O doce

Mateus: 25. 24. Chegando, finalmente, o que tinha recebido apenas um talento, explicou: ‘Senhor, eu te conheço, sei que és um homem severo, que colhe onde não plantou e ajunta onde não semeou.  25. Por isso, tive receio e escondi no chão o teu talento. Aqui está, toma de volta o que te pertence’.

Ele estava procurando sua chave, como não encontrava passou a procurar em lugares diferentes, que não olhava tanto, pensou "quem sabe escondi por engano?".
Mas ele achou outra coisa, uma embalagem bonita, abriu a, tinha um doce, mas estava completamente estragado.
Um dia houve uma visita em sua casa, estava tão bom e iria ficar com tão pouco que decidiu esconder, não quis dividir.
Ele não lembrou que havia guardado, agora não aproveitava para mais nada.

"Fazer o bem sem olhar a quem", uma frase que tem passado por gerações, mas o quanto se aplica realmente nas nossas vidas.
Cada um faz alguma coisa distinta, tem um talento natural que Deus deu, e o quanto disso temos dividido?
Ou temos guardado num canto para apreciarmos em momentos solitários?

0 Comentários em "O doce"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10