A INFLUÊNCIA DO Marketing ENGANOSO!

Queridos, segue a vocês um texto super interessante que li no site: http://www.devocionais.com.br/devocionais/8474-a-influencia-do-marketing-enganoso.html
Recomendo tal leitura!!!!


Quantas vezes somos abordado pela mídia propondo algo que não precisamos com técnicas psicológicas? Dizendo coisas como: Você merece isso! Ou Todo mundo esta aderindo, só falta você! Etc.
De acordo com o dicionário Aulete, Marketing quer dizer: “Publicidade feita para favorecer a venda de um produto ou serviço, ou para influenciar o público favoravelmente em relação a uma idéia, pessoa, empresa etc.”.

Na realidade, o Marketing faz parte da vida do homem desde o jardim do Éden, inclusive foi o método utilizado por satanás na tentação de Eva e podemos observar a influencia do Marketing em sua vida. Ao ser criado o homem recebeu de Deus tudo o que lhe era necessário para sobreviver (Gn 1.27). Para facilitar a identificação deste fato podemos enumerar alguns fatos:

1.            PODER: O homem recebeu total autoridade sobre a criação, note duas palavras que se destacam emGênesis 1.28 [ ... sujeitai-a; dominai sobre...], temos a afirmação de que o homem recebeu de Deus o poder de subjugar e governar todas as coisas ao seu redor.
2.            MORADIA: O homem tinha um lar perfeito. “E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, da banda do Oriente, e pôs ali o homem que tinha formado” (Gn 2.8).
3.            ALIMENTO: O homem teve alimentação farta, saborosa e saudável. “E o SENHOR Deus fez brotar da terra todaárvore agradável à vista e boa para comida, e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore da ciência do bem e do mal” (Gn 2.9).
4.            ÁGUA EM ABUNDÂNCIA: Entre os elementos naturais existente no mundo para a sobrevivência dos seres vivos, o homem teve água potável em abundância, tanto para beber como para o lazer. “E saía um rio do Éden para regar o jardim; e dali se dividia e se tornava em quatro braços” (Gn 2.10).
5.            RIQUEZAS: “O nome do primeiro é Pisom; este é o que rodeia toda a terra de Havilá, onde há ouro. E o ouro dessa terra é bom; ali há o bdélio (ônix) e a pedra sardônica” (Gn 11-12). Neste momento, o homem ainda não se importava  com esses elementos naturais, entretanto o possuía em abundância.
6.            ATIVIDADES: Não há coisa pior na vida do homem que viver ocioso, sem ter o que fazer, entretanto, Deus providenciou atividades ao homem. “E tomou o SENHOR Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar” (Gn 2.15).
7.            ESPOSA: Certamente Eva foi uma das mulheres mais lindas que já existiu, idônea, meiga e companheira. “Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea” (Gn 2.18).
8.            INOCÊNCIA E RETIDÃO: O maior de todos os privilégios que o homem possuiu foi a ausência do pecado em sua vida. “E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam” (Gn 2.25).
Através dos fatos enumerados acima podemos perceber que nada faltava na vida do ser humano, tudo o que era necessário para a sua vida Deus já havia providenciado. Fazemos então uma pergunta. Por que ceder a tentação de algo novo para minha vida se tudo o que preciso para minha vida eu já possuo? A resposta seria, eu comprei o que não precisava, fui vítima do marketing enganoso, e ele está presente ainda hoje na vida de todos.
Vejamos a influencia do marketing enganoso na vida de Eva através de alguns dados que a bíblia nos fornece:
1.    O marketing mexeu com as emoções de Eva, dizendo que ela precisava de auto-estima, que poderia fazer tudo o que quisesse e que precisava viver independente da vontade de Deus. “Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?” (Gn 3.1).
2.    O marketing teve influencia para convencer a Eva que apesar de tudo o que ela já possuía (enumerado acima), ainda estava lhe faltando algo para que ela fosse realmente feliz. “Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis” (Gn 3.2-4).
3.    O marketing alcança com sucesso o seu objetivo, convenceu Eva a acreditar que precisava daquilo que Deus já havia dito que traria a morte para a sua vida. “Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do malVendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimentotomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu” (Gn 3.5-6). O resultado final do marketing foi afastar o homem de Deus e fazer com que perdesse tudo o que Deus havia lhe dado (Gn 3.8; 3.23-24, Rm 5.12).
Ainda hoje satanás utiliza as mesmas astúcias, convence as pessoas desprezarem a Deus e sua Palavra. Muitos crentes têm caído neste engano, sendo atraído e engodado pelo marketing do mundanismo. É fundamental estarmos alimentados da palavra de Deus e em comunhão com o Espírito Santo para não aderirmos ao “fascínio” do marketing enganoso.
Pr. Alexandro S. Nogueira

0 Comentários em "A INFLUÊNCIA DO Marketing ENGANOSO!"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS