Um dia como outro qualquer


Eita lá! Eita lá! Eita lá!
"A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês." (II Coríntios 13:13)

Depois de finalizar a coluna LEITURA DIÁRIA, estive um tanto atarefado e não consegui escrever mais nada nas semanas que se passaram. Mas hoje volto a escrever sobre algo que pensei durante essa semana e que tem muito a ver com a nossa correria do dia a dia.
Quero tomar por base um texto bíblico bastante conhecido escrito no evangelho segundo escreveu Mateus.

"E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.
Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,
E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem." (Mateus 24:37-39)


Vemos no versos citados, Cristo dizendo que a Sua vinda será semelhante aos dias de Noé, onde o povo comia, bebia, casavam e davam-se em casamento.

Eu imagino que quando Noé começou a construir a arca e a pregar a vinda do dilúvio, o povo achou que ele tinha enlouquecido. Talvez aos poucos, alguns começaram a acreditar. Quem sabe até ajudaramna construção da arca, mas vendo que o tempo se passava e nada acontecia, começaram a desacreditar da veracidade do dilúvio.
Enquanto Noé se esforçava construindo um barco para sobreviver à chuva, algo que ninguém imaginava possível na época, os outros viviam normalmente suas vidas. Acordavam cedo, saiam para trabalhar, vez por outras se divertiam com a família e amigos; e ninguém mais dava crédito às palavras de Noé que dizia que iria chover.
Em um dia como outro qualquer, todo o povo estava ocupado com seus afazeres, trabalhos, diversões, casamentos; a rotina de todos continuava normalmente, era mais um dia na vida de todo mundo. Mas Deus mandou Noé entrar na arca e sete dias depois surgiu uma nuvem no céu; pouco depois as nuvens aumentaram de tamanho e quando o povo percebeu, havia começado a chover. E chovia incessantemente.
O povo vendo a chuva caindo e alguns pontos de alagamento, lembraram-se das palavras de Noé e correram para tentar salvar as suas vidas. Mas já era tarde demais. A porta já havia se fechado.
Eu imagino o desespero das pessoas; principalmente daqueles que haviam inicialmente acreditado em Noé, ajudado na construção da arca e que, com o tempo se passando, desanimaram e desacreditaram no que Deus havia dito que ia acontecer.

Hoje não é diferente!

Os cristãos dizem há anos que Cristo voltará; alguns acreditam, outros zombam. Afinal, minha avó já dizia que Cristo voltaria na década de 70 e até agora nada.
Alguns acreditaram na promessa da vinda de Cristo, até ajudaram a espalhar Sua mensagem; mas com o passar do tempo desanimaram e hoje até duvidam que isto acontecerá.
Mas um dia, um dia como outro qualquer, nos acordaremos para ir trabalhar, viveremos a rotina de nosso cotidiano, entraremos em um ônibus, iremos ao shopping, encontraremos com alguns amigos para nos divertirmos... E acontecerá o que vem sido pregado ao longo dos anos: Cristo voltará e levará sua igreja.
Eu imagino, novamente, o desespero das pessoas; principalmente daqueles que haviam inicialmente acreditado na Palavra de Deus, ajudado na divulgação das boas novas, mas que, com o tempo se passando, desanimaram e desacreditaram no que Deus havia dito que ia acontecer.
Depois disso acontecer, muitos talvez tentarão se salvar correndo até as igrejas, clamando por compaixão de Deus, mas será tarde demais.

Escrevo este simples texto, para que estejamos conscientes de que o arrebatamento da igreja realmente acontecerá. Muitas das vezes temos nos preocupado tanto com nossas vidas, a correria do dia a dia é tão intensa e nem nos lembramos que Cristo prometeu que voltaria para nos buscar.
É hora de redobrar nossa atenção, estarmos vigilantes e preparados para a volta de Jesus. Não é hora de desanimar. Não podemos vacilar e voltar atrás. Não dá mais para fingir ser cristão.
Em um dia como o de hoje ou como outro qualquer, Cristo voltará nas nuvens e nos levará para estarmos sempre ao Seu lado.

"O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar." (Mateus 24:35)
Mui breve sim, Jesus virá
Alegre O verá seu povo
Velando todos devem sempre estar
A fim de vê-Lo voltar (HC 123)
Em Cristo, cuja palavra jamais falhará
Eliézer Sejač Rodrigues.

0 Comentários em "Um dia como outro qualquer"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10