Reflexão

Por Gabrielle P.


Sábado eu completei 25 anos e um dos textos que me vieram à cabeça foi o “dono do prego”, um dos primeiros que postei quando vim para o grupo de colunista.

Bem, só pra recordar a história, é mais ou menos assim: “um homem tinha uma propriedade que queria vender por uma certa quantia e outro que queria comprar só tinha a metade do dinheiro. Então os dois fizeram um acordo, que ele venderia assim mesmo se ele ficasse dono de um prego na porta. Bem, o que era um prego, né? Ambos concordaram, e com o passar do tempo, o antigo dono queria a propriedade de volta, mais o novo não queria vender. Então se recordando do tal prego, ele encontrou um cachorro morto e o pendurou naquele prego. Com o tempo, o sol, e a carne podre exalavam dentro da casa e fico insustentável ficar lá dentro; e como o atual dono não podia mexer por que o prego não era dele, teve que se mudar da casa, vendendo para o antigo dono.”
Bem no fim do texto tem uma reflexão do pastor haitiano: “Se nós deixamos o diabo com apenas um pequeno prego nas nossas vidas, ele voltará e pendurará seu lixo podre lá, deixando as nossas vidas insuportáveis para Cristo habitar.“

No que isso se enquadra minha vida? Eu nasci num lar evangélico, e minha reflexão sobre isso é que mesmo andando com Cristo (ou achando que estava ao lado Dele) há tanto tempo, há área da minha vida que ainda não entreguei a Ele totalmente. Sempre teve um prego em mim, onde fui aprisionada por medos (muitos), depressão, rejeição, momentos em que quis morrer e até esganar as pessoas que me incomodam, feridas que achei que estavam cicatrizadas, mais na realidade só tinha maquiado a “bicha”. Todos têm lutas espirituais diárias, eu tenho lutado com as minhas, me aproximando de Deus, alguém que eu pensava que só ir à igreja tava de ótimo tamanho e agora percebo que buscá-lo vai muito além do que eu pensava. E pra quem fala demais, como eu, é difícil se curvar quando se tem um Eu a ser domado, domesticado todos os dias. Só meditando muito em Salmos 141. 3, e praticando. Com o passar do tempo sei que falar na minha vida será desnecessário, quero que todos vejam Cristo em mim, mais pelas minha ações! E sinceramente um santo remédio pra quem é negativista e tem a pratica de se por pra baixo, vai uma dica: todas as vezes que você se sentir inferior a alguém, achar que você não vai conseguir e coisas do tipo, e conversar em seu pensamento a respeito, memorize dois versículos de Filipenses, que tem me ajudado muito. Primeiro você “pode todas as coisas naquele que te fortalece.” (4.13) E segundo tudo que é VERDADEIRO, HONESTO, JUSTO, PURO, AMÁVEL, de BOA FAMA, se HOUVER ALGUMA VIRTUDE e LOUVOR... nisso PENSAI. (4.8)
E outra coisa que tenho aprendido e pedido é a renovação do meu entendimento (Romanos 12.2), por que quero experimentar verdadeiramente a boa, agradável e perfeita vontade de Deus pra mim. Muitas vezes o Deus da Compensação voltou seus olhos para mim, e pela imaturidade não dei a mínima pra Ele, e hoje me arrependo amargamente. Hoje reconheço que se tivesse ouvido a voz Dele quando me chamou, estaria num nível de intimidade muito mais intensa do que busco hoje. Mas uma certeza tenho: que “se o Filho me libertar, verdadeiramente serei livre.”(João 8.26)
Busque ao Senhor de todo teu coração, não é fácil ser liberto de hábitos carnais (eu é que sei), mais para Deus nada é impossível; cura interior é mole pra Ele.

Uma maravilhosa semana a todos!

0 Comentários em "Reflexão"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10