FÉ EM QUÊ??? - Parte I

Sendo um dos maiores físicos da história, as teorias de Albert Einstéin têm alto crédito entre os pensadores
ESTA MENSAGEM COMPÕE-SE DE 3 PARTES, DAS QUAIS ESTA É A PRIMEIRA)

A Paz do Senhor esteja contigo!
Li uma frase, uma espécie de slogan, de uma associação de ateístas, que dizia algo como:
"Todos somos ateus para com os deuses dos outros!"
Achei a frase muito interessante - embora tenha algumas ressalvas sobre o assunto... Mas gostei tanto da colocação, que resolvi até fazer uma paráfrase:
"TODOS SOMOS CRENTES EM NOSSA PRÓPRIA FÉ!"
É necessária FÉ para crer em qualquer paradigma, inclusive no ateísmo! Os ateus racionalistas - como eu fui - têm grande fé no raciocínio lógico, e nem percebem que estão dando crédito - fé - a um paradigma tão válido quanto qualquer outro!
(É anti-ético e anti-epistêmico fazer "acepção de paradigmas"! O "dedutismo lógico" e o "empirismo" são paradigmas tão válidos quanto o transcendentalismo, por exemplo! A epistemologia não pode julgar paradigmas como "bons" ou "maus"!)
Primeiro, quero com muito respeito, dada a minha condição de ex-ateu, frustrar algumas primissas básicas do ateísmo: a dedução lógica PROVA A EXISTÊNCIA DE DEUS!
A questão do ateísmo, portanto, não deveria ser a "inexistência de Deus", mas sim a questão de culto ou não-culto a um Deus que, pela dedução lógica, certamente existe!
Eu me frustrei, quando professava o ateísmo, ao estudar astrofísica e ter que admitir que os crentes tinham razão... Mas não dei o braço a torcer: meu foco recaiu em outras primissas do ateísmo, como a não-religião. Foi mais estranho ainda, depois, descobrir que o fundador do cristianismo, Jesus de Nazaré, O Cristo, defendia as mesmas primissas!!! Mas isso é coisa para mais debates...
Vamos voltar ao fato lógico, dedutível e equacionável da eminente existência de Deus. (podemos chamar por outro nome...)
As leis da física afirmam que nada pode sair de seu estado de inércia, a não ser que uma força aja sobre ela. Se retrairmos o gráfico de expansão do Universo, chegamos ao universo primitivo,com alta concentração de matéria. A física quântica vai definir esta formação de matéria primitiva como configuração de quantas de energia. Então, anteriormente a esta massa de matéria primitiva havia uma dispersão de energia. As teorias atuais vão dizer que o tempo e o espaço surgiram após o big-bang, o que quer dizer que não existia "universo" - nem tempo, nem espaço, nem matéria.
1ª Pergunta: De onde a energia veio?
2ª Pergunta: O que moveu o estado inerte da energia, para que se acumulasse em quantas, e viesse a se configurar como matéria?
As duas perguntas indicam uma resposta que está intimamente relacionado ao conceito de "Deus" que a tradição religiosa judaico-cristã vem professando há dezenas de séculos! (Muito antes de se conhecer a astrofísica, ou física quântica...!)
O conceito de Deus do judaísmo-cristianismo é de um Ser Espiritual, Eterno, Onipotente, Onipresente e Onisciente. (Há mais um ponto, mas vou ficando nestes 5 fundamentos básicos...)
Para responder as 2 perguntas, há a necessidade de ALGO QUE GERE ENERGIA DO NADA E QUE OPERE UMA FORÇA QUE MOBILIZE ESTA ENERGIA. Este algo não pode estar sujeito a tempo, ou espaço, nem ser material, já que nada disso existia quando estes eventos protocósmicos teriam acontecido!
Algo que crie energia do nada (onipotência), que não está sujeito ao espaço (onipresença), nem ao tempo (eternidade), e que não seja material (espiritual) encaixa-se em 4 das 5 características do Deus judaico-cristão, descrito milenarmente, antes da existência da ciência! Pode-se chamar do que quiser: Princípio Originador, Força Originária, ou sei lá o quê, mas se encaixa perfeitamente no conceito de Deus, cultuado por culturas milenares!
A respeito de astrofísica e cosmologia científica, tais deduções só surgiram, no meio acadêmico, após o Século XVIII de nossa era - da era Cristã. Isso é muito recente! Isso quer dizer que, por milhares de anos, culturas inteiras creram na existência de um conceito que só foi descoberto na Modernidade! Os judeus, cristãos e outros povos monoteístas, creram em algo que o Saber Humano só iria descrever milênios mais tarde!
Crer em algo, só por crer, sem comprovação nenhuma... Isso é fé!
Continuaremos a tratar deste assunto na próxima parte!
Que Deus te guarde, ilumine, conduza e abençoe, em Nome de Jesus!
Forte abraço!
Ev. Danielson

PS: Amanhã, nesta mesma coluna "Mensagens", será postada a segunda parte deste artigo. Não perca!

0 Comentários em "FÉ EM QUÊ??? - Parte I"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10