E NA TEMPESTADE, QUEM VOCÊ É?


Por ELIÉZER SEJAČ RODRIGUES
"Contudo, Deus fez soprar um vento sobre o mar, e caiu uma tempestade tão devastadora que o barco ameaçava arrebentar-se." (Jonas 1.4)

"Todavia, pouco tempo depois, desencadeou-se contra a ilha uma espécie de furacão conhecido como vento Nordeste." (Atos 27.14)

Não é de hoje que o mundo é alvo de grandes tempestades.
Segundo a Wikipédia, uma tempestade (do latim tempestate, "tormenta, agitação") é um fenômeno atmosférico marcado por ventos fortes, trovoadas, relâmpagos, raios e chuva, usualmente com duração de dezenas de minutos. As tempestades tiveram grande influência na cultura de muitos povos da antiguidade. Os romanos achavam que tempestades eram batalhas dos deuses contra os titãs. Em tempos mais recentes, as tempestades tornaram-se alvo da curiosidade dos céticos. Toda primavera, caçadores de tempestades vão às grandes planícies do interior da América Central para explorar os aspectos visuais e artísticos de tempestades e tornados.

A Bíblia nos relata, pelo menos, três grandes tempestades e diferentes modos em que os protagonistas agiram durante a tormenta. E, analisando os dois textos citados acima, percebemos um enorme contraste entre duas delas, entre o profeta Jonas e o apóstolo Paulo; e é justamente esse contraste que veremos nesse texto:


  • Jonas estava fugindo do cumprimento da vontade de Deus (Jonas 1.3)
  • Paulo estava disposto a permanecer na vontade de Deus (Atos 27.24-25)


  • Enquanto a tempestade assolava o barco, Jonas dormia no porão (Jonas 1.5)
  • Durante a outra tempestade, Paulo, cheio de coragem, buscava comandar as operações (Atos 27.30-31). 


  • O próprio Jonas era a causa de a tempestade ter atingido aquela embarcação (Jonas 1.12)
  • O apóstolo Paulo foi o motivo de todos os tripulantes serem salvos (Atos 27.34b)


  • Jonas foi forçado a dar testemunho de Deus (Jonas 1.8)
  • Paulo não perdia oportunidade de testemunhar do seu Deus e assegurar o livramento do Senhor para todos (Atos 27.23)


  • A presença de Jonas no navio era uma ameaça contra a vida dos gentios (Jonas 1.13); 
  • A presença de Paulo no navio significava segurança e garantia que ninguém pereceria (Atos 27.34a)


  • Só depois que lançaram Jonas ao mar a tempestade contra o navio foi aliviada (Jonas 1.15)
  • O navio em que Paulo estava teria sido preservada, caso os tripulantes tivesse dado ouvido às suas palavras (Atos 27.21-22). 

Fica clara a grande diferença entre um homem andando segundo a vontade de Deus e outro que tenta fugir dela; é perceptível o contraste entre quem atravessa uma tempestade dentro da vontade de Deus e quem teima em permanecer fora dela.

Enquanto a um estão reservadas bênção perenes, ao outro está reservado um profundo caos.

E ao enfrentar as tempestades dessa vida, a quem você se assemelha?

Que a graça de Cristo, aquele que até o vento e o mar lhe obedecem, seja convosco.
Dele vem a graça; à Ele seja a glória! 


0 Comentários em "E NA TEMPESTADE, QUEM VOCÊ É?"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS