Cuidado com Lashon Hara'

 "Graça a vós e paz da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a Ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém." (Apocalipse 1:4-6)
Tiago (Ya'akov), o irmão de nosso Senhor Jesus Cristo, nos alerta em todo o capítulo 3 de seu livro sobre o cuidado que devemos ter com nossa língua. Devo também mencionar que logo no primeiro verso, ele nos lembra que quanto mais talentos recebemos, mais seremos cobrados; e que, em especial os mestres, ensinadores, professores da Palava precisam ter um cuidado especial com o que falam. Uma palavra mal colocada, uma pequena heresia pode ser mortal para as pessoas.
Tomarei por base o que a Palavra de Deus nos diz em Tiago 3:8 "Mas nenhum homem pode domar a sua língua; é um mal que não pode ser refreado, está cheia de veneno mortal."
Quem me conhece bem, sabe o quanto gosto de conhecer a etimologia bíblica e existe um termo que quero mencionar nesse devocional: LASHON HARA', que significa literalmente "língua do mal".
No judaísmo, lashon hara' se refere à fofoca, calúnia, boato, difamação e outros maus usos da língua.
Sabemos que a vida e a morte estão na ponta da língua e ela tem o poder de abater e de levantar uma pessoa; é necessário lembrarmos que de uma mesma fonte não sai água doce e salgada, por isso a urgente necessidade de cuidarmos com nossas palavras.
O talmude condena severamente o lashon hara' e o classifica igualmente ao pecado de idolatria, imoralidade sexual e assassinato; pecados que todo bom judeu prefere morrer a cometê-los.
Sendo mais claro: Fofocar, caluniar, difamar, cometer lahon hara' é tão grave quanto servir outro deus, adulterar ou matar outra pessoa intencionalmente.
Devemos estar conscientes de lashon hara' quando falarmos ao telefone. Se a pessoa com quem conversamos insiste em falar lashon hara', devemos repreendê-la. Lashon hara' é maldição para nossas vidas; Por Deus, fujamos dessa prática!
Vale lembrar que o próprio Cristo disse que do coração procedem todos os tipos de males, e o primeiro lugar onde esses males vão é a língua.
Descontrolados, falamos coisas que depois nos arrependemos. Irados, nossas línguas soltam maldições sem medidas.
Que Deus tenha misericórdia de nós e que possamos policiar nossas palavras. Oremos, busquemos a Deus, nos consagremos, façamos como o salmista que pediu a Deus para colocar um guarda a porta de sua boca (Salmos 141:3) e fujamos do mau uso da língua e da lashon hara' para não acontecer o caso de ferirmos, magoarmos, maltratarmos e até matarmos as pessoas ao nosso redor.
Sobre a parte da sabedoria do alto que devemos buscar, quem sabe fica para uma próxima ocasião.
Em Cristo, aquele que mesmo sendo julgado, espancado e assassinado não abriu sua boca para proferir maldições,
Eliézer Sejač Rodrigues

0 Comentários em "Cuidado com Lashon Hara'"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10