O AMOR É LINDO!!! - IIA (E É, de Fato!)

Grandioso mistério: A Bíblia compara o amor conjugal com o Amor de Cristo pela Igreja!

A Paz do Senhor Jesus esteja contigo!
Estou escrevendo este texto na tarde de sábado, dia 21.04.12, com duas semanas de antecedência... Por quê? Porque no momento que este texto estiver sendo publicado no blog (06.05.12), estarei vivendo minhas primeiras horas como esposo da minha amada Queila, grande mulher de Deus e minha tão esperada bênção! Com certeza, minhas duas últimas semanas de solteiro terão sido tão intensas, cheias de compromissos e tarefas, que não terei tido tempo nem para entrar na internet, ou para escrever... Mas a bênção matrimonial de Deus sobre nosso amor (“Danielson & Queila para sempre!”) refrigerará todo cansaço e luta, coroando nossa vitória! (na foto a seguir, eu e a Queila em nossa igreja, no dia de nosso noivado...)
Ou seja: apesar de tantas lutas, contrariedades, pessoas querendo atrapalhar e até “profetizando” e “orando CONTRA", a Palavra de Deus liberada sobre nossas vidas – que seríamos um casal feliz, unidos por Deus, e juntos faríamos a Obra do Senhor! - se cumpriu! Contra todos os inimigos, o amor venceu! Aleluia!
Aliás, como está escrito: o Amor tudo suporta, tudo espera... O Amor vence!
(É o que fala a canção “Guriazinha Toda Linda”, composta por mim para a Queila. Postei-a na Twitcam: Assista!)
Mas não foi só para dar este meu feliz testemunho que estou escrevendo! Quero aproveitar o momento que estou vivendo, para complementar alguns pontos abordados no texto "O Amor É Lindo" (para ler, clique aqui), publicado neste blog há poucas semanas.
Quero aprofundar o conceito de AMOR EXCLUSIVO.
Lembrando: o “amor inclusivo” é o amor compartilhado por várias pessoas, e que faz com que outras pessoas possam ser acrescentadas ao grupo de amados. O amor inclusivo, como o fraternal, “inclui” as pessoas!
Já o amor exclusivo é o tipo de amor que é compartilhado restritivamente por aqueles que se amam, de maneira especial e única, não podendo ser compartilhado por mais ninguém. O amor conjugal é um amor exclusivo.
No texto citado, eu chamo a atenção que tanto o amor inclusivo quanto o amor exclusivo são necessários para que a vida afetiva de uma pessoa seja, de fato, plena! Todos precisam amar e ser amados, tanto inclusivamente quanto exclusivamente!
O amor da Igreja para consigo mesma e para com o mundo deveria ser uma amor inclusivo... Deveríamos amar nossos irmãos de fé de tal forma que eles se sentissem parte importante de nossas vidas, e deveríamos amar os que ainda não são da fé de tal forma que eles pudessem ser acolhidos no seio da Igreja... Infelizmente, às vezes NEM AMOR HÁ entre aqueles que professam a fé... (Me perdoem, mas é a verdade!) Jesus derramou Seu Amor em nós, pelo Espírito Santo, e ordenou-os que nos amássemos como Ele nos ama... Mas nossa tendência é ignorar, negligenciar e esquecer este Mandamento do Senhor, e continuamos cultivando nosso vil egoísmo! (Perdão, Senhor!!! Nos ajude a nos arrepender de nosso desamor!)
Mas falemos do “amor exclusivo”. Quero te convidar a abrir tua Bíblia na Carta do Apóstolo Paulo aos Efésios:

22 Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao SENHOR;
23 Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
24 De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.
25 Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,
26 Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,
27 Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
28 Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
29 Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;
30 Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos.
31 Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.
32 Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja.
33 Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.” (Efésios 5.22-33)

Enquanto em outros trechos da Bíblia (como em I Coríntios 13) trata-se do Amor de um ponto de vista amplo e geral, e em ainda em outros (como no Salmo 133) trata-se do amor em seus aspectos inclusivos, este trecho da carta aos Efésios trata especificamente do amor exclusivo.
(Não quero que o leitor restrinja o “amor exclusivo” ao “amor conjugal”: “exclusivo” é todo amor que não pode ser amplamente compartilhado, restringindo-se à dupla que ama. Te convido a exercitar tua capacidade reflexiva e apresentar, logo abaixo nos “Comentários”, exemplos de amor exclusivo além do conjugal.)
Tanto nesses quanto nos outros trechos bíblicos onde a idéia de “amor exclusivo” é evocada, podemos destacar alguns pontos comum:
  • Sinceridade
  • Dedicação mútua
  • Fidelidade mútua
  • Honra mútua
  • Lealdade mútua
  • Perseverança
  • Constância
  • Comunhão íntima
Tratando-se do amor conjugal, que é o exemplo mais claro de amor exclusivo, lembro que recentemente num texto (para ler, clique aqui: “Gado Defeituoso & Fogo Estranho”) eu abordava a idéia de que se não cuidarmos de nossa própria casa não somos dignos de cuidar da Casa de Deus. Relacionando isso com a vida conjugal, invariavelmente isso quer dizer que se não formos capazes de viver o amor exclusivo de maneira saudável e plena, em nossa vida particular, não seremos capazes nem de sermos felizes, muito menos de cumprir com nosso ministério. (Máxima: “O primeiro e fundamental ministério é a família!”)
Logo mais, nesta mesma coluna, a parte "B" deste texto, concluindo esta reflexão (dividi em 2 partes, pois ficou muito longo...)
Que o Amor de Deus se manifeste mais e mais em tua vida, em Nome de Jesus!
Até mais!
Forte abraço!
Ev. Danielson, o feliz e abençoado esposo da Queila.

A lista completa das minhas publicações está disponível em: www.danibw.zip.net/semeador

0 Comentários em "O AMOR É LINDO!!! - IIA (E É, de Fato!)"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10