TÁ BICHADO!!!

Como pode acontecer que o maná mandado por Deus criou vermes???
A Paz do Senhor!
O Livro de Êxodo, em seu 16º capítulo, conta uma história muito importante para entendermos algumas coisas que acontece em nossas vidas. Narra as Sagradas Escrituras que o povo de Deus, tendo sido libertos das mãos do faraó através do ministério de Moisés, estava no deserto e sentia fome. Começaram a murmurar contra Moisés coisas do tipo:
- Melhor ter ficado no Egito do que morrer de fome no deserto!”
Moisés recebeu de Deus a Palavra de que o povo não estava “contra Moisés”, mas sim contra o Próprio Deus, em suas murmurações. Entretanto, mesmo o povo ofendendo a Deus, o Senhor não desampararia Seus filhos eleitos: enviaria provisão do Céu, para que o povo não padecesse. Contudo, havia um princípio a ser seguido: o alimento seria somente a porção diária, não podendo ser guardada para o dia seguinte.
Moisés anunciou todas essas coisas ao povo, orientando-o em como colher o “pão do Céu”, algo que eles nunca haviam visto (os entendidos dizem que “maná” significa “O que é isso???”). Assim, na manhã seguinte, o “pão do Céu”, o “maná”, estava à disposição para ser colhido. Vejamos o diz as Sagradas Escrituras:

- Esta é a palavra que o SENHOR tem mandado: Colhei dele cada um conforme ao que pode comer, um ômer por cabeça, segundo o número das vossas almas; cada um tomará para os que se acharem na sua tenda.
E os filhos de Israel fizeram assim; e colheram, uns mais e outros menos. Porém, medindo-o com o ômer, não sobejava ao que colhera muito, nem faltava ao que colhera pouco; cada um colheu tanto quanto podia comer. E disse-lhes Moisés:
- Ninguém deixe dele para amanhã. 
Eles, porém, não deram ouvidos a Moisés, antes alguns deles deixaram dele para o dia seguinte; e criou bichos, e cheirava mal; por isso indignou-se Moisés contra eles.
Eles, pois, o colhiam cada manhã, cada um conforme ao que podia comer; porque, aquecendo o sol, derretia-se.” (Êxodo 16.16-21)

Conseguiste perceber algo nesta narrativa? O maná “bichou” e apodreceu!
Como a provisão de Deus poderia ter estragado?
(Será que Deus mandou a bênção errada, ou se enganou???)
Como o pão do Céu poderia ter “bichado”?
Como pode uma bênção de Deus apodrecer e cheirar mal???
Veja bem: Deus ouviu o clamor do povo e enviou provisão... Foi Deus que enviou esta provisão, esta bênção esperada... Veio de Deus!!! Como poderia estar “bichada”?
O problema não estava NA BÊNÇÃO, muito menos em Deus que enviou a bênção: o problema é que a bênção foi “usada” FORA DOS PRINCÍPIOS ESTABELECIDOS POR DEUS!
Avalia-te a ti mesmo, e reflita:
Quantas vezes uma bênção tão esperada e pedida foi entregue em tua vida, mas logo em seguida “bichou”?
Quantas vezes algo que era para ser uma grande bênção tornou-se, em seguida, em “maldição”?
Talvez, houve um tempo que tu estavas passando por dificuldades financeiras, e pedia a Deus que te ajudasse... Então, abriu-se uma grande oportunidade de renda! Aleluia! Tu ficaste tão feliz... Mas, rapidamente, esta grande oportunidade “bichou”, e passou a dar mais incômodo e problema do que a tão prometida renda... Era como se o teu maná houvesse bichado e apodrecido!
Talvez, houve um tempo que tu pedias direção de Deus quanto ao teu chamado, teu ministério... De repente, tu recebes um renovo, uma unção poderosa sobre tua vida, e teu ministério começou a deslanchar... Mas, da mesma forma repentina, esse ministério começou a trazer mais lutas e dificuldades, à ponto de até tua fé ficar abalada e tu quase te apostatar, devido as feridas e frustrações... É como se teu maná houvesse apodrecido e passasse a cheirar mal!
Talvez, tu tinhas problemas de relacionamento, e pedia a Deus que apascentasse teu coração, e enviasse relacionamentos saudáveis – amizades, namoro, casamento... E isso, de fato, aconteceu! Mas, “do nada”, esses relacionamentos que pareciam tão abençoados, começaram a causar frustrações, decepções, feridas maiores do que alegrias... É como se teu maná houvesse estragado e criado bichos: já não prestava mais!
Talvez, nenhuma dessas situações acima aconteceu contigo... Mas alguma outra, quando tu paraste para pensar: “Será que isso é bênção, de fato, ou será que é maldição?”
Nestes momentos, questionamos a Deus... Nos sentimos injustiçados... Nos sentimos decepcionados, literalmente, “com Deus e com todo o mundo”! A frustração é tanta que nos revoltamos contra tudo e contra todos! A dor da decepção é tão intensa que nos desanima, nos afasta, nos desacredita...
Mas assim como povo de Deus no deserto, o problema não está com o maná (a bênção), muito menos com o Deus que ouviu nossas orações e enviou Sua bênção: o problema é que quebramos princípios!
Talvez, ao recebermos a “porta” de renda, nos tornamos obcecados pelo trabalho, esquecendo-nos da igreja, da família e de Deus!
Talvez, por assumirmos um ministério, nos tornamos vaidosos e soberbos!
Talvez, nos tornamos dependentes emocionais daqueles novos relacionamentos, colocando estes relacionamentos acima dos princípios de Deus!
Talvez, estejamos adorando à bênção, e tenhamos nos esquecido de adorar ao Deus que nos abençoa! É por isso que nosso maná bichou!
O maná não bichou por causa de Deus... Mas por causa da quebra dos princípios! Mas Deus restaurou a bênção, assim que os princípios foram restabelecidos – e nunca mais o maná bichou!!!
Deus não faz acepção de pessoas, e nem quer que o ímpio seja destruído... Ao contrário, Deus ama a todos e quer que todos se arrependam, para que possam viver sob Suas bênçãos!
Se o teu – ou o meu – maná “bichou”, ainda há uma esperança: o arrependimento e o restabelecimento dos princípios que foram quebrados!
Mas para isso, é necessário reconhecer nosso erro! Não podemos corrigir algo, se não reconhecemos nosso erro!
Enquanto ficarmos transferindo nossa responsabilidade – e culpa! - aos homens que nos rodeiam, ou mesmo a Deus, não há como haver arrependimento! E sem arrependimento, não há restabelecimento de princípios... E sem restabelecimento de princípios, o maná continuará bichado!
Tem gente tão orgulhosa, ou covarde, ou tola – ou as três coisas! - que prefere continuar comendo maná podre, bichado e fedorento, ao dar o braço a torcer e reconhecer que o erro está em si mesmo!
Mas para aqueles que, humildemente, reconhecem seus erros, humilham-se perante a Deus, restauram os princípios quebrado, há a misericórdia de Deus para o restabelecimento da bênção!
Isso valeu para o povo de Deus no deserto...
...Isso vale para mim...
...e isso vale para ti!
Paremos, portanto, de murmurar contra Moisés (o líder), contra Arão (nossos irmãos), contra o maná (a bênção) ou contra Deus! Assumamos nós mesmos nossas responsabilidades, e nos arrependamos de nossos erros!
E voltemos, alegremente, para colher o maná de cada dia...
...sem voltar a ferir os princípios que Deus estabeleceu para nossas vidas, através de Sua Santa Palavra!
Que assim seja!
Que o Espírito de Deus nos auxilie a identificarmos os princípios quebrados, e nos dê coragem para restaurá-los, em Nome de Jesus!
Aí, sim, poderemos tomar posse das bênçãos sem medida que Deus tem para cada um de nós!
Sendo assim, segundo estes princípios, que Deus te guarde, ilumine, conduza e abençoe grandiosamente, em Nome de Jesus!
Forte abraço!
Ev. Danielson

0 Comentários em "TÁ BICHADO!!!"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS