Pai e Filho.


Para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus (Mateus 5.45)

O melhor nome pelo qual podemos pensar em Deus é Pai. É um nome amoroso, profundo, doce, tocante, pois o nome de pai é, por natureza, repleto de doçura e conforto inato. Assim, também precisamos confessar que somos filhos de Deus, porque por esse nome tocamos nosso Deus de forma mais profunda, já que não existe som mais doce ao pai do que a voz do filho. (Martinho Lutero)

Paz do Papai!

Existem coisas tão simples no reino de Deus e que as vezes fazemos questão de complicar por conta própria.

Olha só como é maravilhoso: O nosso Deus, Rei, Soberano, Todo poderoso, Majestoso, Perfeito, Eterno, Infalível, Dono, Senhor e Criador de tudo gosta simplesmente de ser chamado de Pai.

Hoje em dia é teologia disso e daquilo, regra pra tudo, métodos; Entendo que alguns são essenciais para a organização no reino mas outros nem tanto. É profeta, apostolo, bispo, denominações, placas, meios, rituais. Seminários e livros ensinando “como devemos orar”, “como buscar a presença de Deus”, “como buscar a cura”, como isso, como aquilo, como tratar Deus, como receber a benção. Ahh se a gente aprendesse pura e simplesmente, que uma oração sincera não depende de terra de Israel, óleo ungido, água consagrada, assim como não dependem de imagens ou objetos religiosos. Esta aí, a coisa mais simples e muitas vezes menos ensinada, mas que está lá, explicita na oração mais “famosa” da Palavra: PAI NOSSO.

Não quero aqui dizer, como os “novos rebeldes” que não precisa ir à Igreja, não precisa ouvir conselhos pastorais, não precisa dar satisfação pra ninguém, não, não é nada disso, Deus coloca pessoas em nossas vidas pra cuidar de nós, esse é o cuidado que nosso Papai tem com a gente, e isso é incrível, temos líderes, pastores, que não vão nos deixar a deriva, ou, não deveriam deixar (assim como não os devemos deixar, são de carne e osso como nós e também precisam da gente), o que quero dizer é que nosso Pai do céu nos trata, cuida e ama como filhos, e isso é maior do que qualquer outra coisa, cargo, ou seja o que for.

Infelizmente, muitas pessoas por não terem tido boas experiências com seu pai terreno tem dificuldades de entender o significado da palavra pai e de se relacionar como filho com o Pai do céu. O Pai que estou falando não é nervoso, não é severo, não nos deixa falando sozinho, não esta alheio aos nossos problemas. O Pai de quem estou falando não nos deixa pra ver um jogo na TV ou pra tomar uma cerveja no bar. O Pai que estou falando não mente, não apela, não coloca de castigo, não grita, não bate, não obriga. O Pai de quem estou falando nos ama, e nos ama tanto, que deu Jesus Cristo, seu filho unigênito (primeiro de muitos outros) pra morrer numa cruz, sendo humilhado, cuspido, xingado, moído (literalmente falando) por causa de nós, pra que através disso passássemos também a ser filhos. Você consegue entender a questão que Deus fez de que um dia pudéssemos chama - lO simplesmente de Pai? Deus não fez isso tudo simplesmente pra mudar a história, isso não foi “jogada de marketing” pra que a gente soubesse que Ele existe, Ele fez isso simplesmente pra que o véu do templo fosse rasgado e tivéssemos acesso direto a Sua presença, sem precisar de sacerdote, sem precisar de sacrifícios, simplesmente para nos achegarmos, e dizermos: Oi Pai preciso falar com você!

Sabe turma, oração poderosa, não é essa que vemos de não sei quantos dias com não sei quantos apóstolos, bispos e tal, oração poderosa é a que fazemos na posição de filhos, falando com nosso Pai do céu, entende por que Jesus disse que o reino de Deus é das criancinhas? As criancinhas têm no pai o protetor, o tudo, o herói, elas se jogam nos braços do pai, confiam “cegamente”. Quando o pai esta por perto ela para de chorar, ela se sente segura, ela não se preocupa com mais nada, ela sabe que esta tudo bem, esta tudo em ordem, o pai esta no controle. É assim, é exatamente assim que o Pai gosta que sejamos, é essa a fé que a Bíblia diz que, sem ela, é impossível agradar a Deus.

Entendamos que Deus é, acima de tudo e principalmente nosso Pai, é claro, devemos sempre ter reverência por que Ele é Deus, Ele é Santo, e, como filhos, precisamos buscar a santidade, mas, de maneira alguma nosso Papai vai “dar as costas” pra nós, seja qual for nossa condição, Ele vai estar lá de braços abertos SEMPRE, esperando que a gente se achegue, bem perto, feche os olhos e diga: Pai....

Você já fez isso hoje? Você já fez isso alguma vez na sua vida? Experimente! Você é filho, filho do melhor Pai do universo.

Nele, o nosso Papai,

Vinicius Aguiar
@vinyaguiar

0 Comentários em "Pai e Filho."

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10