"DEUS É INJUSTO!!!" (confissão e testemunho de uma blasfêmia...)

Video no Youtube: Mensagem "Conhecemos a Deus"

Paz do Senhor!
Eu não sei quanto a ti, mas eu, algumas vezes, fico muito irado com as circunstâncias à minha volta. Em algumas vezes, essa ira gerou até crises de fé... Espero que tu não precises nunca passar por isso! É muito ruim!
Tem dias de Salmo 124.4, em que nos sentimos desamparados de todos!
(Será só eu e Davi que sentimos isso??? Creio que não!)
Desamparados daqueles que, justamente, deveriam nos apoiar... Sendo perseguidos e maltratados, justamente, por aqueles que nós amamos e ajudamos...
Um sentimento de desamparo, uma angústia meio sem sentido...
Afinal de contas, como Deus permite uma coisa dessas???
Somos, ou não, Seus filhos???
Por quê sofremos injustiças???
"Isso não é justo!"
São circunstâncias que colocam em cheque à nossa fé, e nos apresentam a encruzilhada: confiar em Deus, ou desviar-se d'Ele? A escolha é nossa. As conseqüências delas, também...
Quando eu era um pré-adolescente, minha irmã caçula, Maira, era ainda uma criança (lógico!). Era comum haver alguns desentendimentos entre nós - apesar de sermos grandes amigos até hoje!
(Coloco a Maira, e meu cunhado Leandro, com uns dos meus pais na fé! Amo e admiro muito a eles!)
Mas quando criança, havia alguns conflitos...
Lembro uma certa vez que a Maira ficou muito irritada comigo. Eu não me lembro O QUÊ ela ACHAVA que eu tinha feito, mas lembro que eu sabia que ela estava enganada, e que eu não tinha feito nada contra ela. Mas ela achava que eu a havia prejudicado de alguma forma.
Lembro que ela teve uma crise de "fúria" (comum em crianças) e começou a bater em mim, me chutar e gritar comigo. Com quase 4 anos de diferença, havia uma grande diferença física entre um rapaz adolescente e uma menina... Eu resolvi não reagir, para que ela não se machucasse.
Deixei-a bater em mim, até que ela se acalmasse. Tomei certo cuidado para que ela não me ferisse... Mas não revidei.
(Nem sempre eu tinha essa benevolência... Mas neste dia, em específico, eu estava bem "inspirado"!)
Quando a Maira se acalmou de seu acesso de fúria infantil, pudemos conversar e fazer as pazes.
De fato, ela entendeu que eu não havia feito nada de errado contra ela, e pudemos nos reconciliar.
Há alguns meses atrás, eu estava num momento de Salmo 124.4: me sentia injustiçado, ferido e até abandonado por Deus.
E numa oração meio irritada, eu disse algo semelhante a isso, ao Senhor:
"Deus, eu sei que Tu és justo, que me ama e que nunca erra no que fazes... Mas eu mesmo não entendo a Tua justiça, não estou conseguindo sentir Teu amor e parece que está tudo errado!"
(as palavras não eram, exatamente, estas... mas esta era a idéia.)
Eu prosseguia em meus lamentos:
"Minha cabeça entende que O Senhor é justo, mas meu coração diz que Deus é injusto! Afinal, eu não tenho como sair dessa injustiça! O Senhor está vendo, e não fazes nada! E eu não tenho nem prá quem reclamar!"
As lágrimas marejavam meus olhos, e num misto de frustração, tristeza, desamparo e ira eu disse:
"Eu queria poder fazer como a Maira fez comigo: eu queria Te bater, te chingar, até me acalmar... Mas nem isso eu posso fazer! Isso é muito injusto!!!"
Foi então que a Voz do Espírito Santo me surpreendeu!
Eu não esperava...!
Foi algo desconcertante! Como se uma presença doce, mas firme, Deus me disse:
"TU JÁ FIZESTE ISSO COMIGO!!!"
E em minha mente, vieram imagens chocantes de Jesus sendo insultado, cuspido, apedrejado, surrado...Injustamente... e EM SILÊNCIO!

