Âncoras no passado

2 Reis: 5. 11. Naamã, porém, indignado, retirou-se, dizendo: Eis que pensava eu: Certamente ele sairá a ter comigo, pôr-se-á em pé, invocará o nome do Senhor seu Deus, passará a sua mão sobre o lugar, e curará o leproso.

Uma casa maravilhosa, rodeada de jardins floridos,
uma linda fonte a frente e um portão de ferro fundido com vários desenhos em toda sua extensão e em seu interior revela as iniciais de sua família.
Uma casa digna de revista, talvez passeios, mas isso fazia parte de um passado.
A herança recebida de seus antepassados havia sido varrida para fora do seu lar junto com a sujeira das festas.
Havia um caminho para se reerguer, mas ele não admitia ter um trabalho que lhe desse menos com que havia tido.
Nisso a tinta descascava, as flores já tinham morrido e o portão estava tomado de ferrugem.

Duas histórias de orgulho que igualmente nos prendem ao passado e impedem de avançar.
Uma só lição a humildade, o orgulho só destrói, cravando alicerces numa terra infrutífera.

0 Comentários em "Âncoras no passado"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10