Deus age certo por linhas certas.


Por Gabrielle P.


“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate abrir-se-lhe-á.” (Mt. 7.7,8).
                Nossas orações são momentos de comunhão com Deus. A comunhão a que nos referimos não se trata de vinho e pão. Comunhão não se come, comunhão não se toma. Comunhão significa comum união. Nós, em comum união com Deus e com nossos irmãos em Cristo, participamos da Ceia, em memória de nosso Mestre Jesus. Comunhão é identidade de propósito, envolvendo amor, dedicação e fé.
                Deus gosta que entremos em contato com Ele, que tenhamos constante comunhão com Ele. Para isso existe a oração. Nós nos comunicamos e temos comunhão com Deus pela oração. Jesus, nos versículos acima, nos aconselhou a pedirmos que nos será dado. Não devemos, porém, interpretar esses versículos de forma isolada. Tiago esclarece que pedimos  e não recebemos por que pedimos mal, para esbanjar em nossos prazeres. (4.3)
                Também não somos atendidos por que, a maior parte das vezes, pedimos de acordo com nossa própria vontade e não com a de Deus. E a nossa vontade é, muitas vezes, o contrario da d’Ele. João ensina: “E esta é a confiança que temos para com Deus, que, se pedirmos alguma coisa segundo a Sua vontade, Ele nos ouve”. E como sabemos qual é a vontade de Deus? Lendo a Bíblia. O que não estiver de acordo com ela não será atendido.
                Mas podemos estar certos de que Deus sempre nos ouve. Às vezes Ele nos responder de imediato, às vezes aguarda o momento propicio para nos responder, o que, de acordo com nossos anseios pode nos parecer demorado, mas ás vezes Ele também não nos atende, pois nosso pedido não foi de acordo com Sua vontade. Deus costuma, ainda, nos atender de uma forma diferente daquela que lhe pedimos. A principio podemos estranhar, nem notar que fomos atendidos ou até mesmo ficar meio decepcionados. Mas, com o tempo veremos que o que Ele nos deu foi melhor do que o que se havia perdido. Se Deus nos atendesse sempre dando-nos o que Lhe suplicamos, a maior parte das vezes isso redundaria em prejuízo para a nossa vida.
                Existe uma ilustração que diz que, certa vez, um homem pediu a Deus uma flor e uma borboleta. Mas, em lugar de ver surgir no terreno, uma flor, viu nascer um cacto e, em lugar da borboleta, viu uma lagarta. O homem ficou triste, não entendendo o porquê de isso ter acontecido. Mas resolveu não questionar. Passado algum tempo, ele voltou ao local. Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores que ele havia visto e a horrível lagarta havia se transformado em uma belíssima e grande borboleta, toda colorida.
                “Deus sempre age certo. O seu caminho é o melhor, mesmo que, há nossos olhos, pareça está dando tudo errado... O ‘espinho’ de hoje pode ser ’ flor ‘ de amanhã”. Há quem diga que Deus age certo por linhas tortas. Na verdade, as linhas estão tortas apenas aos nossos olhos embaçados. Ele sempre age certo por linhas certas. “Se você pediu a Deus uma coisa e recebeu outra, CONFIE! Tenha a certeza de que Ele sempre dá aquilo que você precisa, no momento certo. Nem sempre o que você deseja é o que você precisa”. Caso não veja seus pedidos atendidos de imediato, siga em frente sem murmurar, nem duvidar. Deus não se esqueceu de você.

Presb. Roosevelt Silveira
Igreja Presbiteriana de Guaçuí- ES

1 Response to "Deus age certo por linhas certas."

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10