Quem escreveu o livro de Jó?

Graça a vós e paz da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a Ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém. (Apocalipse 1:4-6)

Eita lá! Eita lá! Eita lá!

Especula-se ao longo dos tempos quem foi o autor do livro de Jó. Alguns dizem ter sido Moisés, outros dizem que o próprio Jó escreveu; vamos ver hoje algumas características do livro que talvez nos ajude a descobrir quem realmente escreveu esse livro, que conta uma magnífica história de paciência, sofrimento e libertação.

Antes de qualquer coisa, vale ressaltar que toda história de vida de Jó não foi mera invenção de um  autor; Jó existiu e todos os acontecimentos mencionados no livro são verdadeiros. Nós vemos que Jó era neto de Jacó (Gênesis 46:13) e que o próprio Deus citou Jó como sendo um homem justo (Ezequiel 14:14,20).

Mas o fato é que se torna muito difícil provar, sem contestação, quem foi o autor do livro de Jó, mas há fatos que dão a entender que, em sua maioria, ele foi escrito por uma só pessoa, antes da entrega da Lei de Moisés. Também pode ser que o livro tenha sido escrito por mais de uma pessoa - Jó e Moisés, possivelmente. Suponhamos que Jó tenha escrito todo o relato de sua vida e Moisés tenha finalizado o livro, registrando o fim da vida de Jó.

Vejamos alguns pontos que nos levam a uma melhor compreensão e que talvez nos ajudem a descobrir a autoria desse livro.


  • Quem quer que o tenha escrito, recebeu uma revelação de Deus a respeito das cenas e conversas no céu entre Deus e Satanás, conforme capítulos 1 e 2.
  • Os detalhes das conversas entre Jó e seus amigos, possivelmente foi relatado por alguém que presenciou tudo - talvez pelo próprio Jó. Se foi alguém além de Jó que escreveu essa parte do livro, ele obteve o registro da conversa com alguém que esteve presente ou, mais uma vez, a inspiração foi totalmente divina.
  • O livro foi, sem dúvida, escrito por um judeu, assim como os demais livros do Antigo Testamento; afinal a revelação de Deus veio primeiro aos judeus. (Romanos 3:2)
  • O livro foi escrito antes de Deus entregar a Lei à Moisés; não vemos nele nenhuma referência à lei ou a qualquer instituições dela.
  • Depois de passar por todas as calamidades, Jó viveu mais 140 anos de bonança (Jó 42:16), isso fez com que ele ainda estivesse vivo na época que Moisés estava no deserto.
  • Sabendo que Jó teve 140 anos de bonança depois de seu sofrimento, acreditamos que ele teria tempo suficiente para escrever com todos os detalhes os relatos de sua vida. Com ajuda da inspiração divina, isso se tornaria ainda mais fácil e provável, seja lá quem tenha escrito o livro.
  • Levando em conta que Moisés recebeu revelações acerca da criação do mundo e de várias outras coisas que ele não presenciou e estão escritos no Pentateuco, o livro de Jó também poderia ter sido escrito sob revelação divinal.
  • É certo que Moisés e Jó viveram na mesma época no vasto território desértico que vai da Arábia-Petra ao golfo Persa. Moisés ficou 40 anos apascentando as ovelhas de Jetro nessa região, a mesma onde Jó vivia. Inclusive existe a possibilidade de os dois terem passado algum tempo juntos e, consequentemente, Jó poderia ter passado os relatos de sua vida para Moisés antes deste retornar ao Egito.
  • Uma coisa é absolutamente certa: Moisés aceitou esse livro como parte da revelação divina aos hebreus e o transmitiu às futuras gerações.
  • O estilo poético é diferente da forma como Moisés escreveu no Pentateuco, mas isso não quer dizer que ele não tenha escrito o livro sendo divinamente inspirado. 
  • Diz a tradição que o livro foi escrito por Moisés, o que seria um caso de revelação. Mas existe também a possibilidade de Moisés ter recebido (talvez de Jó) a parte poética do livro e acrescentado a parte histórica e o final da vida de Jó.
  • Uma coisa nós podemos dizer do livro de Jó com certeza total: Ele foi definitivamente inspirado por Deus.

Fonte: Bíblia de Estudo Dake.

E agora? Quem escreveu o livro de Jó?
Foi Moisés? O próprio Jó? Os dois escreveram em conjunto?

