Notícias da Semana (16/05/11 a 22/05/11)

Igrejas evangélicas de Curitiba e região organizaram neste sábado (21) a Marcha para Jesus. A caminhada saiu da praça Santos Andrade em direção à praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico. De acordo com informações da polícia militar, cerca de 30 mil pessoas acompanharam shows musicais e discurso de autoridades.
Além da paz, a marcha também pretende alertar a população no combate a exploração e abuso sexual infantil. "A cada oito minutos, uma criança sofre um abuso, sofre exploração, é violentada. Então a gente veio para sensibilzar a sociedade civil e divulgar também o sistema de direitos, de denúncia, para que haja um enfrentamento dessa temática - essa problemática - na sociedade", disse Eliandro Viana, coordenador da Rede Evangélica Paranaense de Ação Social.
Os participantes da Marcha para Jesus levaram um quilo de alimento não perecível para serem entregues nos postos de arrecadação montados nas praças Santos Andrade e Nossa Senhora de Salete. A expectativa dos organizadores era arrecadar dez toneladas de alimentos.

O fim do mundo, no chamado "Dia do Julgamento", previsto pelo pastor Harold Camping para acontecer a partir das 20h (horário de Brasília), não se confirmou.
Fiéis do grupo cristão "Family Radio", que tem Camping como líder, aguardavam há meses o fim do mundo, que teria a volta de Jesus Cristo e o arrebatamento previsto na Bíblia.
No Twitter, um dos tópicos mais comentados do dia foi "confissões do fim do mundo", em que os usuários do microblog brincavam de contar segredos em seus últimos dias na Terra. O site serviu, também como meio de consultar pessoas em países onde já é domingo (22), perguntando se lá o mundo havia realmente acabado.
Participantes do grupo "Family Radio" espalharam cartazes em várias cidades dos EUA e até no México e no Canadá desde o início do ano, pedindo aos cristão que se arrependam dos pecados.
O pastor Harold Camping, autor da previsão, diz ter buscado na Bíblia as provas de que a volta de Jesus ocorreria neste sábado, exatamente 7 mil anos depois de Deus ter salvo Noé do Dilúvio. "A Bíblia Sagrada dá mais provas incríveis que 21 de maio de 2011 é exatamente o dia do Juízo Final", explica o site do grupo.
Camping já havia previsto o fim do mundo anteriormente, em 1994, mas também falhou na ocasião.

Depois da frustrante medalha de bronze no meeting de Belém, Maurren Maggi não deu chances às adversárias e conquistou o ouro no salto em distância no GP Internacional de São Paulo, neste domingo, no Ibirapuera. Com a marca de 6m89, a melhor de 2011, ela superou a americana Janay De Loach (6m76) e a também brasileira Keila Costa (6m67).
- Fiquei muito emocionada por ganhar em casa, com a presença da família e dos amigos, não poderia ser melhor. Eu me surpreendi muito com o resultado, porque encaixei vários bons saltos - comemorou a campeã olímpica em Pequim-2008, que ainda conseguiu outros três ótimos saltos, todos para 6m84.
O Brasil ainda ganhou mais medalhas de ouro no GP de São Paulo. Nos 400m, numa prova com sete brasileiros entre os oito competidores, o pódio foi todo verde e amarelo: Kleberson Davide venceu com 46s60, seguido por Anderson Freitas Henriques e Jonathan Henrique da Silva.
Nos revezamentos, o Brasil ficou com os quatro ouros: no 4 x 100m masculino e feminino e no 4 x 400m, também tanto entre os homens quanto entre as mulheres. No total, o país conquistou 16 medalhas nas 16 provas disputadas neste domingo: seis de ouro, duas de prata e oito de bronze.
Nos 100m, a prova mais nobre do atletismo, o astro britânico Dwain Chambers, que já havia vencido a prova nos meetings de Belém e Uberlândia, reinou absoluto outra vez. Com 10s01, ele superou a revelação jamaicana Dexter Lee (10s06) e o brasileiro Nilson de Oliveira André (10s18), que ficou com o bronze.
A temporada brasileira de GPs de atletismo se encerra nesta quinta-feira com o GP Brasil, no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

O juiz da 9ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal Antonio Corrêa suspendeu nesta quinta-feira (19) o despacho do Ministério da Justiça que impediu os médicos de cobrar valor adicional para atendimento a pacientes de planos de saúde com os quais os médicos já possuem convênio.
A medida foi tomada pela Secretaria de Defesa Econômica do MJ no último dia 9 de maio para evitar novos boicotes aos planos de saúde, como o que foi realizado no dia 7 de maio, quando médicos do todo o Brasil suspenderam, por 24 horas, o atendimento a pacientes de operadoras de planos de saúde. A assessoria do Ministério da Justiça informou que a Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer da decisão assim que o órgão for intimado.
Na decisão, o juiz federal afirma que houve “abuso de poder” por parte do ministério ao tentar regular a relação entre médicos, pacientes e planos de saúde. Na avaliação do magistrado, o ministério não tem competência patra atuar nesta área.
“O ato administrativo está viciado pelo abuso de poder, dada a ausência de competência para interferir nas relações dos Médicos com seus pacientes ou com os Planos de Saúde que pretendem mediante contrato de adesão, fazer com que trabalhem para os terceiros que solicitam os serviços de sua arte científica pelos valores que se propõe a pagar”, afirmou o magistrado na decisão.
Caso descumprissem a medida do MJ, suspensa pela Justiça, entidades que representam a categoria poderiam ser multadas em R$ 50 mil por dia. A medida preventiva adotada pelo ministério está suspensa até que seja julgado o mérito da questão.
A decisão da Justiça Federal é resultado de uma ação proposta pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) contra o despacho do governo. A entidade alegou que o ministério teria interferido nas suas prerrogativas de representar a categoria. Em nota, o CFM afirmou que médicos e entidades “lutam por melhores condições de trabalho e de assistência pelos planos de saúde".
“As operadoras de planos de saúde têm agido de forma desequilibrada em sua relação com os médicos ao imporem os valores dos honorários de consultas e procedimentos sem fazer os reajustes devidos”, afirmou a entidade.
Em nota, o CFM diz que a decisão da Justiça "não autoriza os médicos a cobrarem valores adicionais de seus pacientes conveniados aos planos de saúde", porque o Código de Ética Médica "proíbe este tipo de ação por parte de profissionais".
"Deve ser ressaltado que a decisão da Justiça autoriza os médicos e suas entidades a retomarem no processo de negociação em curso com as operadoras o uso de valores referenciais para a definição dos honorários, balizados pela Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), que tem sido referendada pelo Poder Judiciário", diz a entidade.

De tudo um pouco>> Usiminas inaugura linha de produção de olho em rivais
A Usiminas planeja conquistar cerca de um terço do mercado doméstico de aços galvanizados para setores não automotivos, nível que hoje é de perto de 5 por cento, passando a concorrer mais diretamente com as rivais CSN e ArcelorMittal.
'A partir de hoje, teremos produtos para atender, além do setor automotivo, os setores de linha branca e construção civil', afirmou nesta quarta-feira o presidente-executivo da siderúrgica, Wilson Brumer, durante inauguração de nova linha de galvanização na usina de Ipatinga (MG).
A nova linha, cujo investimento foi de 914 milhões de reais, terá capacidade para produção de 550 mil toneladas por ano.
A siderúrgica tem como meta alcançar uma participação de cerca de 30 por cento no mercado interno de aços galvanizados para setores não automotivos, o que pode ocorrer em menos de dois anos.
'Queremos alcançar isso (fatia de 30 por cento) o mais rápido possível... Talvez já em 2012', acrescentou o vice-presidente de Negócios da Usiminas, Sérgio Leite.
Nesta quarta-feira, a Usiminas também anunciou uma reorganização da gestão da companhia, sendo que Leite passará a comandar a área de siderurgia a partir de 23 de maio.
Brumer disse que a Usiminas espera alcançar geração de caixa operacional, medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), de 8,3 bilhões de reais em 2015.
A cifra significaria um salto de mais de três vezes sobre o Ebitda obtido pela companhia no ano passado, quando foi de 2,65 bilhões de reais.
Ainda segundo o executivo, a Usiminas tem como meta alcançar valor de mercado de 50 bilhões de reais em 2015, ante 22 bilhões atualmente.

0 Comentários em "Notícias da Semana (16/05/11 a 22/05/11)"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10