"E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.(...)". (Lucas 23.34a)

Percebi, então, que quando Jesus foi condenado, não levou sobre si "apenas" os pecados e enfermidades, mas todo sentimento de desamparo, todo sentimento de ingratidão, toda incompreensão do povo em relação a Deus!
Foi acusado de ser falso!
Foi acusado de não ser O Salvador!
Foi humilhado, insultado e ferido...
...como nosso Grande Irmão Mais Velho, que suporta nossos golpes injustos, para que não recebamos nós o castigo!
Eu fiquei mudo com o que corria em minha cabeça...
Mudo, congelado... envergonhado!!!
Como pude eu não entender o "tudo consumado" que Jesus disse ao final de sua crucificação?
Como poderia eu ser TÃO INJUSTO, fazendo Deus injusto?
Jesus recebeu na cruz a minha ira injusta, minha indignação injusta, minhas acusações injustas...
...crucificando assim minha ingratidão e injustiça!
Não há nada mais a ser pago!
Até a MINHA INJUSTIÇA Jesus pagou em meu lugar!
Tudo está consumado!
Tudo está terminado!
Tudo já foi feito!
Jesus, se fazendo nosso Irmão, mostrou-nos (e tornou-Se) o Caminho para nosso Pai!
Chorei amargamente, aquele dia... E pedi ao Senhor:
"Deus, coloque um anjo na porta de meus lábios, para que eu NUNCA MAIS blasfema contra Ti! Eu reconheço que Tu és Justo, e já fizeste TUDO! Perdão pela minha blasfêmia e pela minha ingratidão!"
Essas palavras ainda ecoam na minha mente. Foi uma experiência que mudou minha vida!
Espero que o Espírito Santo me ajude à repassar esta experiência que tive, para que também tua vida seja edificada...
Não importa o que aconteça, DEUS é sempre JUSTO, BENIGNO E TE AMA!
Ele NUNCA nos desampara!
E, apesar de não concordar com nosso pecado, Ele continua nos amando, escolhendo e abençoando... Inclusive com o PERDÃO, quando nos arrependemos...
E essa imagem aí de cima?
Foi uma pregação que ministrei, na igreja que congrego, a respeito do amor de Deus. Foi em janeiro de 2011... Mas agora, depois dessa experiência, o AMOR DE DEUS tem um novo significado para mim! E por isso, quero indicá-la. Assista no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=T62-W6WiB6o
Lembremos sempre do que fez Jesus por nós:

"4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca." (Isaías 53:4-7)

Ele já fez tudo!
Tudo está consumado!
Para nós, resta, SIMPLESMENTE, crer!
E confiar!
Que Deus te guarde, ilumine, conduza e abençoe grandiosamente, em Nome de Jesus!
Abraço!
Ev. Danielson

2 Responses to ""DEUS É INJUSTO!!!" (confissão e testemunho de uma blasfêmia...)"

  1. Estou me sentindo exatamente assim , angustiada , desanparada e injusticada . O poir de tudo isso , ninguem numca consegiu responder minha pergunta de forma que me convencesse , porque um deus justo permite gloria para alguns e miseria para outros . Alguns nascem com talento que os fazem ter as estrelas em maos se quiserem , outros nascem imcapacitados , deficientes e condenados a perecer no berco da miseria . Afinal , quem e justo nao faz justica , ao meu ver , justica deve ser igualdade

    ResponderExcluir
  2. Estou me sentindo exatamente assim , angustiada , desanparada e injusticada . O poir de tudo isso , ninguem numca consegiu responder minha pergunta de forma que me convencesse , porque um deus justo permite gloria para alguns e miseria para outros . Alguns nascem com talento que os fazem ter as estrelas em maos se quiserem , outros nascem imcapacitados , deficientes e condenados a perecer no berco da miseria . Afinal , quem e justo nao faz justica , ao meu ver , justica deve ser igualdade

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10