Sofrer e aprender


Por MIRIAN FERNANDES
"Sofrimento, no dicionário, significa o ato ou ação de sofrer, ou dor causada por ferimento ou doença, padecimento."

Gostaria que você guardasse essa palavra em sua mente e seu significado no decorrer de nossa reflexão de hoje, e junto a ela, quero que agrupe duas palavras: crescimento e conhecimento. Se você reparar a sua volta, a sua vida e a vida dos que te cercam, verá que o sofrimento é uma realidade palpável e que alcança todos. Por muitas vezes pode ser adiado, mas no fim nunca pode ser extinto para sempre. Ninguém que viva nesse mundo caído, experimenta uma vida sem nenhum sofrimento; todos, do mais novo ao mais velho, experimentou ou experimentará algum tipo de sofrimento em suas histórias. Tendo em vista esse assunto e como ele está presente em nossas vidas, gostaria que pensássemos e meditássemos juntos naquilo que a Escritura diz sobre o sofrimento.

Na reflexão de hoje veremos a fala de um salmista sobre o sofrimento, e em que resultou esse sofrimento na vida dele. "Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos." Salmos 119.71 
É bem interessante o que o salmista fala nesse verso, e antes mesmo de entramos no verso, vejamos o que ele diz nos versos anteriores, levando em conta que esse Salmo faz uma exaltação a Lei do Senhor. Nos versos anteriores o salmista afirma que o Senhor tem feito bem ao seu servo (ele é o servo) segundo a Palavra dEle; pede bom juízo e conhecimento, e a partir do verso 67 ele fala um pouco da aflição e o reflexo da mesma em sua vida, e ainda cita sobre os soberbos. Agora, nossa atenção volta-se mais uma vez para o verso 71, para refletirmos nas palavras do escritor: "Foi-me bom eu ter passado pela aflição"
Lemos direito? O salmista disse que foi bom ele ter passado pela aflição, pelo sofrimento e dor? Não... "Esse cara não deve estar bem das ideias! Esse aí não deve ser crente de verdade! Crente que sofre e ainda diz que é bom? Isso está errado, crente de verdade não aceita sofrimento, aflição! Crente determina vitória e clama sabendo que Deus o fará vencer!"

São as essas as ideias que podem ecoar na mente da maioria das pessoas crentes dos dias de hoje, já que vivemos um cenário cristão inflamado pela Teologia do determinismo (o famoso eu não aceito, eu decreto) e do triunfalismo (você vai vencer, é só vitória). Isso é triste e danoso e por isso precisamos aprender o que o salmista está nos dizendo aqui.
Nesse momento quero que você se lembre das palavras que pedi que você guardasse em sua mente no começo do texto, espero que elas estejam frescas aí. Agora pense: o escritor disse que existe uma virtude e algo bom no fato dele ter sofrido, da aflição ter alcançado sua vida. Loucura? Não, pois sua afirmação faz todo sentido com a parte b do verso: "... Para que aprendesse os teus decretos." 
Ele mostra que o sofrimento em sua vida serviu para que ele aprendesse a Lei do Senhor, para que ele conhecesse mais sobre a verdade de Deus, sobre o próprio Deus! Por isso ele chega a essa dedução, e, compreendendo isso, ele pode então afirmar com propriedade o que diz no verso 72: "Para mim vale mais a lei que procede da tua boca do que milhares de ouro ou prata." 
Podemos notar nas frases do salmista aquelas duas palavrinhas que vimos no começo do texto: crescimento e conhecimento! O sofrimento o fez crescer no conhecimento da lei e no aprendizado da mesma! Que afirmação fantástica e até mesmo contraditória para nós!

Isso muito se encaixa em nossas vidas, por mais que não paramos para pensar, mas se encaixa. Somos sempre levados a pensar muito em nossas aflições, a sofrer, chorar e questionar o Criador, mas poucas são as vezes que notamos o sofrimento como algo que deve trazer para nossas vidas reflexos positivos. Esquecemos que o sofrimento glorifica a Deus e muitas vezes, somos levados a não crer na boa mão do Mesmo em meio nossas dores. O sofrimento é algo usado pelo Altíssimo para sermos forjados segundo a imagem de seu Filho Jesus Cristo.

Foi assim com todos os homens e mulheres de fé, pela causa de Cristo, do Evangelho, suas vidas não foram poupadas dos sofrimentos. A diferença em tudo isso é o que aprendemos como passamos e o que fazemos com as dores que nos alcançam em meio a caminhada.

Que possamos aprender com o salmista, que compreendeu a utilidade do sofrimento em sua vida, e pode crescer no conhecimento da Lei do Senhor. Que nossas dores nos aproximem do Pai, não apenas para que sejam aliviadas, mas para que clamemos desesperados a Ele: "Forja em mim, Senhor, a imagem de Teu filho, e glorifica através de minha vida o Seu nome, seja em alegria ou em dor, o que importa Senhor é que sejas exaltado!"

Amém! Que Cristo em tudo nos ajude!

1 Response to "Sofrer e aprender"

  1. Rogério R Caetano25 de julho de 2016 13:13

    Muito boa esta mensagem Deus abenćoe sua e continue a te inspirar na palavra dele .

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS