FÉ EM QUÊ??? - Parte II

Ao realizar Seus milagres, Jesus dizia: "Tua FÉ te salvou!"
(ESTE TEXTO É COMPOSTO DE 3 PARTES, DAS QUAIS ESTA É A SEGUNDA)

A Paz do Senhor!
Na primeira parte deste texto, estávamos diferenciando o que é "dedução lógica"", empirismo" e "fé". Continuemos neste assunto!
A Bíblia define "fé" como:

"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." (Hebreus 11.1)

Talvez este texto recaia aos olhos de um ateu, que nesse ponto - se for ele parecido comigo há anos atrás - pode estar pensando algo como: "Não concordo com este argumento! Este autor está sendo tendencioso, manipulando teorias científicas ao seu favor!". Bom, neste caso, está comprovando o que eu digo: a fé é crer sem argumentos! Os ateus são tão crentes no ateísmo, que mesmo as mais acirradas argumentações lógicas não os demoverão de sua fé na inexistência de Deus! Por mais que a matemática, a física, a lógica dedutiva, a observação cosmológica empírica testemunhem a existência de Deus, a fé de um ateu tende a permanecer inabalável! Eu sei: eu era exatamente assim!
A fé é assim mesmo: É crer contra todos os argumentos!
Foi a fé que levou as pessoas a fazerem coisas grandiosas no passado, e ainda hoje!
Na igreja primitiva, a Bíblia relata que centenas de cristãos foram mortos pelos roamanos e pelos religiosos da época! Mas mesmo diante da morte iminente, recusavam-se a negar a fé! Eles declaravam que o mesmo Jesus Cristo que viram ressuscitar também os ressuscitaria no último dia... E morriam felizes e cantando louvores ao Deus Altíssimo!
Saulo "Paulo" de Tarso, da aristocracia comercial do primeiro século da era cristã, acadêmico brilhante (era o primeiro discípulo de Gamaliel!), exercia uma função como "oficial de justiça" de nossos dias: levava voz de prisão aos cristãos de toda sua região! No entanto, Saulo "Paulo" de Tarso teve um encontro com Jesus ressuscitado e abandonou tudo: família rica, estudo acadêmico, tradição religiosa, "emprego" público, reconhecimento social... Para quê? Para se tornar um daqueles que outrora perseguia e, de perseguidor, passou a ser perseguido, acabando preso e decapitado. Morreu feliz! Suas cartas atestam isso! Morreu feliz, pela fé em Jesus Cristo!
Mas nada do que estou falando aqui é "fé": tudo aqui foi, até agora, testemunho e argumentação lógica!
Argumentação lógica sobre a existência de Deus. Testemunho sobre alguns que cumpriram sua fé até as últimas conseqüências.
Fé não é argumento. Fé não é testemunho. Fé é crer contra todos os argumentos e contra todos os testemunhos!
O que eu não sabia é que fé é, também, uma decisão!
Decidimos dar fé a um motorista de ônibus que nem conhecemos, crendo que ele, de fato, vai nos levar onde queremos que ele nos leve!
Decidimos dar um voto de confiança aos candidatos políticos, crendo que eles cumprirão as palavras! Depositamos nossa fé nos políticos!
Temos fé que na escola onde deixamos nossos filhinhos os professores hão de ensiná-los e cuidar deles, fora de nossa vista!
Temos fé que uma cédula de papel tenha valor de troca, para que possamos usar esta mesma cédula em outras trocas!
Temos fé em muita coisa! Cremos em muita coisa, indiferente de lógica ou de testemunhos... Cremos sem ver! Temos fé!
Mas como é difícil termos fé e confiança EM DEUS!
Quero continuar meditando sobre isso, contigo, amanhã, com a última parte deste artigo!
Até lá, que Deus nos guarde, ilumine, conduza e abençoe, pela FÉ, em Nome de Jesus Cristo!
Forte abraço!
Ev. Danielson

PS: Amanhã, nesta mesma coluna "Mensagens", a última parte deste artigo.

0 Comentários em "FÉ EM QUÊ??? - Parte II"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10