As bodas

Isaías: 49. 15. pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti. 16. Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim.

Toda família havia se unido, são poucos os casais que chegam aos 50 anos de casados, e como andam nossos tempos serão cada vez mais raros.
Mas o avô tinha um pedido especial, queria que cerimônia fosse realizada num antigo parque, a família tinha separado dinheiro para um lugar mais bonito, ninguém sabia o motivo, talvez fosse o primeiro encontro do casal de seniores.
Vovó tinha muita vitalidade física, mas estava acometida por Alzheimer, para alguns isso seria motivo para não celebrar, em pouco tempo ela nem ia se lembrar! Mas era um desejo do vovô.
Ao chegar no parque vovô se distancia do grupo, depois volta, toma sua amada pela mão e a leva com passos lentos de uma vida bem vivida.
Todos o seguem, o que vêem tráz lágrimas a todos, ele achou uma árvore com a inscrição "Amor Eterno J & V", as iniciais deles!
E para espanto maior vovó se lembrou!....

Mesmo quando por tudo que colocamos a  nossa volta não possamos lembrar, Ele nos ama!
Um amor que Ele gravou em suas mãos, maior que o amor de qualquer mãe, mesmo que você se esqueça Ele se lembra, nessa semana que se finda saiba, você é especial! Ele te ama, Jesus e Você são iniciais que não saem do coração dEle.

0 Comentários em "As bodas"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10