Perseguição e indignação


"Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós." -- Mateus 5:11-12

A paz do Senhor meus manos e minhas manas. Uma ótima semana pra gente!

Essa semana nos deparamos novamente com a militância LGBTS ridicularizando e blasfemando contra a fé cristã. Note que sempre falarei desse movimento como militância LGBTS que, claro, não representa todos os homossexuais, pois, muitos deles sabem respeitar quem pensa diferente deles.

Posso falar de perseguições políticas que vem acontecendo também, não só aqui, mas em todo canto do mundo, basicamente destruindo os valores de família e princípios bíblicos eternos, os quais, nós cristãos temos por obrigação viver e defender.

Somos perseguidos tanto de forma física (principalmente no oriente médio) quanto de forma intelectual ou ideológica (principalmente no ocidente).

Devemos, cada vez mais, estudar nossa Bíblia e, ter em mente que céus e terra podem passar, mas as palavras do Senhor jamais. A Bíblia não fica velha, ultrapassada ou arcaica, como dizem. Os princípios ali contidos são fonte de fé e prática, são lições pra ter vida feliz e em paz, é nosso manual de instruções pra vida, não é nenhum tipo de ideia moderna, inventada ou defendida nos últimos anos que vai ter a capacidade de contrapor a santa palavra escrita a milênios e, ainda hoje, extremamente útil e atual. Não devemos relativizar a palavra de Deus, não podemos cair nessa armadilha do diabo.

Quem não vê violência simbólica nos tipos de manifestações que tivemos por aqui nessa semana é tremendamente ingênuo sobre a repressão global ao Cristianismo que pode, sim, chegar ao Brasil na próxima geração (duvida? Procure o artigo no THE INDEPENDENT, "Christians: the most persecuted people in the world"). Nós sabemos que são sinais dos últimos dias toda essa perseguição a nossa fé, porém, ainda assim, é necessário um engajamento crítico com relação a muita coisa que AINDA podemos evitar por aqui.

“... e se livrou ao justo Ló, atribulado pela vida dissoluta daqueles perversos. (porque este justo, habitando entre eles, por ver e ouvir, afligia todos os dias a sua alma justa com as injustas obras deles)” – 2 Pedro 2:7-8 . Ló se indignou em Sodoma e, Pedro, em sua carta, aprova essa atitude. Muitos hoje os chamariam de fundamentalistas ou moralistas, talvez.

"Vi os perversos e me angustiei, porque não guardam tua palavra." -- Salmos 119.158. Nós não podemos perder a capacidade de se indignar, de se angustiar, de não aceitar o que é claramente CONTRA os ensinos de Cristo. Nós não podemos pregar um “meio evangelho”, o evangelho do “eu não te condeno” sem o “vá e não peques mais”. A morte de Jesus foi para nos salvar das consequências do pecado e TAMBÉM da prática do próprio pecado. Não adianta ir pra rua abraçar todo mundo, se emocionar, e não mostrar o caminho. Como ouvirão se não há quem PREGUE? Como vão aprender se simplesmente aceitamos o erro em nome da “paz” e não mostramos o certo, o caminho para a salvação?

Por fim, meus manos e minha manas, vamos acordar, somos perseguidos sim, mas não desamparados. Isso é inevitável por já estar escrito sim, mas não nos da o direito de olhar e nos calarmos como se não fosse com a gente. É sim. Não sejamos inocentes.

Amemos as pessoas, sempre, mas, JAMAIS o pecado e o erro. Definitivamente não foi isso que Cristo ensinou.


Vinicius Aguiar

0 Comentários em "Perseguição e indignação"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS