Quem eram/são os fariseus?

Ai de vós, doutores da Lei e fariseus, hipócritas! – Mateus 23:13a

A paz meus manos e minhas manas. E mais uma ótima semana pra gente!

Vamos falar um pouco sobre quem eram esses fariseus e por que Jesus se opunha tanto a eles, e, claro, em nosso tempo, quem são esses a quem Jesus com certeza se opõem.

Os fariseus eram um grupo religioso que se originou dois séculos antes de Cristo. Eles eram líderes de um movimento para trazer o povo de volta a uma submissão estrita à palavra de Deus, eram profundamente conhecedores dela, e eram considerados geralmente como os servos mais espirituais e fieis a Deus. Aparentemente, se existiam pessoas que faziam plenamente a vontade do Senhor, essas pessoas seriam os fariseus. Aparentemente.

Lendo essa pequena definição, fica até um pouco complicado de entender porque, afinal, Jesus “bateu tanto” nessa turma. Se podemos indicar uma só palavra para definir porque erraram tanto com Deus, essa palavra seria: Arrogância. Eles tinham aperfeiçoado diversas técnicas de chamar atenção, como usar roupas especiais para fazê-los parecer mais religiosos, orar e jejuar de modos muito visíveis (Mateus 6:1-18), e disputar pelas posições mais elevadas (primeiros lugares) tanto na sinagoga como no mercado. Eles insistiam em que os outros lhes dessem títulos especiais de respeito, quando os saudassem, porque queriam ser notados e admirados. Alguma semelhança com o que vemos hoje em nossas igrejas, em nossos facebooks, grupos de whatsapp e etc? Claro que não.  A natureza humana realmente não muda. Existem sim fariseus (religiosos hipócritas) em nossos dias.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o tornais duas vezes mais filho do inferno do que vós. – Mateus 23:15

Os hipócritas religiosos de nossos dias cumprem seus deveres religiosos externos perfeitamente, mas permitem que pecados como orgulho, inveja, ódio e indiferença floresçam dentro de si. Deus conhece o interior, nosso coração, e, de fato, muitos hoje em dia, adquirem conhecimento para mostrar que o tem e para usar em benefício próprio, seja para se aparecer, atrair a atenção de pessoas, tornar-se relevante, obter poder, fama ou grana mesmo.

É errado adquirirmos conhecimento, nos tornarmos “doutores” na Palavra de Deus? De forma alguma. O erro acontece justamente quando nos achamos melhores ou em posição superior, de alguma forma, a todos os outros por termos adquirido tal conhecimento.

Vós examinais criteriosamente as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testemunham acerca de mim. Todavia, vós não quereis vir a mim para terdes a vida. – João 5:39-40

Sim, meus caros, é possível ser um profundo conhecedor das Escrituras e ainda assim estar muito longe de Jesus. Os fariseus examinavam as Escrituras diligentemente, mas deixavam de ver e entender o que elas, de fato, estavam indicando. Sua pesquisa exaustiva e horas incansáveis de estudo não produziam para eles discernimento da verdadeira mensagem da Bíblia (só e simplesmente só dar testemunhos acerca de Jesus). 

Os fariseus eram preconceituosos, “se achavam os caras”, permitindo assim que seus desejos velassem o que as Escrituras ensinavam. Seu orgulho e arrogância, o sentimento de que eram os únicos detentores da verdade impedia-os de se humilharem o suficiente para permitirem que o Senhor abrisse seus olhos quanto a seus próprios erros e pecados. Eles deturpavam as palavras que Jesus dizia e chegavam até a frequentemente negar seus milagres.

A questão aqui é: Somos cegos também? Somente ler a Bíblia não nos imuniza. Um coração puro e humilde e amor pelo Senhor nos capacitarão a entender as Escrituras que lemos. É necessário que busquemos a Deus, que oremos e jejuemos e, sempre peçamos a Ele que nos capacite a entender e não somente a conhecer as Escrituras.

Doutrina certa, segundo Jesus, é vida vivida em amor, de verdade, amor sincero, puro, de dentro pra fora, não só pra mostrar, se aparecer, o que passar disso, não é Evangelho.

Que aprendamos, estudemos, mas JAMAIS percamos o foco do que realmente Jesus quis dizer e ensinar, caso contrário, seremos apenas papagaios repetidores de leis e regras e, meus caros, definitivamente, não foi isso que Jesus ensinou.

Vinicius Aguiar 

0 Comentários em "Quem eram/são os fariseus? "

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS