Quem/o que entra na nossa casa?


Não levem coisa alguma que seja detestável para dentro de casa, se não também vocês serão separados para a destruição. Considerem tudo isso proibido e detestem-no totalmente, pois está separado para a destruição. (Deuteronômio 7:26)

Paz, turma!!!

Mais um versículo totalmente autoexplicativo. Quero usar o contexto de casa aqui pra esse de “dentro de nós” mesmo. Como casa/templo do Espírito Santo que somos temos a obrigação de controlar o que entra nesse lugar e é um pouco disso que quero falar hoje.

Vejam bem, somos o que comemos, o que vemos, o que ouvimos. Temos que aprender a filtrar e controlar o que entra, seja no corpo ou na alma. Ninguém fica culto por acaso, ninguém fica bem fisicamente por puro fator genético (embora isso ajude muito), ninguém deixa habito de falar palavrões, ouvir música com palavreados torpes e letras absurdas assim “do nada”, precisamos nos esforçar, precisamos aprender a parar de deixar entrar lixo dentro da nossa vida.

Infelizmente subestimamos demais o poder que a mídia possui, o poder que a música tem. Sobre a TV, você que assiste novela com toda certeza já se pegou torcendo pra que alguma traição seja consumada não é mesmo? Ou até mesmo pra que a vítima consiga se vingar, acabar com a vida da vilã, ou quem sabe pra que haja alguma morte exemplar. Poderia fazer um estudo grande, mas muito grande somente sobre o poder que a música exerce sobre a gente, o estilo que ouvimos, as letras, os ritmos, tudo exerce uma influencia gigantesca em nós. Em suma basta dizer que satanás era o “líder de louvor” no céu, disso ele entende bem, sabe como usar.

Não vou dar uma de moralista aqui, não liguem TV, se alguém ouvir música secular perto de você “amarre” e saia correndo, não, claro que não, não somos desse mundo mas vivemos aqui, temos uma vida “secular” também, mas precisamos aprender a lidar com isso, é a velha história do alimento: Temos Espirito e temos corpo, o que alimentarmos mais vai levar nossa alma a escolher a carnalidade ou a espiritualidade.

Se quisermos crescer, em todos os sentidos, não podemos deixar entrar qualquer lixo dentro de nós, isso cega o entendimento, atrasa a vida.

Precisamos fazer separação entre santo e profano, puro e impuro. A intemperança (o que comemos e o que colocamos na mente) obscurece o discernimento.

Escolha bem seu alimento, escolha bem a música que você ouve, escolha bem o programa que você assiste, e assim, estará escolhendo bem seu futuro, o que você vai ser.

Sede santos, por que eu sou santo, não é uma possibilidade humana, é uma ordem divina (e com a ajuda Dele) pra quem quer realmente andar com Ele. Ser santo é ser separado, e ser separado é também separar da nossa vida o que sabemos que não deve estar nela, o que não serve, não edifica, não convém, não simplesmente por que Deus manda, mas por que realmente vai nos fazer mal, muito mal.

Não nos conformemos com esse mundo, renovemos nosso entendimento. Vamos excluir o que não serve, em todos os sentidos, o que não faz bem pro corpo, pra alma, pro espirito, precisa ficar longe, bem longe de nós.

Nele, que nos chamou a ser puros e santos;

Vinicius Aguiar
@vinyaguiar

0 Comentários em "Quem/o que entra na nossa casa?"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10