SEJAMOS SÁBIOS ASSIM...



"Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono;E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados,E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém."(Apocalipse 1:4-6)


Muitas vezes tentamos justificar nossas falhas dizendo que somos fracos, limitados e tolos. De certo somos! Se não for a força, o poderio e a sabedoria de Deus em nossas vidas, somos os mais miseráveis e pobres dentre todos os homens. Mas Agur, o escritor do provérbio em destaque, nos chama a atenção para atentarmos e aprendermos a ser sábios com quatro pequenos animais: a saber, formigas, coelhos (querogrilhos, em outra tradução), gafanhotos e aranha (ou lagartixas). Vejamos então quais lições de sabedoria podemos tirar com estes...

As formigas são frágeis (pelo menos aos nossos olhos), e mesmo sendo pequenas, possuem a sabedoria em trabalhar durante todo o verão para garantir seu sustento para o inverno. Vemos então a necessidade de trabalharmos enquanto é tempo e não deixarmos as coisas para a última hora. Aprendemos também com as formigas que, embora pensemos que elas são fracas, na verdade são fortes (Apocalipse 3:8) tanto que carregam folhas e coisas que são muito mais pesadas do que elas, e que o esforço é algo primordial em nossas vidas.

Os coelhos são débeis, fracos, frágeis, quase insignificantes, mas existem algumas coisas que devemos atentar para eles: são extremamente observadores e vigilantes. Estão atentos a tudo e a qualquer movimento suspeito, são os primeiros a saírem correndo. (Provérbios 22:3)
Falando especificamente do querogrilho, trata-se de um pequeno coelho selvagem que, para se esconder dos predadores, construía sua casa nas fendas das rochas. Com sua casa construída na rocha, ele se mantinha a salvo das tempestades e dos predadores.

Os gafanhotos não possuem um rei que os coordene, porém eles sempre estão em bandos e sabemos muito bem do que são capazes. Um gafanhoto sozinho numa plantação não faz muito estrago, facilmente é capturado e nenhum esforço o salva; mas centenas de gafanhotos em unidade possuem um poder incrível. Vemos então a força que existe na união (Atos 2:44) e o quão bom é quando vivemos em unidade.

As pequenas aranhas (ou também a lagartixa) embora sejam fáceis de serem apanhadas, são bastante ousadas; Agur nos mostra elas estando, inclusive, nos palácios dos reis. Ousadia! É disso que precisamos; ousadia para falar da Palavra de Deus (II Coríntios 3:12). Mas, além de ousadas, esse pequenos animais não se esquecem do quanto são frágeis: aprendemos também acerca da humildade. (Mateus 11:29)

Portanto, sejamos sábios assim... 
Aprendamos com as formigas a sermos esforçados e a trabalhar enquanto temos tempo; (João 9:4)
Aprendamos com os coelhos a sermos vigilante e a construirmos nossas casas na Rocha, que é Cristo Jesus; (Lucas 6:48)
Aprendamos com os gafanhotos a sermos unidos e a vivermos em comunhão com nossos irmãos;  (Salmos 133:1)
Aprendamos com as aranhas a termos ousadia para anunciar a Verdade e humildade para reconhecer nossas fraquezas. (Filipenses 2:3)

E não sejamos sábios aos nossos próprios olhos, a ponto de nos gloriarmos nisso (Jeremias 9:23); mas lembremo-nos que Deus usa as coisas pequenas e loucas desse mundo para confundir as fortes e sábias. (I Coríntios 1:27) 



Em Cristo, a fonte de toda sabedoria pura, pacífica, moderada, tratável, misericordiosa, de bons frutos, imparcial e franca (Tiago 3:17)

0 Comentários em "SEJAMOS SÁBIOS ASSIM..."

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS