Um Pai Orgulhoso

Diego tinha apenas 7 anos, mas era um ótimo jogador sempre o primeiro a ser escolhido na sua rua.
Seu pai então resolve matriculá-lo em uma escolhinha, embora os professores advertissem que era arriscado, ele assumiu o risco, seus treinos seriam com os meninos de 10 anos. 
Diego tinha sorriso de orelha a orelha quando contava para seus amigos de bairro e escola, mas toda essa alegria se tornaram lágrimas. Como era de se esperar ele era muito menor que os outros e com isso sofria muito.
Cansado de apanhar e não mais conseguir fazer tantos gols, pediu ao pai, na verdade implorou:
- Pai, eu não aguento mais,não quero mais ficar lá
- Filho tudo isso é porque eu sei como é especial, mais a frente entenderá tudo…
- Mas pai!
-…
Outros desfrutavam da mesma opinião do garoto, mas o pai estava irredutível.
10 anos se passaram, era a final para garotos até 18 anos, e Diego foi o destaque, com incríveis jogadas e 3 lindos gols. Mesmo menor que os demais, ele tinha muita força, era rápido parecia alguns anos mais velho que os demais, ao levantar olhou para seu pai e sorriu com uma alegria que transbordou os olhos.
Em determinados momentos de nossa vida, ficamos cercados de situações que nos fazem questionar, onde está Deus, ou mesmo depois de tantas aflições porque não cessa, quando é que termina. 
Um pai sabe o que é bom para seu filho, ainda mais o nosso Pai eterno que sabe de todos os nossos dias, quando planeja algo é pensando em nosso futuro onde quer nos levar.
Mas a decisão é nossa, pararemos no meio das lutas chorando pelos cantos e em vários ombros ou vamos nos levantar a cada pancada com a certeza que nossa recompensa esta reservada?

0 Comentários em "Um Pai Orgulhoso"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10