Cultura. Sim ou não?

...mas ponde tudo à prova. Retende o que é bom; -- 1 Tessalonicenses 5:21

Bom dia e boa semana meus manos e minha manas!

Primeiramente, só para esclarecer, Paulo aqui em Tessalonicenses fala a respeito das profecias, porém, podemos usar o mesmo princípio para toda as outras áreas. Por a prova, ou examinar tudo e reter o que for bom é um ensinamento útil para nós.

Desde sempre a igreja tem consigo um “problema” complexo de se resolver, claro, não deveria ser assim tão complexo, mas, infelizmente tem sido. Qual o problema? Como lidar com a cultura secular.

Por um longo período histórico a igreja cristã abominou qualquer tipo de cultura secular. Demonizou e até mesmo queimou livros e obras consideradas não cristãs. No Brasil a igreja ainda faz diferenciação de músicas, livros e estilos classificando-os como corretos ou não simplesmente por serem feitos por e para cristãos ou não. Vemos denominações condenando tatuagens, outras condenando que mulheres usem calças jeans, outras que se corte o cabelo. Umas condenam certos estilos musicais, a uns anos atrás todas condenavam bateria e guitarra dentro dos templos por serem “coisas do capeta”. Enfim, não é de hoje, a igreja tem dificuldades para entender o que se pode ou não aceitar, reter, consumir.

Claro que não vou aqui dizer tais e tais igrejas estão erradas por aceitarem ou não isso ou aquilo e tais estão certas. Creio que hoje existem igrejas que levam a mensagem de diferentes formas, e, se a mensagem está sendo levada de maneira correta, séria e pura, a forma como isso está sendo feito é o que menos importa. Quero dar apenas algumas informações a respeito de como o próprio apóstolo Paulo lidava e consumia cultura secular.

Em 1 Coríntios 15:33. “As más conversações corrompem os bons costumes”, Paulo cita Menandro. Essa citação foi extraída da comédia “Thais” (300 a.C). Menandro (em grego Ménandros - c. 342 a.C. - 291 a.C.) foi o principal autor da Comédia nova, última fase da evolução dramática ateniense, que exerceu profunda influência sobre os romanos Plauto e, sobretudo, Terêncio.

Em At 17:28 “...pois dele também somos geração...”, Paulo cita Arato. A linha citada foi extraída do poema didático intitulado “Fenômenos”. Arato era um poeta originário de Soli, uma cidade pertencente à própria província de Cilícia, onde o apóstolo nasceu, e da qual Tarso era igualmente uma importante cidade. Arato viveu em cerca de 300 a.C.

Em Tt 1:12 “...Cretenses, sempre mentirosos, feras terríveis, ventre preguiçosos... ”, Paulo cita o paradoxo de Epiménedes. Este foi um sábio grego, do século VI a.C, que alguns consideravam um poeta, outros um profeta e outros ainda como um reformador religioso.

Fica claro que Paulo era um profundo conhecedor da cultura de sua época, e, várias citações dessa cultura estão inclusive registradas em suas cartas. Paulo com certeza não abominava a cultura nem muito menos classificava como “gospel-não gospel”.

De todas as citações a que mais me intriga é essa de Paulo em Atos 17:23 “...Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: ao deus desconhecido. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu vos anuncio.” Vejam só, Paulo observava a cultura daquele povo, entendia dela, e usou dela em favor de seu discurso para iniciar uma explicação a respeito de Deus. Nos versículos posteriores, de 24 a 28, Paulo faz um “resumo” de arrepiar a respeito do Senhor.

Mais uma vez, quero deixar claro que devemos ter equilíbrio para tudo na vida, claro que não devemos buscar algo de bom aonde já sabemos que não existe, por outro lado, podemos sim conhecer e inclusive encontrar muita coisa boa, como Paulo encontrou, na cultura que hoje é tida como “mundana”, no sentido pejorativo da palavra.

Discernimento. Essa é a palavra e o que precisamos ter antes de “batermos o martelo” e condenarmos algo como errado quando na verdade poderia ser útil inclusive em nosso discurso para melhor nos fazermos entender.


Vinicius Aguiar 

0 Comentários em "Cultura. Sim ou não? "

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS