O Deus da montanha é o mesmo no vale.

Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono;
E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados,
E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a Ele glória e poder para todo o sempre. Amém. (Apocalipse 1:4-6)


Eita lá! Eita lá! Eita lá!

Estive meditando esta semana sobre lutas, dificuldades, bonança e a posição que Deus ocupa em cada uma dessas situações; desejo rapidamente compartilhar convosco.
Espero que Deus fale ao teu coração, assim como falou ao meu.

O homem de Deus foi ao rei de Israel e lhe disse: “Assim diz o Senhor: ‘Como os sírios pensam que o Senhor é um deus das montanhas e não um deus dos vales, eu entregarei esse exército enorme nas suas mãos, e vocês saberão que eu sou o Senhor’ ” (I Reis 20:28)

Após Israel vencer os sírios nas montanhas, o povo inimigo pensou que no vale a coisa seria diferente. Se Deus fosse poderoso apenas na montanha, seria fácil derrotar Israel no vale. Mas Deus provou ser Deus também no vale e Israel venceu outra vez o inimigo.



Comumente nossos pensamentos são semelhantes ao dos sírios: quando estamos nas montanhas ou quando estamos por cima, tudo é prazer, tudo é tranquilidade e tudo nos satisfaz; louvamos a Deus e temos prazer em render-lhe glórias.
Mas parece que quando descemos ao vale, quando as coisas começam a declinar, começamos a nos lamentar e até perdemos a fé.

Eu sei que é difícil passar por determinadas situações, mas o Espírito Santo me impulsiona a te dizer que o Deus da montanha é o mesmo no vale! Quando as coisas parecem que vão dar errado, quando tudo parece ser desfavorável, Ele nos dará o seu auxílio.
Quando estivermos no mais profundo vale, podemos ter a certeza que Ele estará conosco, pelejará em nosso favor e a vitória será nossa, pela força do Senhor!

No amor de Cristo, que é Deus em toda e qualquer situação

Eliézer Sejač Rodrigues

La Copa del Mundo es nuestra!!

Eita lá! Eita lá! Eita lá!
E digo mais: Eita lá!

Ladies and gentlemans, após longas e merecidas férias, eu voltei \o/


E ao afirmar que eu escreveria algo para O Semeador hoje, me perguntaram se o blog voltaria a trabalhar a todo vapor. Bom, amigo... por enquanto vejo pequenos sinais de fumaça fumegando por aqui, mas a intenção é que em breve estejamos indo de vento em popa.

Fiquei imaginando qual assunto seria tratado hoje e, logicamente, a Copa do Mundo é uma boa ideia de assunto: Engraçado, polêmico e cheio de belas histórias.

Começamos com a polêmica hashtag #NaoVaiTerCopa. Incluo essa como umas das grandes mentiras da humanidade. Lembrei-me de pessoas falando: Nem Deus afunda o Titanic, ou, Wolrd Trade Center jamais cairá.
Escuta aqui, meu querido... Tá tendo Copa sim e, dentro de campo, está sendo a melhor Copa que já assisti. Fora de campo é outra coisa, estádio na selva, zoação com os turistas e todo o problema da estrutura tupiniquim é um caso a parte e entra na parte polêmica do assunto.


Vejamos então o que aconteceu com algumas das principais seleções do paneta bola: O Irã... calma, vamos falar do Irã mesmo? Ameaçaram algum atentado contra o escritor para começar justamente pelo Irã?

Okay! Deixemos o Irã de lado e falaremos sobre a anfitriã, a Seleção do Neymar, ops... do Brasil. Jogamos duas partidas medíocres e uma boa partida contra a toda poderosa seleção de Camarões, do temido craque... Bom, depois eu lembro o nome de algum bom atleta camaronês. Se fosse Quênia, eu teria citado Paul Tergat ou qualquer um dos maratonistas, pelo menos.

Quanto ao Brasil, vimos nosso time muito dependente do Neymar - que por sinal tem dado conta do recado - e percebemos uma relativa melhora com a entrada do nosso irmão Fernandinho. A propósito, quando me falaram que tinha um cristão chamado Fernandinho que entraria no jogo, pensei que era o cantor.

E a Espanha, hein?! Parece que mudarão o nome do país para Apanha, de tanta surra que levou no mundial. A geração de Casillas, Xavi, Iniesta e mais um monte de jogadores velhos se despede do mundial com a certeza do fracasso conquistado. (oi?)
Aos espanhóis: Adiós! Hasta la vista!

Holanda vem muito bem com Robben, Van Persie e o outro careca que tirou o Brasil da Copa de 2010. O Chile é nosso eterno freguês em Copas, mas esse Chile parece estar disposto a quebrar a escrita.
Colômbia muito bem também... Parece que vai incomodar. E tem o Uruguai, seleção que já teve El Loco Abreu e agora tem El Perro Suárez, também parece que vem forte.

Tive pena da Itália! Triste ver a Azzurra eliminada na primeira fase e o Pirlo, que mais parece um homem das cavernas, se despede da seleção. Aos italianos: Arrivederchi!

Inglaterra decepcionou como sempre, e o Rooney mais uma vez foi pessimamente péssimo. Aos ingleses: Good Bye!

