Por que queremos Jesus?

Certa vez, quando a multidão apertava Jesus para ouvir a palavra de Deus, ele estava junto ao lago de Genezaré; e viu dois barcos junto à praia do lago; mas os pescadores haviam descido deles, e estavam lavando as redes. Entrando ele num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, sentando-se, ensinava do barco as multidões. – Lucas 5:1-3

Paz do Senhor meus manos e minhas manas! Ótima semana e feriado para todos nós!

A fama de Jesus o precedia por onde quer que ele fosse. Algum tempo depois dessa passagem Ele viria a perguntar aos seus discípulos quem diziam que Ele era. Responderiam que era um profeta que curava, outros diziam que ele era João Batista, outros Elias, e com toda certeza diziam muito mais do que isso, poucos ali já o viam como Cristo. Ainda hoje é assim.

Muitos de nós sabem exatamente, com um belo discurso, explicar quem é Jesus, mas será que O tratamos como Quem Ele realmente é? Será que O adoramos como Deus, ou somente como “o profeta que cura”? Será que O seguimos e amamos pelo que Ele é ou somente pelo que Ele pode fazer? Será que Ele é nosso Senhor ou só um “curandeiro”, só um carinha gente boa que ensinou umas coisas legais?

Na passagem de Lucas 5, Jesus pede a Simão que afaste um pouco o barco no mar, afaste-o um pouco da multidão e por que? Meus caros, porque o povo estava muito mais interessado em “tocar suas vestes” em receber o milagre, o toque, a cura, do que em, de fato O adorar, O ouvir, O seguir. O povo se apertava, se esmagava a tal ponto dele precisar se afastar para os ensinar, para se fazer ouvir.

Meus manos e minhas manas, nós precisamos urgente aprender a adorar a Jesus pelo que Ele é e não pelo que Ele pode. Claro que milagres haverão de acontecer, claro que enfermos serão curados, claro que esses sinais e outros tantos acompanharão aos que creem, mas isso deve ser consequência da nossa fé e obediência ao nosso Deus, não o fim de nossa fé. Isso “vem no pacote”, é algo automático, não é algo que necessitamos buscar, aliás, Quem, de fato, precisamos buscar é Jesus Cristo, é o nosso Deus.

Todo mundo quer a cura, todo mundo quer ouvir a pregação do amor, todo mundo quer as bênçãos, a paz, os bens. Infelizmente a igreja de hoje prega a partir da desgraça, não da graça. Infelizmente hoje não pregamos o Evangelho puro, pregamos o: “Está precisando de um milagre? Uma cura? Uma benção? Vem pra Jesus, vem pra Igreja, e tudo vai se resolver”, e com isso, com esse tipo de pregação, enchemos a “igreja construção” de pessoas sedentas por verem sua vida melhorar, porém, não enchemos a igreja de Cristo de verdadeiros adoradores, e isso é terrível, nós precisamos reverter isso.

Que parta de nós, pregarmos um Jesus que é muito, muito mais que o médico dos médicos, muito mais que senhor dos senhores, muito mais que abençoador, muito mais que “resolvedor de problemas”, muito mais que o maior psicólogo que já existiu, muito mais que o maior mestre que já passou por aqui, Ele é tudo isso sim, mas acima de tudo, ELE É DEUS. Ele é digno de ser adorado, reverenciado, honrado, Ele e só Ele é digno e é assim que nós precisamos despertar a enxerga-lo.

Vamos obedecer, seguir seus ensinamentos, adorá-lo em Espírito e em verdade, e Ele, não vai jamais precisar “afastar o barco” da gente para que possamos entender o que Ele, de fato quer dizer. Quando o vermos como Ele realmente é, Ele terá prazer em estar perto, muito perto de nós, e então nós, deitados em seu colo, vamos provar de toda a boa, agradável e perfeita vontade Dele pra nós.


Vinicius Aguiar 

0 Comentários em "Por que queremos Jesus? "

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS