TUA IGREJA TEM DOUTRINA??? (parte I)

Acima: símbolos de diferentes religiões
A Paz do Senhor!
Minha irmã caçula, Maira - obreira de uma denominação batista - uma das minhas "mães na fé", contou-me, certa vez, uma história engraçada. Logo que se converteu, ela estava passeando em sua cidade e encontrou-se com uma "irmã" de "outra igreja", a qual guardava usos e costumes. Nova convertida, ao ver esta irmã que reconhecia como "crente mais velha", ficou feliz e a cumprimentou. Vou tentar transcrever (a minha versão da) a conversa entre minha irmã, batista, e esta outra irmã, pentecostal:
- A Paz do Senhor Jesus! - disse a pentecostal, em tom desconfiado, ao ver a Bíblia na mão da Maira.
- Paz!!! - toda feliz, sorridente, a recém convertida Maira, em encontrar uma co-irmã em Cristo.
- A senhora é de qual igreja, irmã? - perguntou a crente mais velha (ainda com tom meio desconfiado).
- Ah, irmã! Eu sou da Batista "Tal"! - respondeu, Maira, feliz - E a senhora, irmã? E de qual igreja?
A anciã respondeu o nome da denominação, com visível orgulho, falando um pouco da história de sua denominação.
- Que bênção, né? - disse Maira, sorridente - Somos todos irmãos em Cristo!
- Hum... É... Pode ser, né?! - respondeu a mulher, tentando forçar um sorriso amarelo, muito a contra-gosto. Mas logo, voltou a expressão austera e perguntou:
- Irmã... - começou a anciã, examinando Maira de alto a baixo - ...a "sua igreja" tem "DOUTRINA"?
- Bem... Sim! Claro que sim! Nós temos estudos bíblicos uma vez por semana, grupo de estudos nas casas... E o pastor sempre prega sobre a Bíblia em todos os cultos!!! - o sorriso da Maira deve ter se esvanecido, um pouco, neste momento... e começava a ficar desconfiada.
- Não, irmã. A irmã não entendeu! Eu pergunto se a igreja tem "doutrina". Tem "doutrina"?
- Sim, tem sim!
- Como é a doutrina da tua igreja?
- A doutrina da minha igreja é seguir a Bíblia! A senhora quer visitar minha igreja prá conhecer?
- Tá amarrado! Ou melhor, muito obrigado... Mas eu já tenho minha igreja. E já vou indo! Que Deus te ilumine, minha filha!
(esta é a "minha versão", que talvez não seja perfeitamente fiel, mas literalmente representativa! Hehehehe!)
A Maira conta esta história, de vez em quando, e ri... Desde muito cedo ela aprendeu - e me ensinou - que o que vale é a doutrina bíblica. No entanto, esta senhora confundia o termo "doutrina" com a idéia de usos e costumes. A Maira conta que a mulher estava escandalizada porque a Maira não guardava os mesmos usos e costumes que a igreja dela.
Ué?! Tem diferença entre "doutrina" e "costumes"? Sim! Completamente!
Me perdoe se houver algum exegeta, apologista ou teólogo de plantão... Aliás, me corrijam se eu estiver errado: percebo que SEMPRE houveram diferenças tradicionais entre as congregações, desde a igreja primitiva!
De onde tiro este argumento?
Do livro de Atos dos Apóstolos e do conteúdo de diferentes cartas dos apóstolos à igreja... E do livro de Apocalipse, onde Jesus ressuscitado envia recomendações às várias igrejas, em visão, ao Ap. João.
Percebo, ao ler a Bíblia, que cada grupo de cristãos descritos tinham costumes diferentes. Posso supor que houvesse algumas diferenças de liturgia, ou tradições locais que eram guardadas. Percebo que os apóstolos conversavam sobre estas diferenças, e as toleravam - desde que não ferissem à Doutrina Neotestamentária!
Ou seja, tradições, ritos, costumes... Cada comunidade tinha a sua! O que não poderia variar era a DOUTRINA!
O que é uma "doutrina"?
É um sistema de "conhecimentos", de "dogmas", de "ótica", de "ética", de "estética", que forma uma espécie de "cultura" a ser ensinada através de um sistema de "discipulado"!
Antes de se criar o sistema acadêmico, os "cientistas" (ou "para-cientistas") eram educados e treinados por sistemas de discipulado:
Um médico discipulava um aprendiz dentro das doutrinas éticas, técnicas e teóricas da medicina;
Um filósofo discipulava um aprendiz dentro da ética, técnicas e teorias da filsofia;
Um arquiteto discipulava um aprendiz dentro da ética, técnicas e teorias da arquitetura...
...e assim por diante: escribas, sacerdotes, artistas... todos eram discipulados dentro da doutrina daquilo que queriam se tornar!
Jesus discipulou doze de Seus seguidores, dentro na ética, da ótica, da "teoria" (= dogma) e das "técnicas" (= ministérios) do Reino de Deus, para que seus discípulos se tornassem apóstolos e discipulassem a outros!
Que doutrina é esta? Chama-se “Evangelho”! (poderíamos dizer: “doutrina evangélica”)
Os pontos doutrinários do Evangelho devem ser comum a TODAS as igrejas que se dizem cristãs! É a doutrina evangélica que determina se uma igreja é, ou não, de Jesus Cristo!
Ritos, usos, costumes, tradições... Não há “pecado”, nem “virtude”, em nada disso! Pode-se, sim, guardar usos, costumes e tradições... Desde que não contrariem os princípios doutrinários deixados por Jesus e Seus apóstolos!
Diferencio, então, alguns termos: doutrina, religião, seita, denominação e igreja.
“Religião” corresponde a um sistema doutrinário, tradicional e ritualístico que trata do relacionamento dos homens com os seres espirituais, ou do mundo “carnal” com o mundo “espiritual”. Cada religião tem sua própria doutrina.
O Cristianismo é uma religião, em seu aspecto antropológico-cultural. A “doutrina” do cristianismo chama-se “evangelho”. O sistema doutrinário do Cristianismo está descrito na Bíblia. Resume-se, basicamente, no relacionamento dos seres humanos com o Único Deus, O Criador, por intermédio de Jesus Cristo, Deus e Filho do homem, Salvador e Redentor da Humanidade, que se manifesta na Igreja através do Espírito Santo, o “Paráclito”.
No entanto, o Cristianismo não é a única religião: muitos outros sistemas doutrinários religiosos existem! No entanto, para se dizer “cristianismo”, precisa estar de acordo com a doutrina bíblica – senão, é “outra coisa”, mas não cristianismo.
Já o termo “seita” se refere a alterações em uma doutrina, feita por uma pessoa ou grupo de pessoas, de modo que o grupo passa a seguir a essas pessoas, e não à doutrina original. Enquanto a “religião”, propriamente dita, está fundamentada na doutrina, a “seita” está fundamentada no seu fundador, que altera a doutrina.

Com o passar do tempo, algumas alterações doutrinárias se tornam tão profundas, que já nem é mais uma “seita”, mas uma religião nova! A doutrina original foi tanto modificada que se torna quase que irreconhecível! Toda doutrina nova gera uma religião nova!
O que é “ser cristão”? É seguir a doutrina evangélica, descrita no Novo Testamento!
TODAS as igrejas que, historicamente, se diziam cristãs começaram seguindo a Bíblia. Algumas foram gradativamente se apartando da Bíblia, a ponto de acrescentar novos tópicas, negligenciar partes e excluir outras partes da doutrina evangélica. Algumas, ao fazerem isso – não importa o tamanho ou notoriedade que tenham! - se tornaram “seitas”. Outras – pior ainda! - mudaram tanto a doutrina e afastaram-se tanto da Bíblia que se tornaram novas religiões, em nada a ver com o cristianismo autêntico!
No entanto, há ainda muitas igrejas genuinamente cristãs que, embora difiram quanto a liturgias e tradições, mantêm a mesma doutrina evangélica neotestamentária! Estas, como diria minha irmã Maira, são "igrejas co-irmãs": Diferem em tradições, mas mantêm a mesma doutrina!
Liturgia, tradições, usos, costumes, hierarquias, organogramas, administração... Cada igreja tem a sua! Mas, se segue a doutrina evangélica neotestamentária, é Igreja Cristã!
Aí que surge o conceito de “denominação”: as “denominações” são grupos eclesiáticos que seguem a mesma doutrina religiosa, mas diferenciam-se por suas tradições e organização! A doutrina é a mesma, mas os ritos e as formas de funcionamento diferenciam-se, e por isso se “denomina” este grupo sob um “rótulo” (o nome da “denominação”). Mas as diferentes denominações não são nem “seitas”, muito menos “novas religiões”: é a MESMA religião, a mesma doutrina! A Igreja de Cristo é uma só!
No próximo texto, não apenas “concluo” este assunto, mas quero compartilhar uma importante mensagem que tenho recebido em meu coração, da parte de Deus! Não perca!
Até o próxima parte deste texto!
Que Deus te guarde, ilumine, conduza e abençoe, em Nome de Jesus!
Forte abraço!
Ev. Danielson

(Veja a 2ª parte deste texto, clicando aqui.)

1 Response to "TUA IGREJA TEM DOUTRINA??? (parte I)"

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10