simples assim, medo de pecar. É, nós precisamos ter medo de pecar, o pecado nos afasta de Deus, sem santidade ninguém pode ver o Pai, e nós, como filhos, temos que ter isso como nosso maior medo, estar longe do nosso Pai. O arrependimento verdadeiro nos faz ter medo de pecar, medo de ficar longe de Deus. Ele é um Deus de amor, mas justo, e SANTISSIMO, que jamais vai fazer “vista grossa” pro pecado. 

SAUDADE: O arrependimento de verdade nos faz ter saudade de Deus, saudade da comunhão perdida com o Pai, e sabemos, isso é primordial em nossa vida, é disso que mais precisamos pra viver bem.  

ZELO: O zelo, por vezes confundido com cuidado não é bem a mesma coisa. Zelo é a responsabilidade com o que é sagrado nesse contexto. Quando nos arrependemos das nossas velhas obras, desenvolvemos zelo pelo reino de Deus. Jesus mesmo ficou indignado e ate “violento” quando flagrou os religiosos da época fazendo comercio no templo, isso é zelo pela casa do Pai, pelo ensino da verdade em nome de Deus. O arrependimento nos faz ter zelo por tudo que é de Deus, por tudo que Deus ama, isso inclui nosso corpo, e principalmente, as vidas das pessoas.

VINGANÇA: Por ultimo e não menos importante, Paulo cita VINGANÇA. Quando Deus nos muda nós “damos o troco”. O pecado não deve mais reinar em nós, Jesus Cristo é nosso Senhor agora, e nós, nos vingamos do pecado e do diabo vivendo uma vida certa, como Deus nos ensina. Deus é tão incrível que vai usar quem foi vitima de drogas pra ajudar os drogados. Vai usar casais vitimas de traição pra ajudar a reconstruir casamentos abalados por exemplo. Nisso manifestamos o poder de Deus em nós, e o poder que o arrependimento tem de nos mudar.
Manos e manas, não basta falar que somos crentes, e ir num templo de Domingo não salva ninguém nem muito menos nos faz ser luz nesse mundo, mas arrependimento, ah isso sim nos leva ao cristianismo verdadeiro, nos leva a ser padrão pros fieis e testemunhos da verdade em meio a um mundo tão carente de bons referenciais.
Que nós possamos apresentar frutos de arrependimento, e se estamos em falta com algum desses frutos que Paulo cita em sua carta a Igreja em Corintos, que possamos olhar pra dentro de nós, pedir direção ao Espírito Santo de Deus e nos arrepender, de verdade, não da boca pra fora, mas de forma genuína. Lembrem –se: Arrependimento é um estilo de vida, é constante, é sempre, e não um fato isolado na vida da gente só quando cometemos algo aparentemente “mais grave”. Precisamos olhar pra dentro de nós mesmos sempre, e caso estejamos perdendo essa “noção” do perigo que é o pecado e deixando de nos arrepender, que voltemos a Palavra de Deus e aos braços do nosso Pai, e deixemos pra trás todo embaraço, iniquidades e tudo mais que nos afasta Dele. 

"Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério, da presença do Senhor" – Atos 3:19

Vinicius Aguiar



0 Comentários em "Arrependei-vos"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS