Leitura Diária • O livro de Ezequiel


Por Eliézer Sejač Rodrigues



  • 26° livro da Bíblia
  • 48 capítulos
  • 1.273 versículos

EZEQUIEL
Ezequiel estava no segundo grupo que foi levado ao cativeiro na Babilônia quando Nabucodonosor retornou à Palestina e tirou Joaquim, rei-fantoche de Judá. Nabucodonosor nomeou Zedequias (terceiro filho de Josias), como seu governador na Palestina. (II Reis 24:10-17, I Crônicas 3:15).
Após 10 anos da nomeação de Zedequias, este se rebelou contra Nabucodonosor, que, em seguida, atacou Jerusalém, derrubou seus muros e destruiu o templo (II Reis 24:18,II Reis 25:21, II Crônicas 36:11-21).
O profeta Jeremias ainda estava em Jerusalém, onde ele estava profetizando por cerca de 35 anos. Daniel, que havia sido levado à Babilônia, cerca de 9 anos antes de Ezequiel, agora ocupava uma posição de destaque no Império Babilônico. Daniel foi mencionado três vezes por Ezequiel (Ezequiel 14:14,20; Ezequiel 28:3).
A mensagem de Ezequiel indicava a destruição e o juízo vindouro causado pelo pecado da idolatria. A mensagem de Deus era comunicada através de símbolos, alegorias e visões; os mesmos métodos usados por Daniel, e mais tarde, por João no livro do Apocalipse.
O objetivo de suas ações simbólicas, como a sua dor em silêncio pela morte de sua esposa (Ezequiel 24:15-24) e o ato de se prostrar sobre a terra (Ezequiel 4:4-6), foi para chamar a atenção do povo. Todas essas coisas revelam uma vida entregue em obediência a Deus. Definitivamente, ele era um excelente comunicador que foi impulsionado por um forte sentimento de obrigação para alertar a Jerusalém que seriam destruídos, ao menos que as pessoas se arrependessem. No entanto, o coração do povo já estava endurecido em idolatria.
Após a queda de Jerusalém em 586 a.C., Ezequiel começou uma mensagem de consolação, esperança e reconstrução. Sua ênfase foi em confortar dos exilados judeus. Da mesma forma tão contundente como ele havia profetizado o juízo de Deus, assim também profetizou que os judeus seriam restaurados à sua terra. Temos visto esta profecia cumprida em nossa geração de  uma dorma muito emocionante.
O propósito de Deus no notável cumprimento da profecia sobre a restauração da nação de Israel, é que toda a humanidade "saiba que eu sou o Senhor", uma frase que ocorre mais de 60 vezes no livro de Ezequiel.
Em conclusão, Ezequiel profetizou sobre a vinda da Nova Jerusalém e de seu Templo, onde Deus habita com seu povo.


DATA, LOCAL E AUTORIA
Escrito na Babilônia, por volta de 622-600 a.C.
O própriio livro testifica que foi Ezequiel quem o escreveu (Ezequiel 1:3; Ezequiel 24:24). Sua autoria tem sido pouco questionada por críticos modernos, embora muitos ataques tenham sido feitos ao próprio livro.


Texto traduzido e adaptado do blog "JesuCristo es la solución"

0 Comentários em "Leitura Diária • O livro de Ezequiel"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS