O Tabernáculo

Graça a vós e paz da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a Ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém. (Apocalipse 1:4-6)

O Tabernáculo foi uma estrutura física construída pelo povo de Israel, sob a supervisão de Moises, cerca 1450 a.C. O "lay-out" do Tabernáculo e os materiais de sua construção foram especificados em grande detalhe à Moisés por Deus no Monte Sinai, e isto a algumas semanas depois do povo de Israel ter saído do Egito (o Êxodo). O Tabernáculo foi uma construção portátil, feita por mãos hábeis e transportado por uma tribo (Os Levitas) através dos 40 anos de peregrinação no deserto.
Os principais materias usados na construção do Tabernáculo foram:
OURO - Fala da Glória de Deus. Ela é única. Israel ofertou 1.269kg de ouro.
PRATA - Fala da Redenção. O Tabernáculo estava apoiado nas bases de prata. Não há prata mencionada no céu. Todos já terão sido redimidos.Tinha 4.350kg de prata.
BRONZE - Representa Juízo. Foi empregado onde se precisava de força excepcional e a resistência ao calor eram importantes. Um total de 3.035kg de bronze.
Observe que só em metais o Tabernáculo pesava 8654 kg, fora as madeiras e tecidos.
Esse Tabernáculo era formado por 3 partes:
O ÁTRIO EXTERIOR era oblongo (mais comprido do que largo) em sua forma
O ALTAR DE SACRIFÍCIO estava dentro do átrio, em frente da porta de entrada
O PRÓPRIO TABERNÁCULO era separado em duas câmaras. A primeira era o Lugar Santo e a mais interior era o Santo dos Santos. A segunda câmara continha a Arca da Aliança. O sumo  sacerdote entrava no santo dos santos uma só vez no ano, no Dia da Expiação

O ÁTRIO EXTERIOR

Qualquer israelita poderia entrar nos átrios, mas só a tribo sacerdotal poderia ir ao Tabernáculo. A consciência de pecado estava sendo revelada por Deus pela impossibilidade de qualquer um se aproximar livremente. 
Uma parede de linho branco (as Cortinas Externas) ao longo de 150 metros de extensão por 2,5mt. de altura estava posta, exceto por uma ÚNICA entrada: A PORTA. Esta cortina da PORTA de entrada era diferente: Formada de linho multicolorido, diferenciava de toda cerca de linho que delimitava o Átrio. Este era o único meio pelo qual os homens e mulheres poderiam se achegar a Deus. Era a única entrada em todo o tabernáculo. Não havia nenhum outro meio. Seja um sacerdote que fosse ministrar, ou um pecador arrependido buscando perdão, teriam que entrar por aquele portão.
O ALTAR DE SACRIFÍCIO
Qualquer israelita que se aproximasse do Tabernáculo, pela PORTA DO ÁTRIO, se via frente a frente com uma destacada e ameaçadora peça: O ALTAR DO SACRIFÍCIO. Ao lado deste altar havia sempre um sacerdote. (Ex.27:1-5) Sua construção era de madeira de acácia revestido de bronze. Possuía 4 pontas em forma de chifres onde os animais eram amarrados para o sacrifício. Aqui o sangue do animal inocente era derramado, fazendo expiação (resgate, pagamento) para perdão do pecador. Sem passar pelo Altar do Sacrifício não havia outro modo de se aproximar de Deus. Daí a substituição que se fazia: o animal inocente pelo culpado.
O LUGAR SANTO

Uma grande e exuberante cortina com 5 metros de altura, sustentada por 5 COLUNAS revestidas de Ouro e suas bases de bronze, era colocada na entrada do Santo Lugar. Aqui, somente os Sacerdotes - Arão e seus filhos - poderiam entrar e mais ninguém.
No Santo Lugar, haviam 3 peças que se destacavam:  A Mesa dos Pães da Proposição, O Candelabro (Menorah) de Ouro e O Altar de Incenso.
O SANTÍSSIMO LUGAR

O Santo dos Santos ou Lugar Santíssimo, era onde o divino se encontrava com o humano. Aqui era o lugar onde o Sumo Sacerdote (principal sacerdote) entrava uma vez por ano para oferecer o sangue sobre o PROPICIATÓRIO. O Santo dos Santos era o principal lugar do Tabernáculo; na verdade ele era a razão da existência do Tabernáculo.
Dentro do Santo dos Santos havia uma única peça: A ARCA DA PRESENÇA DE DEUS ou a ARCA DO TESTEMUNHO (ALIANÇA). A ARCA era uma caixa de madeira de Acácia revestida de ouro por dentro e por fora e uma tampa de ouro puro, chamada de Propiciatório. Dentro da Arca havia 3 objetos:
  • As Tábuas da Lei
  • O Pote de Maná
  • A vara de Arão que floresceu


Na próxima semana veremos algo bem resumido sobre o Templo de Salomão, a construção que substituiu o Tabernáculo.
Que Deus abençoe grandemente a sua vida, em nome de Jesus Cristo.

No amor dEle,
Eliézer Sejač Rodrigues




0 Comentários em "O Tabernáculo"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10