Fazendo sempre o melhor


Por VINICIUS AGUIAR
E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, conscientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que estais servindo! – Colossenses 3.23-24

A paz, meus manos e minhas manas! Ótimo dia pra gente e vamos para mais uma boa conversa! ;-)

Amo o livro de Colossenses, peguei para escrever esse texto e quase mudei para outros umas duas ou três vezes. É um livro bem prático, direto sobre o que devemos fazer, como devemos agir, bem simples entendimento, só não entende quem realmente não quer.

Nos versos que acabei por escolher lemos, como disse, algo prático, tudo que fizermos (e a Bíblia não faz distinção se na igreja ou no “secular”, como convencionamos chamar o que não fazemos dentro dos templos) devemos fazer bem feito, devemos fazer com nosso melhor!

Ah, como isso é difícil. As vezes num emprego, na faculdade, até mesmo em casa ou no trânsito, muitas vezes por preguiça ou mesmo falta de interesse, pensamos ser melhor fazermos o suficiente e nada mais que isso. Infelizmente até mesmo dentro da igreja, muitas vezes, agimos dessa forma. De fato não é o que a Palavra nos ensina.

Somos observados a todo tempo, a gente sabe disso, não se importam com quem não se declara cristão, mas basta se dizer um e pronto, todos os olhos estão voltados a nós. “Ahh fulano ficou nervoso olha, e é crente hein”. “Ahh fulano falou um palavrão olha, e diz que é crente...”. É incrível como todo mundo pode errar, ficar nervoso, se exaltar numa discussão, mas o cristão não, o cristão tem a “obrigação” de ser perfeito o tempo inteiro. Claro, sabemos que não somos, sabemos que erramos, porém, os “de fora” não veem dessa forma.

Como fazer então? Não podemos dizer simplesmente que somos imperfeitos e usarmos isso de pretexto para errar ou fazer algo de qualquer jeito já que “todo mundo faz”. Ao mesmo tempo em que devemos nos aproximar dos demais ensinando sempre que somos imperfeitos como eles, mas, perdoados e alcançados pela graça buscamos sempre o melhor, devemos, de fato, alinharmos a realidade ao nosso discurso e dar o melhor de nós seja onde quer que estejamos, fazendo o que quer que seja.

Desde a mãe que faz a comida, o pai lavando o carro, a gente estudando, trabalhando, dirigindo, ajudando os pais nas tarefas de casa, enfim, em tudo, em 100% do tempo precisamos nos dedicar, para que guardemos sempre o bom testemunho diante das pessoas e, com a consciência no eterno, em que, tenhamos a certeza de que seremos recompensados por tudo pelo Senhor, talvez não aqui, talvez não pelos que nos observam, nos lideram, mas pelo nosso Senhor que é fiel e justo e assim nos prometeu.

Como digo sempre, vamos passar por muitas situações complicadas aqui, mas nosso foco estando na eternidade, no “lado de lá” vai nos fazer sempre pensar no verdadeiro porquê de agir da maneira correta, agradar ao Senhor, o nosso Deus, e não a homens, e, assim, recebermos Dele a recompensa, porque aqui, seja dinheiro, ouro, prata, reconhecimento, vai ter fim, e, nós, como cidadãos da eternidade, não devemos nos preocupar.
“Tudo que não é eterno, é eternamente dispensável.” – C.S.Lewis.

O nosso melhor, é Dele, por Ele, e para Ele. Façamos então o que Ele merece, e nada menos que isso.

1 Response to "Fazendo sempre o melhor"

  1. Muito bom! Ótima leitura para começar o dia, muito edificante! Que Deus abençoe a todos!

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10