Como já tá ficando chato escrever sobre essas seleções, resta-me secar a Argentina e lembrar vocês que os times sul-americanos estão muito bem, com pelo menos um time já garantido entre os quatro primeiros dessa Copa. América do Sul tá por cima, meu querido!

E o Japão, hein!?
Bem feito para eles! Ficam investindo em saúde e educação.
Está aí o resultado: ESTÃO ELIMINADOS DA COPA!
Rá Rá Rá

Faltou falar de alguém importante? Ah, claro... Honduras, Grécia!
Não! Honduras não!

Grécia se classificou no grupo mais ruim do mundial. Mas, alguém me explique... o time grego quem um jogador chamado Samaras Morgan e outro chamado Samaris (filho do Mussum)?

Gente! Eu ia esquecendo da Alemanha, de Portugal e da França!
Enfim... não gosto desses times e portanto não farei nenhum comentário sobre eles.

Se vocês quiserem comentar sobre alguma outra seleção, os comentários do blog etão abertos pra isso. Apreciem com moderação.

Quanto a mim, como dizem nossos amigos da Venezuela, ahora me voy!  Inclusive acho uma falta de consideração a Venezuela não estar no Mundial... uma seleção tão boa (não faz mal pra ninguém).

Vou tomar um café descafeínado e descansar meu corpo cansado. Volto pra comentar acerca da seleção campeã: Espero que seja a Costa Rica.

Fiquem com Deus e até a próxima, isso se não me demitirem!

Eliézer Sejač Rodrigues

Impostos no Brasil - um verdadeiro absurdo!

Olha quem reapareceu \o/ uhuuuu
Posso até ouvir o grito da galera emocionada...rs

Mas o que quero compartilhar com vocês hoje é um vídeo bem legal e informativo. Recebi o link por e-mail e fui dar uma olhadinha...Muito bom por sinal!
Pra você que acha que os impostos aqui no Brasil são abusivos, e que pagamos uma fortuna todos os dias, em tudo que compramos - veja a explicação à seguir, e fique ainda mais indignado!



O que podemos fazer pra mudar essa situação?!
Deixem suas opiniões



Tenham uma ótima semana
Bjos

Por: Camila Scherrer

www.atreva-se.com.br

Cuidado com Lashon Hara'

 "Graça a vós e paz da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a Ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém." (Apocalipse 1:4-6)
Tiago (Ya'akov), o irmão de nosso Senhor Jesus Cristo, nos alerta em todo o capítulo 3 de seu livro sobre o cuidado que devemos ter com nossa língua. Devo também mencionar que logo no primeiro verso, ele nos lembra que quanto mais talentos recebemos, mais seremos cobrados; e que, em especial os mestres, ensinadores, professores da Palava precisam ter um cuidado especial com o que falam. Uma palavra mal colocada, uma pequena heresia pode ser mortal para as pessoas.
Tomarei por base o que a Palavra de Deus nos diz em Tiago 3:8 "Mas nenhum homem pode domar a sua língua; é um mal que não pode ser refreado, está cheia de veneno mortal."
Quem me conhece bem, sabe o quanto gosto de conhecer a etimologia bíblica e existe um termo que quero mencionar nesse devocional: LASHON HARA', que significa literalmente "língua do mal".
No judaísmo, lashon hara' se refere à fofoca, calúnia, boato, difamação e outros maus usos da língua.
Sabemos que a vida e a morte estão na ponta da língua e ela tem o poder de abater e de levantar uma pessoa; é necessário lembrarmos que de uma mesma fonte não sai água doce e salgada, por isso a urgente necessidade de cuidarmos com nossas palavras.
O talmude condena severamente o lashon hara' e o classifica igualmente ao pecado de idolatria, imoralidade sexual e assassinato; pecados que todo bom judeu prefere morrer a cometê-los.
Sendo mais claro: Fofocar, caluniar, difamar, cometer lahon hara' é tão grave quanto servir outro deus, adulterar ou matar outra pessoa intencionalmente.
Devemos estar conscientes de lashon hara' quando falarmos ao telefone. Se a pessoa com quem conversamos insiste em falar lashon hara', devemos repreendê-la. Lashon hara' é maldição para nossas vidas; Por Deus, fujamos dessa prática!
Vale lembrar que o próprio Cristo disse que do coração procedem todos os tipos de males, e o primeiro lugar onde esses males vão é a língua.
Descontrolados, falamos coisas que depois nos arrependemos. Irados, nossas línguas soltam maldições sem medidas.
Que Deus tenha misericórdia de nós e que possamos policiar nossas palavras. Oremos, busquemos a Deus, nos consagremos, façamos como o salmista que pediu a Deus para colocar um guarda a porta de sua boca (Salmos 141:3) e fujamos do mau uso da língua e da lashon hara' para não acontecer o caso de ferirmos, magoarmos, maltratarmos e até matarmos as pessoas ao nosso redor.
Sobre a parte da sabedoria do alto que devemos buscar, quem sabe fica para uma próxima ocasião.
Em Cristo, aquele que mesmo sendo julgado, espancado e assassinado não abriu sua boca para proferir maldições,
Eliézer Sejač Rodrigues

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS