ESSE TAL JOÃO SÓ PODE TER PERDIDO A CABEÇA!!!

João: fiel à Verdade até às últimas conseqüências!

A Paz do Senhor Jesus, amados!
Hoje quero compartilhar com vocês algo que estava conversando com meus irmãos de Santo Ângelo, sábado passado, a respeito de João Batista, uma pessoa de quem o Próprio Senhor Jesus disse:

"Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele." (Mateus 11 : 11)

Por causa desta declaração de Cristo, João batista tem sido contado como "o maior entre os profetas"... Quem era ele?
Alguém que operava grandes maravilhas?
Alguém que ressuscitava mortos?
Que fazia cair fogo do céu?
Que fazia pedras boiarem?
Dividia as águas?
Compunha lindos cânticos?
Não, nem uma dessas coisas...!
João Batista era um homem simples, um tanto quanto excêntrico, um heremita... Mas de palavra forte e cheio de autoridade!
Não figurava entre os palácios... Não vivia sob conforto... Não era encontrado em destaque nos templos... Seu púlpito era as ruas, e seu altar, o leito dos rios!

"1 E, NAQUELES dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia,
2 E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.
3 Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas.
4 E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre.
5 Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão;
6 E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.
7 E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?
8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;
9 E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão.
10 E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.
11 E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.
12 Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará." (Mateus 3.1-12)

A força de João Batista estava em sua fidelidade à Palavra de Deus, e sua autoridade estava em viver o que pregava!
A mensagem de João era para o arrependimento: dos judeus em geral, dos pagãos, dos fariseus, dos pobres e também da classe dominante. O profeta do rio Jordão não fazia ascepção de pessoas: ele repreendia o pecado de todos, e mostrava o caminho do arrependimento a todos!
O que João pregava não era discursos agradáveis, mas duros e realistas. João não estava preocupado com o que as pessoas pensassem dele, mas sim em ser fiel à Palavra.
Uma "voz que clama no deserto" é uma voz que não se cala, mesmo enfrentando dificuldades! Muitas pessoas, quando chegam a momentos de desrto na vida - pessoal, econômico, ministerial, etc... - ou se calam ou murmuram. João não era nem um "murmurador no deserto", nem um "calado diante do deserto": era uma voz profética APESAR do deserto!
E esta voz era prá que se aplainasse os caminhos do Senhor... Que caminhos?
Será que o Batista do Jordão era engenheiro de estradas?
Os caminhos que precisam ser aplainados - sim! o verbo está no presente! - são os caminhos do nosso coração!
No Salmo 139, o salmista pede que Deus sonde os caminhos de seu coração, para ver se há algum caminho mau... Muitos não tem coragem de fazer o mesmo: preferem manter os maus caminhos do coração escondidos de todos, até de si mesmo... E permanecem trilhando por caminhos de madade: maus pensamentos, maus sentimentos, más motivações, enganos, mentiras e maus frutos!
Uma das mentiras pronunciadas por quem tem maus caminhos no coração é a justificativa de ser "filho de Abraão": "Eu sou crente desde o berço!"... "Eu tenho um ministério próspero!"... "Eu sou um ungido do Senhor!"...!
Mais uma vez, eu repito: Deus não nos usa por quê somos bons, mas sim porque Ele é bom! Deus não nos salva porque merecemos, mas porque Ele é bom e pagou preço de sangue por nossa salvação em Cristo!
Até pedras podem ser filhos de Abraão... Mas nosso coração não deve permanecer empedernido: sem arrependimento não há salvação!!!
O Reino de Deus já é chegado! E toda árvore que não produz frutos será cortada e lançado no fogo...
Perdi a conta de quantas vezes citei Gálatas 5.22 em meus textos e pregações, de modo que não me repetirei aqui, de novo... Mas arde dentro de mim um clamor para que a Igreja do Senhor produza frutos, e não apenas aparência!
(A Igreja a qual eu também faço parte, e não me excluo desta Palavra: eu também preciso frutificar!)
Tenho visto shows gospel de todo gênero: mágicos, animadores de auditório, músicos... Chamam isso de "culto", mas prá mim me soa como um grande circo que fere diretamente a Lei: "Não tomarás o Santo Nome de Deus em vão!"
O mundo não precisa mais de operadores de maravilhas!
O mundo não precisa mais de músicos talentosos!
O mundo não precisa mais de animadores de púlpito!
O mundo não precisa de (ditos) profetas espalhafatosos, histéricos e narcisistas!
O que o mundo precisa é de alguém que renuncie à vaidade, e impunha com autoridade a Palavra da Verdade, nua e crua, até as últimas conseqüências!
Tantos pregam que Jesus está voltando... Se é, de fato, assim (e eu creio que é!), então onde estão as vozes que clamam no deserto para que se endireitem os caminhos?
Onde estão os grandes profetas?
("Não seja bobo, evangelista! Quem é idiota a ponto de pôr em risco a própria cabeça???")
João não era diferente de mim ou de ti... João não era nada "sobrenatural"... Era apenas um homem. Só um homem, com fragilidades e falhas, como eu ou tu...
Por quê João Batista, o profeta do Jordão, foi tão elogiado por Jesus?
Simplesmente porque ele não se negou em fazer o que ele sabia que é certo.
Até quando faremos de conta que pregamos para uma multidão que faz de conta que adora?
Até quando? Até quando? Até quando vamos "brincar de faz de conta", e viver um falso evangelho, sem compromisso e cheio de facilidades?
Será que não há mais ninguém disposto a arriscar sua cabeça pela fidelidade à Verdade???
Será que a voz profética que clama no deserto foi calada para sempre, numa bandeja de prata?
Será que o mesmo Espírito Santo que estava em João Batista não foi derramado sobre toda carne?
Quem anunciará a Verdade? Quem defenderá a Jesus Cristo? Quem quer diminuir para que Jesus Cristo seja exaltado na terra?
Afinal de contas, por quê recebemos em nós o Espírito Santo? Jesus responde:

"Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra." (Atos 1:8)

Que Deus nos guarde, ilumine, conduza e abençoe, em Nome de Jesus!
Ev. Danielson
-----------------------------------
PS: Convido a todos a acompanharem o programa "Restaurando Vidas", todo sábado, às 9:00h, pela rádio Missionária 107.9 FM, de Santo Ângelo - RS: www.missionaria.vipradios.com

0 Comentários em "ESSE TAL JOÃO SÓ PODE TER PERDIDO A CABEÇA!!!"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS