Você que ouviu o louvor acima, pode convidar Rosangela Cristina para cantar em sua igreja ou congresso.

Basta entrar em contato e levar essa levita do Senhor para cultuar a Deus juntamente convosco e, temos por certo, que serão tocados pela unção e pelo mover do Senhor.

Contatos:

Fone: (49) 9992-5202
E-mail: rosinha_foustel@hotmail.com

terça-feira, 19 de abril de 2011

Despoje-se da sua glória! [Os caçadores de Deus - FIM]



Faça chover, Senhor!

Queremos que Deus transforme o mundo. No entanto, Ele não vai transformar o mundo, antes que consiga nos transformar. Pois, em nosso estado atual, não estamos em condições de abalar nada. Porém, se nos submetermos ao Oleiro, Ele fará de nós aquilo que Ele quer. Ele nos moldará ao que precisamos ser.
Se nos submetermos ao toque do Oleiro, Ele poderá refazer nosso vaso quantas vezes forem necessárias. Ele fará de nós vasos de honra, poder e vida. Afinal, não foi Ele que transformou pescadores analfabetos em revolucionários, e cobradores de impostos mal-afamados em avivalistas destemidos? Se Ele fez isto uma vez, pode fazer de novo!
Algo está acontecendo no Corpo de Cristo. Muitos de nós (e cada vez mais irmãos) já não suportamos "brincar" de religião. Está se levantando, em nosso meio, um espírito de batalha, uma ânsia de conquistar territórios, em nome do Deus Eterno. Sei que recebi do Senhor a missão de colocar minha vida em cidades chaves, pontos estratégicos, onde sinto que Deus está prestes a derramar Seu Espírito. Estou buscando lugares onde Deus está se manifestando.


O sepultamento da glória do homem é o nascimento da Glória de Deus

Esquecemo-nos da arte de adorar ao Senhor. Nosso louvor está tão cheio de uma interminável torrente de palavras inúteis e vazias, dando a impressão de que tudo o que fazemos é preencher o tempo com um monólogo que, talvez, o próprio Deus ignore. Alguns se agarram a isso de tal forma, que não conseguem contemplar o Pai ou perceber o quanto Ele nos ama. Precisamos retornar àquela simplicidade de nossa infância. Todas as noites, quando estou em casa, embalo minha amada filha de seis anos para dormir. Geralmente, ela deita em meus braços e, antes que adormeça, me conta todos os problemas que enfrentou durante o dia: "Papai, aquele menino da escola brigou comigo." Ou: "Papai, não fui bem na prova hoje." Sei que, para ela, estes problemas são verdadeiros gigantes. Nestes momentos, sempre tento confortá-la dizendo que ela está comigo, que a amo muito e tudo vai ficar bem. Não importa o que disseram contra ela na escola, nem seus pequenos erros: nada pode atingi-la agora que está em meus braços. O melhor mesmo é quando consigo caminhar pelo labirinto da mente de minha filha e lhe trazer paz. Então, minha garotinha olha para mim, com seus olhinhos quase se fechando, e sorri. Só posso dizer que, nestes momentos, seu semblante me revela o mais puro amor e confiança. Ela não tem que dizer mais nada: eu compreendo. Assim, em completa paz, ela se ajeita no meu colo para dormir, com um sorriso que reflete plena segurança e confiança estampado no rostinho.
Deus quer que façamos a mesma coisa. Muitas vezes, ao final do nosso dia, vamos até Ele e O "adoramos" com algumas palavras mecânicas que já sabemos de cor. Ficamos tão absorvidos pelos problemas que nos sobrevieram na "escola", no "trabalho" durante o dia, que nos deitamos na presença de Deus somente o tempo suficiente para despejar nossa torrente de palavras e entregar nossa lista de pedidos. Depois, voltamos para a correria de nossas vidas. Parece que não encontramos aquele lugar onde reside a paz perfeita.
Você tem que se despojar de sua glória para ministrar ao Senhor.
Ouça meu amigo: Você pode estar tão ocupado sendo um discípulo atuante, que pode estar fracassando na adoração! Você acha que Deus precisa que façamos coisas para Ele? Não é Ele o Criador que deixou os céus para escavar os sete mares com a palma da mão? Então, é óbvio que Ele não precisa que você "faça" nada. O Senhor quer sua adoração. Jesus disse à mulher junto ao poço: "...os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores." (João 4.23)
As igrejas hoje não têm lugar para "Marias com vasos de alabastros", porque elas nos constrangem quando começam a desmantelar sua glória, orgulho e ego na frente de todo mundo (o problema é que nossa glória, orgulho e ego se sobrepõem à humildade).
Deus está dizendo ao Seu povo: "Se vocês estiverem dispostos a se despojarem de sua glória, Eu os trarei para perto de Mim." Posso ouvi-Lo dizer: "Esqueça sua glória, coloque seu ego de lado. Não Me importa quem você seja, o que sinta ou quão importante pense ser. Eu o quero, mas primeiro você tem que 'esmigalhar' sua glória." Por quê? Porque o sepultamento da glória do homem é o nascimento da glória de Deus.
Posso quase garantir que você já aprendeu como manter a pose, mesmo que esteja louco para cair aos pés do Senhor clamando por perdão e misericórdia. Deixe que o amor que existe em você quebre aquela casca que encobre aquilo que você realmente é: "Você é aquilo que pensa." Deus quer que você, espontânea e corajosamente, deixe que o mundo saiba o quanto O ama - mesmo que tenha você que "esmiuçar" sua glória na frente de vários discípulos criticastros. Quebre seu vaso de alabastro, onde está guardado o que você tem de mais precioso, e mostre publicamente sua paixão pelo Senhor. Deus não precisa de seu culto religioso: Ele quer a sua adoração. E a única adoração aceita por Ele é a que provém da humildade. Se você quiser vê-Lo, terá que se despojar de sua glória e banhar os pés do Senhor com suas lágrimas - sem se importar com o que haja neles. Não é exatamente para isso que serve nossa glória? Nossa justiça é um trapo imundo aos olhos de Deus

