Equipados!



Aquela manhã agradável de sábado prometia muita diversão. Era o dia do campeonato colegial de futebol e Giovanni era um dos meninos da escola que melhor jogava o esporte que é paixão nacional. Bia acordou disposta e queria muito ver os jogos em que seu irmão participaria. Além disso, ela iria rever sua prima Mily, que acompanharia o irmão, Gadi.

Giovanni preparou seus equipamentos: checou chuteiras, meias, calção e até uma faixa azul que usaria na cabeça. E logo começou a apressar Bia para irem ao campo de futebol da escola.

Chegando na escola, Mily e Gadi já esperavam pelos dois e, depois dos tradicionais cumprimentos, os quatro se dirigiram ao campo de futebol que já tinha várias crianças agrupadas, esperando o início dos jogos.

Para felicidade das meninas, o primeiro jogo já teria participação de Giovanni e Gadi; então Mily e Bia se acomodaram nas arquibancadas para não perderem um lance do jogo.

Enquanto isso no gramado, os meninos ajustavam os equipamentos necessários para a prático do futebol. Giovanni percebeu que Gadi tirava de uma bolsa, um par de caneleiras brancas e colocava-as por sob as meias; então notou que havia esquecidas as suas em casa.

Giovanni não sabia se jogava sem caneleiras ou se avisava ao professor e corria o risco de ficar de fora do primeiro jogo. Mas depois de segundos pensando consigo mesmo, resolveu entrar em campo de jogo assim mesmo; depois do primeiro jogo ele daria um jeito de buscar suas caneleiras.

Quem já jogou futebol, sabe como a caneleira é um equipamento importante para a integridade física do atleta e sabe como ela evita algumas graves lesões.

Giovanni tentou não transparecer o nervosismo e o medo de se machucar... O árbitro soprou o apito e teve início ao jogo. Gadi corria de um lado para o outro, era um motorzinho - como se diz na linguagem universal do futebol. Enquanto Giovanni, com medo de se machucar, parecia estar pisando em ovos e quase não aparecia no jogo.

Em um desses vacilos de Giovanni, a equipe adversária marcou um gol e Bia quase chorou na arquibancada, desesperada e aflita pela falha do irmão. Logo depois, Gadi fez um gol e o jogo ficou empatado, tirando um largo sorriso do rosto de Mily e aplausos incontrolados.
Gadi, sorridente, passou por Giovanni e incentivou o menino a pegar a bola  correr. E ele decidiu fazer isso...

A primeira arrancada com bola dada por Giovanni foi parada com falta e ele ficou no chão aparentando sentir fortes dores. Todos correram para ver o que havia acontecido com o menino e grande foi a surpresa e susto, principalmente de Bia, ao ver que o menino estava com a canela roxa e precisaria sair de campo para dar lugar à um substituto.

Se Giovanni estivesse usando caneleiras, elas protegeriam-no e ele continuaria no jogo. Como não as usava, machucou-se e ficou de fora de todos os demais jogos do dia, frustrando as expectativas de Bia para com o bom futebol do irmão.

Depois daquele dia, Giovanni nunca mais jogou sem os equipamentos necessários... Para o menino, ao menos para uma coisa aquele dia serviu: aprender a respeitar as regras do jogo e jamais entrar em campo sem todos os equipamentos precisos.
__________________________________________________________

Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. (Efésios 6:11)


Da mesma forma que um atleta, seja ele de qualquer esporte, nós precisamos ter todos os equipamentos para poder entrar na batalha contra o inimigo de nossas almas. 


A Bíblia é bem clara quando nos aconselha a estarmos revestidos de TODA a armadura de Deus; não apenas de um ou dois equipamentos. Da mesma forma como nossa armadura não pode estar desajustada, também não pode nos faltar nenhum ítem de nosso equipamento espiritual.


Se estivermos cingidos com a verdade e vestidos com a justiça, mas nos faltar o escudo da fé, o inimigo pode nos atingir justamente nesse ponto. É sempre assim... ele é muito astuto e procura em nós fraquezas para que possa nos atacar, nos ferir e nos deixar fora de combate.


Se algum ítem do nosso vestuário espiritual, citado por Paulo em Efésios 6:11-17, estiver faltando... tenhamos cuidado! Aí pode estar a nossa ruína. Não entremos na batalha sem proteção.


Busquemos, pois, a Deus e roguemos para que ele nos revista com TODA a Sua armadura. Ajustemos as que estão mal encaixadas ou desajustadas, e só então, totalmente protegidos, poderemos empunhar a Espada do Espírito e atacar principados, potestades e hostes espirituais do mal... Sendo assim, sairemos vitoriosos em Cristo Jesus.


Em Cristo, no qual somos muito mais do que vencedores
Eliézer Sejač Rodrigues

0 Comentários em "Equipados!"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10