Não sabemos ao certo, mas ficam aí fatos e especulações que nos levam a pensar sobre a autoria desse livro que conta uma das mais extraordinárias histórias de sofrimento, paciência, confiança em Deus e provisão divina.

Talvez não teremos certeza sobre quem realmente escreveu esse livro, embora particularmente o Eliézer pense que tanto Moisés quanto Jó, inspirados por Deus, escreveram o registro; porém, resta-nos usar a experiência de Jó para que nossa confiança em Deus seja cada vez maior e que possamos ter plena certeza que o nosso Redentor vive!

Eu espero a sua opinião acerca do assunto através de comentários e me coloco à inteira disposição para sanar dúvidas através do meu Facebook. Eliézer Sejač Rodrigues
Outras dúvidas, críticas e sugestões de novas curiosidades, também serão aceitas.

No amor de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo








10 Responses to "Quem escreveu o livro de Jó?"

  1. que legal é poder saber que existem pessoas que alem de nos passar um pouco da palavra divina ainda nos mostra o passo a passo delas,
    fique muito grato em ter lido um pouco da historia do livro de Jó. rpinto1@rexam.com robson pinto.

    ResponderExcluir
  2. Eliézer,que o nosso Deus,continue sempre te abençoando,porque descobri através da sua dedicação,que o Enoque também era neto de jacó,A Bíblia pouco fala de Enoque e eu tenho muita curiosidade sobre a vida dele.Estou muito feliz por isso.Deus realmente está contigo,um abraço,Lucia.

    ResponderExcluir
  3. Paz, irmâ Lúcia Andrade! Agradeço pelas palavras de incentivo e pelo seu comentário.
    Porém, Rúben, o filho mais velho de Jacó teve um filho a quem pôs o nome de Enoque (Gn 46.9), porém não é o mesmo Enoque que Deus tomou para si.
    O Enoque que foi trasladado viveu anos antes e era filho de Jarede; o avô do Enoque trasladado era Maalalel. (Gn 5.16-22)
    A Bíblia realmente fala pouquíssimo sobre a vida de Enoque, o que nos causa uma curiosidade grande, mas não podemos confundir os dois Enoque's.
    Estou a disposição para esclarecer quaisquer outras dúvida

    ResponderExcluir
  4. Paz, irmâ Lúcia Andrade! Agradeço pelas palavras de incentivo e pelo seu comentário.
    Porém, Rúben, o filho mais velho de Jacó teve um filho a quem pôs o nome de Enoque (Gn 46.9), porém não é o mesmo Enoque que Deus tomou para si.
    O Enoque que foi trasladado viveu anos antes e era filho de Jarede; o avô do Enoque trasladado era Maalalel. (Gn 5.16-22)
    A Bíblia realmente fala pouquíssimo sobre a vida de Enoque, o que nos causa uma curiosidade grande, mas não podemos confundir os dois Enoque's.
    Estou a disposição para esclarecer quaisquer outras dúvida

    ResponderExcluir
  5. quem foi o pai de Jó, ha como saber disso dentro da Bíblia ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz, irmão Elias.
      Veja o que diz Gênesis 46.13 - "E os filhos de Issacar: Tola, Puva, Jó e Sinrom."

      Aparentemente, Jó era filho de Issacar e neto de Jacó... isso nos leva a crer que ele pode ter sido contemporâneo de Moisés. Resta-nos saber se esse Jó citado no primeiro livro da Bíblia é o mesmo do livro que contém seu nome.
      Eu acredito que seja o mesmo, porém não tem como afirmar; é apenas uma especulação.

      Que o Senhor te abençoe grandemente.

      Excluir
  6. a paz do SENHOR JESUS temos como saber quem foi a mãe de DAVI .. boa noite

    ResponderExcluir
  7. a paz do SENHOR JESUS temos como saber quem foi a mãe de DAVI .. boa noite

    ResponderExcluir
  8. Desculpe mas há algo que não faz sentido. Se jo era neto de jaco então é impossível ele ter conhecido Moisés, visto que Moisés nasceu 400 anos depois de jaco, tempo que o povo foi escravizado no Egito. Se fosse assim José teria morrido com mais de 500 anos de idade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdão. Jaco teria morrido com mais de 500 anos.

      Excluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10