Você vai permitir que Ele se aproxime? 

Acredito que esta geração está muito próxima de um avivamento, mas não quero ficar assistindo ao Senhor passar pelas ruas em direção aos que, realmente, O querem. "Isto vai acontecer em algum lugar, mas se não conosco, com quem, Senhor? Não queremos nos satisfazer com Seus dons, por mais maravilhosos que sejam. Queremos o Senhor!" A"equação do avivamento" ainda é a mesma: "...se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar [morrer no altar do arrependimento], orar e me buscar [a Sua face e não um avivamento passageiro ou uma visitação momentânea], e se converter de seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua
terra."(2 Crônicas 7.14.)
"Pai, é Sua face que buscamos!" Transformada por Deus, é muito provável que a Igreja que emerge da nuvem de Sua glória será bem diferente daquilo que eu e você pensamos ser seu formato ideal. Isto porque Deus está tomando a Igreja para conduzi- la próxima a Ele. Será que vamos ter coragem de nos aproximar de Sua glória? Deus queria que os filhos de Israel subissem com Moisés ao monte e recebessem os Dez Mandamentos diretamente de Suas mãos. Mas eles correram da presença de Deus. A Igreja corre o risco de fazer o mesmo hoje. Podemos correr o risco de que algo em nós venha a falecer, quando ousarmos a nos aproximar da Sua glória, ou podemos correr de volta às nossas tradições carnais e à segurança dos cultos legalistas operados por homens. Vamos proporcionar um ambiente confortável para Deus e incômodo para o homem através do culto de arrependimento.
A salvação é um dom gratuito, mas a glória de Deus nos custará algo. Ele quer que O busquemos e vivamos na eterna habitação de Sua glória. Ele quer que estejamos tão plenos de Sua glória, que levemos Sua presença por onde andarmos. Talvez esta seja a única maneira de a glória de Deus fluir pelos shoppings, salões de beleza, supermercados e lojas de nossa nação. É desta forma que a glória de Deus vai encher a terra. Há de começar em algum lugar. As "nascentes" da carne precisam ser extintas e as janelas do céu abertas para que a glória comece a fluir como um rio e cubra a terra. Jesus disse: "...do seu interior fluirão rios de água viva" (João 7:38b). 
Se a glória de Deus vai encher a terra, temos que nos render totalmente a Ele. A diferença entre a unção e a glória é a diferença entre as mãos de Deus e Sua face. O caminho para a glória de Deus nos leva direto ao altar, que é o lugar devemos colocar tudo de lado e morrer.
Uma vez que os filhos de Deus coloquem seus "brinquedos" de lado e subam ao colo do Pai para buscar Sua face, a Casa do Pão vai transbordar de pão e de boas dádivas. Os famintos finalmente serão fartos e encontrarão a satisfação eterna que tanto procuram.
Na verdade, justamente, quando você já estiver cansado, Ele Se voltará para pegá-lo. Deus quer ser capturado pelo seu amor. Ele anseia por este encontro. Ele sente falta desses momentos com o homem desde o Jardim do Éden.

"...Mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus."
(Filipenses 3.12b)
Paulo conseguiu...Você também pode!

                  Trecho extraído do Livro: "Os caçadores de Deus" - Tommy Tenney


Uma ótima semana a todos
Fiquem com Deus *-*
Duvidas, criticas ou sugestões:
ca_fdr@hotmail.com
www.twitter.com/camila_scherrer

0 comentários:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Somos Afiliados



Vale o clique

Léo Brandão
Undertlight
 
Design por Gerson Bruno