O crente bipolar


Por KARLA VALÉRIA
“Eu te entregareeeei tudo tudo tudo tudo, eu te entregareeei tudo tudo tudo. Não há nada que eu queira mais pra mim, tudo é Teeeeeu...”

“Reeeeestitui, eu quero de volta o que é meu, saaara-me e põe Teu azeite em minha dor, restitui...”

Olá, galerinha linda e abençoada. Tudo certinho com vocês? Espero que sim!
Hoje iniciei com música de crente hein?! (risos)
Mas vamos para mais uma reflexão e hoje iremos falar sobre o crente bipolar.


“Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome.” – João 15.16



 
De acordo com a CID-10 (Classificação Internacional de Doenças), o Transtorno Afetivo Bipolar (TAB) “é caracterizado por episódios repetidos (isto é, pelo menos dois) nos quais o humor e os níveis de atividade do paciente estão significativamente perturbados; esta alteração consiste em algumas ocasiões de uma elevação do humor e aumento de energia e atividade (mania ou hipomania) e em outras de um rebaixamento do humor e diminuição de energia e atividade (depressão).”

Traduzindo, o transtorno bipolar é um transtorno do humor em que a pessoa oscila entre ideias grandiosas e extrema autoconfiança (mania) e a depressão.

Nós, cristãos, muitas vezes somos assim. Uma hora a gente quer fazer de tudo, vai pra todos os cultos, faz campanhas de doação de alimentos e agasalhos, visita hospital, faz campanha de oração, jejum de Daniel, a fé está lá nas alturas, quase um Abraão do século XXI... Já em outros momentos  nós perdemos a fé, não queremos fazer nada, sequer oramos e quando oramos é aquela oração da fome... quando alguém pisa no nosso calo, vixe meu Deus do céu, só falta matar...

Mas não deveria ser assim, pois em João, Jesus fala que precisamos dar frutos e que estes PERMANEÇAM! 

Mas que frutos são esses? 

São os frutos do Espírito Santo que é falado lá em Gálatas 5.22-23:

“Amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.”


Todos estes frutos precisam permanecer em nossas vidas, não podemos ficar oscilando o tempo inteiro. Claro que vão ter sempre aqueles dias que não são muito legais, vamos ficar tristes e as vezes até com raiva. Mas que os frutos do Espírito Santo estejam sempre conosco, porque é muito fácil ter todos eles quando está tudo bem. Porém eles precisam estar nos momentos ruins também.

Eu iniciei o post com duas músicas bem opostas e mais uma vez foi proposital. Esses dois trechos dessas canções retratam muito bem o que nós fazemos em nossa vida espiritual. Em alguns momentos dizemos que entregamos TUDO a Deus, que TUDO é dEle; contudo, em outros, pedimos pra restituir o que é nosso. Você precisa decidir, ou tudo é dEle ou seu!

Por fim, deixo para vocês João 15.5:

“Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.”

Por hoje é isso lindezas da minha vida,
Que Deus abençoe cada um de vocês e até a próxima!

Beijos da Kah :*




0 Comentários em "O crente bipolar"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS