O arrebatamento # Viver ao lado de Jesus. (Lauriete)

Por Queila Freitas.

Olá! 
A Paz do Senhor, pessoal! Tudo bem? 
Você está preparado para a volta de Jesus? 

Se Ele vier hoje buscar a sua igreja, você sobe?
Temos que estar a cada minuto preparados, porque em um piscar de olhos Ele vem! Afinal de contas Ele morreu por nós para que um dia também pudéssemos estar com Ele para sempre! 
Seguindo esse tema, o nosso Baú Musical de hoje trouxe "O Arrebatamento" interpretado por Lauriete.

"...Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?" Lucas 12:20



O Arrebatamento

Quando Jesus vier na glória
Vem buscar os remidos dos seus
Cantaremos um hino de vitória
Quando chegarmos ao céu

No dia do arrebatamento
Muitos irão chorar
Vendo os salvos subindo
Para com Jesus ir morar


Ó meu amigo que está me ouvindo
Entrega a Cristo o teu coração
Despreze este mundo de horror
Que lá no céu
Receberás o galardão

Oh Pecador, entrega a tua vida
E tudo nas mãos do Senhor
Porque só nEle acharás guarida
Ele é paz, Ele é luz, Ele é amor.


A Próxima canção é "Viver ao Lado de Jesus", também interpretado por Lauriete. Esta canção tem uma mensagem pra você que está passando um momento muito difícil, talvez você tenha perdido alguém muito querido e isso tem se tornado um tormento pra você, ou talvez você esteja doente, ou então alguém que você não esperava te decepcionou, ou até mesmo você tem de tudo mas parece que a sua vida não tem sentido. Escute essa canção, Jesus é a saída pra tua vida! Ele tem a solução! Aceite a Cristo como teu único e suficiente Salvador, busque a Ele de todo o teu coração e Ele vai falar contigo!

"Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo." 
Romanos 10:9




Viver ao lado de Jesus

Não é normal viver e não sorrir,
Não é normal sorrir pra esconder,
A dor que um dia entrou e não saiu,
E a trás guardada no seu peito.
Eu não aguentaria ser assim,
Ainda bem Jesus habita em mim,
Se anseias te livrar da tua dor,
É só ficar ao lado do Senhor.

Precisas dar um passo pra vencer,
Precisas de outra história pra viver,
Precisas ter um encontro com a luz,
Precisas ter um encontro com Jesus,
E toda sua vida vai mudar,
O teu saber nem pode imaginar,
Pois com palavras nunca se traduz,
Viver ao lado de Jesus.


Que a paz de Cristo Jesus esteja com você! 
Até semana que vem! 

Presente Diário - PELO AMOR


A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. 
1 Coríntios 1:3

Bom dia irmãos, tudo bom? Tudo na paz?
Espero que sim!
Hoje, não tenho nem o que comentar sobre o Presente Diário, mas pedi fervorosamente ao Senhor que esta Palavra fale com vocês, tão fortemente como falou comigo!
Deus os abençoe.

Na paz de Cristo, Pâmela.







28 DE FEVEREIRO

Logo os chamou, e eles o seguiram [Jesus], deixando seu pai, Zebedeu, com os empregados no barco (Marcos 1.20)

PELO AMOR

Referência Bíblica:

Há uma frase que diz “Se não vem pelo amor, vem pela dor” para falar de pessoas que geralmente não querem saber nada a respeito de Deus até que aconteça algum grande problema em sua vida e a única saída é voltar-se para o Senhor. Manassés foi um rei que teve de aprender pela dor. Ele estava tão cheio de si que nem se lembrou de Deus enquanto seguia seu próprio coração. Deus permitiu então que outro povo viesse e o dominasse para quebrar seu orgulho e assim Deus pudesse ser ouvido pelo rei. Graças a Deus por sua paciência e insistência, mas como teria sido melhor se Manassés não precisasse ter passado por tudo isso para servir ao Senhor. Além do mais, sua atitude havia influenciado todo o povo.
Quando Deus fala e fala e a pessoa não ouve, ele precisa manifestar-se de uma forma mais dura para que possa ser ouvido, o que pode nos causar dor. Pode ser por meio de uma doença, crise financeira, a perda de uma pessoa querida, o “status” perante e sociedade, o emprego... enfim, Deus precisa mexer naquilo que nos é mais importante para chamar nossa atenção. Porém, isso também traz consequências na vida das pessoas que nos cercam, e nem sempre conseguimos remediar esses resultados. Graças a Deus que nos ama tanto que, quando precisa, usa a dor para nos trazer para mais perto dele ou para consertar coisas em nossa vida. Mas melhor ainda é ouvir a voz de Deus quando ele nos fala com amabilidade, quando está tudo bem, para evitar o sofrimento pela desobediência. Que os sofrimentos em nossa vida sejam aqueles que Deus permite para nos provar e aperfeiçoar e nunca o sofrimento resultante da desobediência a ele!



Deus nos beneficia com o tom de voz de que precisamos para dar-lhe atenção.


Fonte: Presente Diário 16

Gabriela Rocha - Cuida de mim




Paz do Senhor, amados e amadas! Acabei de conhecer esse hino, e já se tornou um dos meus favoritos. Espero que lhes agrade! Abraços






Pai eu preciso tanto de um abraço Seu
Deus amigo meu
Escolho caminhos, sei que não são os Seus
Mas não me deixa só
Segura a minha mão
Sei que tudo o que eu preciso está
No projeto que Tu tens pra mim
Vem Espírito de Deus me leva
Pro caminho certo a seguir
Eu creio
Pai eu preciso tanto de carinho Seu
Deus amigo meu
Pai eu tenho medo do escuro
Mas não me deixa so
Segure a minha mão
Sei que tudo o que eu preciso está
No projeto que Tu tens pra mim
Vem Espírito de Deus me leva
Pro caminho certo a seguir
Eu creio
Que o Senhor é o meu pastor
E nada me faltará
Que o Senhor é minha força
E eu sou fraco
Minha vida está em suas mãos agora
Cuida de mim Pai, Cuida

Como não cometer idolatria ao dar graças

Por Gabrielle P.

Oi, gente!

Tudo bom!

Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isso estamos alegres. (Salmos 126.3). 
Muito bom passar os dias na presença do Senhor, fazer evangelização com amigos em um domingo quente, e ter um culto benção pura com uma lição de vida incrível na pregação... Gratidão é tudo; mas como fazer com que esse sentimento não se torne idolatria??? 
O texto dessa semana é do meu amigo Pedro, um preletor jovem da igreja que congrego. Espero que gostem... 
Beijo.


Como Não Cometer Idolatria ao Dar Graças

Por John Piper sobre Gratitude, 1997

Jonathan Edwards tem uma palavra para o nosso tempo, que dificilmente seria mais penetrante se ele estivesse vivo hoje. Tem a ver com o fundamento da gratidão.
A verdadeira gratidão ou agradecimento a Deus, por sua bondade para conosco, surge de um fundamento lançado antes: amar a Deus pelo que Ele é em si mesmo; enquanto a gratidão natural não tem tal fundamento antecedente. As comoções graciosas de afeição grata para com Deus, pela bondade recebida, sempre procedem de um estoque de amor já presente no coração, estabelecido em primeiro lugar sobre outro fundamento, a saber, a própria excelência de Deus. [1]
Em outras palavras, a gratidão que agrada a Deus não é, em primeiro plano, um deleite nos benefícios dados por Deus (embora isso faça parte dela). A verdadeira gratidão deve estar enraizada em algo que vem antes, isto é, um deleite na beleza e na excelência do caráter de Deus. Se isto não for o fundamento de nossa gratidão, então não está acima do que o “homem natural” — sem o Espírito e a nova natureza em Cristo — experimenta. Nesse caso, a “gratidão” a Deus não Lhe é mais agradável do que todas as outras emoções que os incrédulos têm sem deleitarem-se nele.

Você não seria honrado se eu lhe agradecesse freqüentemente pelos seus dons para comigo, mas não tivesse consideração espontânea e profunda por você como pessoa. Você se sentiria insultado, não importando o quanto eu lhe agradecesse por seus dons. Se o seu caráter e personalidade não me atraíssem, nem me dessem alegria de estar na sua presença, você se sentiria usado, como uma ferramenta ou uma máquina para produzir as coisas que eu realmente amo.

O mesmo acontece com Deus. Se não somos atraídos por Sua personalidade e caráter, todas as nossas declarações de gratidão são como a gratidão de uma esposa ao marido pelo dinheiro que ela recebe dele para usar em seu relacionamento com outro homem. Esta é exatamente a figura apresentada em Tiago 4:3-4. Tiago critica os motivos da oração que trata a Deus como um marido de adúltera: “Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus”. Por que ele chama essas pessoas que oravam de adúlteras? Porque, embora estivessem orando, estavam abandonando seu marido (Deus) e indo atrás de um amante (o mundo). E para piorar as coisas, estavam pedindo a seu marido (em oração) que financiasse o adultério.

Surpreendentemente, esta mesma dinâmica espiritual deficiente é verdadeira, às vezes, quando as pessoas agradecem a Deus por ter mandado Cristo para morrer por elas. Talvez você já tenha ouvido alguém dizer o quanto devemos ser gratos pela morte de Cristo, porque ela nos mostra o grande valor que Deus nos deu. Qual é o fundamento desta gratidão?

Jonathan Edwards chama isso de gratidão de hipócritas. Por quê? Porque,
primeiro eles se regozijam e se elevam com o fato de que são muito estimados por Deus; e então, sobre esse fundamento, Deus lhes parece de certa forma amável… Eles se alegram no mais alto grau em ouvir o quanto Deus e Cristo os estima. Portanto, o gozo deles é na verdade um gozo em si mesmos, e não em Deus.[2]
É chocante descobrir que uma das descrições mais comuns, hoje, sobre como responder à cruz, pode ser uma descrição de amor natural por si mesmo, sem qualquer valor espiritual.

Faremos bem em dar ouvidos a Jonathan Edwards. Ele não estava apenas nos explicando a verdade bíblica de que devemos fazer todas as coisas, incluindo dar graças, para a glória da Deus (Coríntios 10:31)? E Deus não é glorificado se o fundamento da nossa gratidão é o valor do dom, e não a excelência do Doador. Se a gratidão não está enraizada na beleza de Deus antes do dom, ela provavelmente é uma idolatria disfarçada. Que Deus nos conceda um coração que se deleite nele por aquilo que Ele é, para que toda a nossa gratidão por seus dons seja o eco da alegria na excelência do Doador!

  1.  Jonathan Edwards, Religious Affections, The Works of Jonathan Edwards, Vol. 2, New Haven: Yale University Press, 1959, orig. 1746, p.247.
  2.  Jonathan Edwards, Religious Affections, pp. 250-251.



Presente Diário - HIGHLIGHTS

A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. 
1 Coríntios 1:3



Bom dia meus queridos! Tudo bom? Tudo na paz?
Espero que sim!
Estranharam o título do Presente Diário de hoje? rs Eu, particulamente, estranhei. Maaaaaaas, fui abençoada com essa Palavra que o Senhor reservou para nós hoje!
E peço ao Senhor que da mesma forma que essa palavra falou ao meu coração, ela alcance o coração de cada leitor, em cada canto desse mundo!
Deus os abençoe!!!

Na paz de Cristo, Pâmela.



27 DE FEVEREIRO

Mais vale controlar o seu espírito do que tomar uma cidade (Provérbios 16.32)

HIGHLIGHTS

Referência Bíblica:

O texto de hoje traz uma genealogia; ela conta em 32 versículos um resumo da vida de nove homens, citando os principais fatos de suas vidas. Geralmente, é assim que se conta uma vida: salientam-se as grandes conquistas, ou, como alguns gostam de dizer, highlights (destaques). Em consequência, não raro começamos a olhar para a vida e dar valor apenas para as tais grandes ocasiões, desprezando os assim chamados momentos comuns. Só que a vida acontece em todas as horas de cada dia; cada instante tem a ver com o que vem antes e depois. A vida é uma sequência de decisões, em sua maioria, pequenas e geralmente despercebidas, mas todas interdependentes. São os momentos menos marcantes, aqueles que ninguém contará se algum dia a minha vida for contada, que fazem a grande diferença; os meus momentos secretos, solitários, comuns é que definem que eu sou – e quem eu sou determina meu jeito de agir nas grandes oportunidades.
A sociedade humana valoriza as conquistas, independentemente do caráter do conquistador. Valoriza-se a vitória de um atleta que simula e engana o juiz para conseguir um pênalti. Relevam-se as trapaças, desde que a pessoa vença. Valorizam-se as medalhas, e não a abnegação de quem as conquistou – caso contrário, os atletas paraolímpicos seriam muito valorizados. Assim é a nossa sociedade caída.
Mas os seguidores de Jesus Cristo são chamados para viver de um jeito diferente. A Palavra de Deus ensina que dominar a si mesmo é a grande conquista. Jesus é o nosso modelo de gente; fomos criados para ser como ele, e domínio próprio é um dos aspectos do seu caráter. Os momentos que nos definem são aqueles em que conseguimos superar nossos defeitos, aproximando-nos do nosso exemplo, Cristo. A grande notícia é que o Espírito Santo de Deus age naqueles que se rendem a Jesus para produzir neles o caráter humano que toda pessoa deveria ter.



Que Deus seja honrado em nossa luta para conquistar a nós mesmos.



Fonte: Presente Diário 16

Presente Diário - VALIDADE

A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. 
1 Coríntios 1:3



Bom dia queridos! Tudo na paz? Espero 'ouvir' um amém, rsrs.
Uma pergunta: Qual é seu prazo de validade?
Não sabe? Então, vamos ler o Presente Diário de hoje e também sermos edificados com a palavra do Senhor neste dia que o Senhor já fez!
Que Deus fale ao coração de cada um de vocês de forma única e especial.
Deus os abençoe!







26 DE FEVEREIRO

Ensina-nos a contar os nossos dias, para que o nosso coração alcance sabedoria (Sl 90.12)

VALIDADE

Referência Bíblica:

Um dos cuidados quando vamos às compras é verificar o prazo de validade dos produtos, para não levarmos para casa mercadoria com o prazo vencido. Tudo o que o homem produz um dia desaparecerá: automóveis, eletrodomésticos, móveis, vestuário, alimentos. Tudo tem um prazo de vida: uns duram mais, outros menos. Mas o tempo de vida e utilidade de cada uma dessas coisas fatalmente acabará.
Podemos perguntar: que tenho eu com isso? Nós também temos um prazo de validade: não existiremos para sempre. Uns vivem mais, outros menos, mas nosso prazo certamente terá um fim, não obstante os esforços da ciência. Todos sabem disso, mas muitos vivem totalmente alheios ao fato e têm seus objetivos nas coisas deste mundo: prazeres, conquistas, sucesso, bem-estar; esquecem que após o término do nosso prazo de validade vem o juízo (Hb 9.27). Confira aqui
A consciência disso fez Davi escrever o salmo que lemos. Essa deveria ser a nossa atitude, sabendo que a nossa vida é apenas uma neblina que aparece e logo se dissipa (Tg 4.14) Confira aqui; mas muitos preferem preocupar-se com o aqui e agora, e não com o que virá quando a neblina da vida desaparecer.
O autor do salmo 90 diz que os dias de nossa vida sobem a setenta ou oitenta anos; mas que o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente (Sl 90.10). Confira ;) Por isso pede a Deus que o ensine a contar os dias para ter um coração sábio (Sl 90.12). Confira!
Precisamos cuidar do nosso futuro, da nossa família, precisamos de momentos de lazer; isso é saudável. Mas não podemos viver alheios ao nosso prazo de validade. Devemos lembrar que somos peregrinos neste mundo e que o visto de permanência aqui tem um prazo. Precisamos ter coração sábio para considerar essa realidade. No livro de Amós há uma advertência de Deus aos israelitas, que viviam em grande cegueira espiritual: “Prepare-se para encontrar-se com o seu Deus, ó Israel” (Am 4.12). Confira aqui.



Aviso: O tempo é recurso não renovável.



Fonte: Presente Diário 16



Mousses - Continuação da deliciosa saga!

Olá pessoas lindas! A Paz do Senhor!
Espero que esteja todo mundo bem e feliz! :D

Bom, quinzena passada não pude postar, infelizmente, mas cá estou novamente para continuarmos a aprender receitas deliciosas de Mousses... Eu prometi 5 receitas, e já dei duas.

Enfim, vamos primeiro ao momento céu.
Estava eu em casa, num belo dia, e recebi um link no facebook, de um amigo, para que eu pudesse ver um vídeo. Confesso que não dei muita importância para o link, porque eu confesso que tenho muita preguiça de ver vídeos extensos. Mas eu acabei vendo este video e, para minha surpresa, ele realmente prendeu minha atenção. É muito linda essa mensagem!
Não vou adiantar o tema, nem o que tem no video, mas o que eu posso adiantar é: Se você também não gosta de videos extensos, como eu, você NÃO VAI SE ARREPENDER!! E seu conceito de adorar a Deus vai mudar completamente!






Entãão, vamos voltar ao nosso momento comilança.
Quem está acompanhando a nossa coluna, percebeu que estamos em um 'Curso de Mousses'! (hahaha, adorei o nome!), e hoje eu vou trazer a receita de Mousse de...

de...

MOUSSE DE MARACUJÁ!!

huuummm, que delíciaa!

Vamos à receita:




Mousse de Maracujá
Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite sem soro
1 lata de suco de maracujá
1 maracujá para decorar
Modo de preparo: Abra o maracujá, retire a polpa com semente e tudo e leve ao fogo com um pouco de açúcar. Isso vai facilitar a decoração, e fazer com que o mousse não fique tão azedo. Reserve. A parte, bata no liquidificador o leite condensado, o creme de leite e o suco de maracujá. Coloque em uma travessa, ou se preferir, em formas individuais, espalhe a calda com as sementes por cima e leve pra gelar por cerca de 2 horas. Sirva.

Tudo de bom, não é gente?
Peraí, pensam que acabou? Não acabou, tem mais!
Como quinzena passada não tivemos receita, que tal termos 2 receitas essa semana???


Quem é a favor, levanta a mão!!
\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

Eba! Atendendo a milhaaaares de pedidos (Só que não!), vamos ter, excepcionalmente HOJE, mais uma (inédita!) receita de mousse!!! Todos comemoram!

Mousse de Banana


Doce de banana (Jajá você vai entender ;) )


Ingredientes:

400 g de açúcar

1 litro de água

cravo e canela a gosto

12 bananas nanicas descascadas e cortadas em rodelas

Modo de preparo: Em uma panela em fogo baixo faça um caramelo com açúcar. Quando estiver dourado, coloque 1 litro de água, o cravo e a canela a gosto. Coloque as bananas nanicas descascadas e cortadas em rodelas e cozinhe, mexendo sempre por aproximadamente 35 minutos. Deixe esfriar.


Agora o Mousse propriamente dito:
Ingredientes

400 ml de creme de leite fresco
doce de banana frio (o da receita acima, entendeu agora?)
1 envelope de gelatina em pó incolor (dissolvida conforme a embalagem)

Modo de preparo: Em uma batedeira bata o creme de leite fresco até o ponto de chantilly. Desligue a batedeira e misture o doce de banana frio.  Adicione o envelope de gelatina em pó previamente dissolvido. Despeje em uma forma ou em formas individuais, decore com bananas cortadas e leve à geladeira até a hora de servir. Sirva em seguida.
________________________________________________________________
Delícia, né gente? Muito bom mesmo!
Espero que tenham gostado do vídeo e das nossas receitinhas de hoje!

Até o próximo post, se Deus permitir!
Super beijo no coração!
E não se esqueçam:

"Nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que procede da boca de Deus" Mateus 4.4b

Presente Diário - IGREJA


A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. 
1 Coríntios 1:3

Bom dia meus queridos e amados irmãos! Tudo na paz? Espero que sim!
Mais uma semana que o Senhor nos permitiu iniciar! Mais um dia que as tuas misericórdias se renovaram em nossas vidas! Aleluias...
Que possamos ser, em todo tempo, agradecidos ao Senhor por toda a Tua graça e Teu amor!


Para os que estão chegando agora, sejam muito bem-vindos!
E para os que já estão há um tempo acompanhando, voltem sempre e sejam cada dia mais edificados com a Palavra do Senhor!

E aqui vai, para relembrar:
Passo a passo para o devocional =)

1º VERSÍCULO EM DESTAQUE
2º REFERÊNCIA BÍBLICA
3º TEXTO DE REFLEXÃO



Na paz de Cristo, Pâmela.




25 DE FEVEREIRO

Como são felizes os que habitam em tua casa; louvam-te sem cessar (Salmo 84.4)

IGREJA

Referência Bíblica:

No período do Antigo Testamento, o povo de Deus adorava o Senhor no templo em Jerusalém. Aquele espaço era a casa de Deus, o lugar da sua habitação. Alguns salmos demonstram a importância do templo para a vida espiritual dos israelitas: os salmos 96 e 100 são bons exemplos.
Entretanto, com a vinda de Jesus Cristo, sua morte e ressurreição, o templo não é mais um lugar necessário para o ser humano se reconciliar com Deus. A reconciliação acontece por meio de Jesus Cristo, o único caminho para Deus. Por meio do Espírito Santo, Deus vive nos que nele crêem, de forma que não habita mais em templos feitos por mãos humanas. (At. 17.24)
Por causa desta noção, cresce em nossos dias o número de pessoas que desejam viver sua fé cristã fora das igrejas institucionalmente constituídas. Desejam a simplicidade do evangelho à parte das formalidades de uma instituição.
O salmo que lemos fala da alegria de estar no templo do Senhor! Não temos mais aquele templo, nem necessitamos reconstruí-lo de alguma forma.
No entanto, a reunião dos que crêem em Jesus pode e deve ser um momento de alegria. Ela é indispensável como espaço e oportunidade para promover a vida: onde “até o pardal encontra um lar”, como acabamos de ler. A Igreja, como a comunhão dos salvos e santos, deve ser o espaço para encontrarmos forças no Senhor, onde oramos em conjunto em nome de Jesus. Ali é o lugar para adorar e louvar o Senhor de coração com todo o nosso ser, e onde unanimemente confessamos a fé no Trino Deus e manifestamos nossa confiança nele.
Mesmo que haja problemas e dificuldades de relacionamento causados pelo pecado (a imperfeição do nosso relacionamento com Deus), a Igreja é espaço para cura e restauração de vidas, o lugar onde o evangelho é pregado e onde por isso Deus age.






Nada é melhor que a comunidade dos filhos de Deus.




Fonte: Presente Diário 16

O que significa Orar


> Orar significa apresentar-me ao Pai, com Jesus, meu Irmão mais velho, para que Ele interceda por mim;
> Orar significa poder dizer tudo Àquele cujo amor é sem medida e cujo poder é sem limites;
> Orar significa abrir, com ilimitada confiança, meu coração a Deus, Seu amor paternal, e depois sair correndo, alegre como uma criança;
> Orar significa prostrar-me no pó, como pecador, perante Deus – ‘Não sou digno de ser chamado Teu filho’ – e deixar-se abraçar carinhosamente por Ele, como um agraciado;
> Orar significa correr como uma criança apressadamente ao Pai – para ao mesmo tempo, pedir, amar, receber e agradecer. Que felicidade!
> Orar significa tornar-se silencioso na presença de Deus e abandonar tudo o que é deste mundo – escutar a Deus e deixá-Lo falar;
> Orar significa invocar o nome de Jesus, a Quem foi dado todo o poder no Céu e na Terra;
> Orar significa acolher, na fé, numa atitude de contínua gratidão, o que Deus nos prometeu mediante a Sua Palavra;
> Orar significa fixar o olhar na cruz de Cristo, pela qual já foi vencida toda a força do inimigo;
> Orar significa clamar, triunfantemente, para dentro das trevas: Sim, amém, aconteceu! O Deus todo-poderoso conquistou o Reino, e o império foi dado a Jesus Cristo;
> Orar significa aplicar o sangue de Cristo sobre minhas limitações e as dos outros – tais orações têm poder libertador;
> Orar significa entoar o hino de Redenção sobre todo o pecado, pois eu oro Àquele que já destruiu o poder do pecado na Cruz;
> Orar significa: Na fé, invadir o terreno do inimigo e plantar ali a bandeira vitoriosa da Cruz;
> Orar significa desviar o olhar das coisas visíveis, para fixá-lo no invisível;
> Orar significa fazer descer o Céu à Terra e realizar transformações divinas nos corações humanos e nas circunstâncias da vida;
> Orar significa poder entrar num colóquio íntimo e amorável com Jesus, assim como um amigo fala com seu amigo;
> Orar significa contemplar a Deus e mergulhar nas profundezas de Seu amor e de Sua graça.
Basilea Schlink

E conhecereis a verdade... (Versão curiosidades)

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 2 Timóteo 2:15


Paz, turma de Deus!

O versículo em Timóteo fala para manejarmos bem a palavra da verdade, a Bíblia, como bons obreiros não podemos nos fazer envergonhar não tendo resposta para alguma questão referente a nossa fé, ate por que, TUDO esta já escrito na Bíblia, as respostas estão todas lá.

Vamos mais uma vez falar da importância de conhecer bem a palavra de Deus, hoje quero trazer algo mais “leve”, que não deixa de ser sério, mas que vou tratar como “curiosidades” que geralmente aprendemos errado desde muito cedo na “igreja” e isso pode nos levar a sérios problemas de interpretação.

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (MT 6:33). Hoje em dia isso é muito citado pelos teólogos da prosperidade. Pode parecer que o texto fala que carros, bênçãos, casas, sucesso, casamento, vem de forma automática quando buscamos o reino de Deus em primeiro lugar. Agora dê uma lida um pouquinho antes: Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Mateus 6:31. Ficou claro que o versículo esta falando sobre que Deus não nos deixará faltar o básico, comida, bebida, vestimenta. Só e somente só isso!

Vamos a segunda curiosidade: Em Êxodo vemos que Moisés tocou o mar com seu cajado e, então o mar se abriu e o povo passou. Errado. Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o SENHOR fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas. Êxodo 14:21 – Moisés não chegou a tocar o mar com o cajado, ele simplesmente ESTENDEU A SUA MÃO SOBRE O MAR, e então ele se abriu. Claro, não é nem um erro absurdo que vai nos tirar a salvação, mas, é sempre melhor conhecermos a verdade como ele é não é mesmo?

E Davi? Davi acertou a testa do gigante Golias, que caiu morto no chão, então Davi cortou sua cabeça. Errado também. Por isso correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus, que o seu herói era morto, fugiram. 1 Samuel 17:51 – Davi acertou Golias com a pedra sim, isso o feriu, certamente o deixou atordoado e ele caiu mas, não morto, a morte mesmo se deu quando Davi, tomando sua própria espada o matou.

Vamos a mais uma: Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; E não quereis vir a mim para terdes vida. João 5:39-40 – Jesus aqui não está mandando ler ou examinar as Escrituras, como geralmente vemos sendo pregado esse texto (claro, Ele manda e toda a bíblia ensina que devemos ler, mas não aqui). Jesus na verdade aqui está dizendo que o povo lia, conhecia, mas não colocava em prática, mais precisamente nesse contexto Jesus os cobrava a respeito de AMAR, pois havia preconceito contra Ele mesmo por parte do povo, justamente por Ele ser humilde (eu acho que vi essas coisas acontecendo em algum lugar rsrs)

E por último, mas não menos importante, a última curiosidade, um texto só, onde muita gente tira muita coisa que, na verdade, não está escrito: E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. Atos 2:2-4
Vou ser objetivo. Não veio nenhum vento impetuoso como muitos pregam (geralmente gritam nesse caso rsrs), foi apenas um BARULHO, COMO DE UM VENTO VEEMENTE/IMPETUOSO e não o vento propriamente dito. E com relação a outras línguas, não eram línguas “dos anjos” mas outras línguas mesmo, conhecidas, estranhas a eles (galileus) mas conhecidas dos outros que ali estavam (mais ou menos de 16 povos diferentes) Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos? Atos 2:8 – Simples não?

Bom, hoje fico por aqui, espero que tenham gostado das curiosidades, e que, principalmente elas tenham aguçado em nós mais vontade ainda de saber o que, de fato, está escrito.

Nele, que nos ensinou a conhecer e manejar bem a Palavra;

Vinicius Aguiar
@Vinyaguiar

Acalme-se


Se ele aquietar, quem então inquietará? (Jó 34.29.) 
Existe um tipo de calma que se manifesta em meio à fúria do temporal. Vamos navegando tranqüilamente; Ele está conosco no barco, ao chegarmos ao meio do lago, longe da terra, sob a escuridão da noite, de repente levanta-se uma furiosa tempestade. A terra e o inferno parecem estar aliados contra nós, e cada onda parece que vai tragar-nos.
Mas ali Ele desperta do Seu sono e repreende as ondas; Sua mão levantada traz bênção e repouso sobre a ira dos elementos em tumulto. E a sua voz faz-se ouvir acima do silvo dos ventos que crispam as águas: "Cala-te, aquieta-te".
— Você não a está ouvindo? Segue-se depois uma grande bonança. "Se ele aquietar..." Existe uma calma que está presente, mesmo quando não sentimos consolações.
Algumas vezes Ele retira de nós esses sentimentos, porque começamos a dar-lhes muito valor. Somos tentados a olhar para o gozo, para os êxtases, para os transportes e visões, com uma atenção um tanto especial. Então ele, por nos amar muito, os afasta de nós.
Mas por Sua graça, nos leva a distinguir entre os sentimentos e Ele mesmo. Chega-Se a nós e nos assegura de Sua presença. E uma grande calma nos vem guardar o coração e a mente. "Se ele aquietar, quem então inquietará?"

                   Trecho retirado e adaptado do livro: Mananciais no deserto (Lettie B. Cowman)

Por: Camila Scherrer


Ótima semana à todos!
Fiquem com Deus


Presente Diário - JEITINHO


A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. 
1 Coríntios 1:3

BOM DIAAAAA Amados, tudo na paz?
Amém.
Pois é, finalmente chegou o fim de semana! Às vezes corrido, às vezes tranquilo...
Mas o mais importante, é ser guiado exclusivamente pela vontade do Senhor, amém?
A palavra de hoje fala sobre... "Obediência".
Que vocês sejam edificados, assim como eu fui!
O Deus de paz os abençoe!


Para os que estão chegando agora, sejam muito bem-vindos!
E para os que já estão há um tempo acompanhando, voltem sempre e sejam cada dia mais edificados com a Palavra do Senhor!

E aqui vai, para relembrar:
Passo a passo para o devocional =)

1º VERSÍCULO EM DESTAQUE
2º REFERÊNCIA BÍBLICA
3º TEXTO DE REFLEXÃO



Na paz de Cristo, Pâmela.



23 DE FEVEREIRO

O que é que o Senhor Deus prefere? Obediência ou oferta de sacrifícios? É melhor obedecer a Deus do que oferecer-lhe as melhores ovelhas. (1Sm. 15.22 NTLH)

JEITINHO

Referência Bíblica:

1 Samuel 15.1-3 ; 7-23 1 Samuel 15.1-3 / 1 Samuel 15.7-23

(Leiam as duas referências, amém?)

O que acontecerá se resolvermos não seguir uma receita exatamente? Se decidirmos colocar duas xícaras de farinha a mais e deixar de fora o fermento num bolo? Ou não temperarmos com sal o feijão? Não seguir uma receita pode levar-nos a erro no preparo dos alimentos. Eles podem até ficar parecidos com o que se pretendia, mas não serão o que deveriam ser – não com o mesmo gosto ou consistência. Podem até ficar intragáveis. Se isso acontecer, adianta culpar a receita? Em meu caderno de receitas copiei de uma revista 20 “dicas” para estragar uma boa receita. Há muitos modos de tentar melhorar algo e conseguir um mau resultado. Mas não esqueça: a responsabilidade sempre será nossa!
Não é apenas na cozinha que agimos assim. Queremos dar um “jeitinho” em nossa vida também. No texto de hoje, Saul fez isso e ainda disse que havia seguido as instruções do Senhor (v 13). Como pôde se enganar assim? Este é um problema do “jeitinho”: achamos que fizemos algo bom, mas na verdade desobedecemos. Acaso Israel não tinha animais para oferecer em sacrifício? E o rei poupado, que bem traria ao povo?
Nossas ideias, por mais criativas que forem, nunca serão melhores que os planos de Deus. Se desejamos obedecer-lhe, não há alternativa senão seguir  à risca suas instruções, sem “inventar moda”. Ainda mais quando a ordem é clara. Devemos simplesmente obedecer. Agora, se por algum motivo você escolher “modificar a receita”, não diga que está obedecendo, como Saul fez (v 20). Também não culpe os outros ou a Deus, nem reclame das conseqüências – no caso do rei, seu trono foi dado a Davi, um servo de Deus disposto a obedecer. Quem não obedece às instruções divinas está seguindo seu próprio plano e não o de Deus. Pensando bem, dá para perceber que “jeitinhos” não ajudam em nada!


  

O valor do jeitinho já desprezível até no nome.




Fonte: Presente Diário 16

Blog Archive

TOP 10