Mamãe mamãe

                                                          Por Vanessa Utzig
Etelvina estranhara que durante todo dia lhe vinha sua amiga Iolanda à memória. Tanto lhe perturbou que chegou a comentar com Melquideseque e os filhos: “estranho eu nem estou pensando nela e a todo momento ela me vem à mente”.
- Acho bom tu ligar pra ela mãe – aconselha Jacob – talvez ela esteja precisando de ti.
- É, pode ser.
Mas não liga. Faz uma breve oração por ela, pedindo a Deus que abençoe e proteja a amiga e pronto. Mas ainda sua imagem lhe acomete o tempo todo.
No dia seguinte se surpreende ao abrir seus emails (há dois dias que não verificava sua correspondência virtual) e deparar-se com um apelo de sua amiga Iolanda! Havia tanto tempo não se viam nem se comunicavam por telefone, nem por MSN, nem por carta, por nada e de repente, ali estava um email da amiga: “Preciso falar contigo até segunda dia 03/01/11, será que pode vir aqui em casa, é urgente...” e já era terça dia 04! Imediatamente Etelvina mandou a resposta explicando que não havia lido em tempo hábil a mensagem, mas que se ainda precisasse, ela estava à disposição e tal. Também ligou pra amiga que estava no volante e iria a sua casa mais tarde. Pois bem. Veio. Em resumo Iolanda precisa viajar e precisa que alguém de confiança cuide do filho por quinze dias. Um menino especial, com 10 anos mas de idade mental de cinco, um amor de criança, mas sensível e que necessita de uma atenção a mais, claro, cuidando pra evitar discriminação mas é preciso ajudar no processo de aprendizagem. Miguel estuda em colégio particular, acabara de passar para a 3ª série mas ainda não aprendera a ler. Iolanda quer também que Etelvina ensine, estimule, enfim, ajude em oração, que o menino aprenda a ler enquanto sua mãe tira umas férias merecidas – Iolanda é professora e tivera um ano difícil; além do trabalho puxado, a correria com fonoaudióloga, psicóloga e toda função com Miguel, dia após dia, lhe esgotara sobremaneira. E ainda o menino sofre nos pés com a areia que lhe causa rachaduras e machuca muito. “Não posso levá-lo à praia assim, mesmo que me corte o coração é preciso que ele fique. Até porque ele tem que crescer e deixar de ser tão bebê”. Parece cruel, mas é verdade.
Depois de tudo combinado e ajeitado, eis o Miguelito aos cuidados de Etelvina. Melquideseque não encuca, está aí pra o que precisar, embora fique mais na dele mesmo. Os filhos estão bem, é só mais um pra cuidar e até contando com o apoio da família, tudo bem. Só ela não podia imaginar que Miguel ficaria tão chorão. Chorando o tempo inteiro feito bebê, embora sem berreiro. Levou pra passear, deu sorvete, colocou desenho animado, deu chips, contou historinha, mas volta e meia: “mamãe...” O que de início aliviou o pranto foram as crianças do primo de Melquideseque que lhe vieram exatamente no mesmo dia – mais uma vez Etelvina dá uma de pajem – para que os pais possam dormir até a hora de partirem em viagem (com as crianças), pois precisavam estar descansados pra dirigirem.
A criançada pela casa estava muito bem até a hora em que todos queriam ir pra sua casa, todos queriam a mãe! Mamãe daqui, mamãe dali e haja oferta de qualquer brincadeira, passatempo ou guloseima pra distrair... Nada demove dessas crianças a necessidade e o anseio urgente pela mãe. Tenta-se distrair ou consolar, mas a “mãe” sempre vem. “eu quero a minha mãe”. Já viu onde chegamos, né? É assim também quando precisamos, quando estamos cansados. E quer saber? Sempre precisamos desse amor. E que nosso anseio por Deus seja assim, como quando sentimos a grandeza do amor zeloso, do amor que ampara, do amor incondicional, sempre pronto a cuidar, proteger, dar um colo, descanso,  segurança. O amor de mãe eu creio é reflexo do amor de Deus. Não digo na mesma medida, pois Deus É infinitamente maior. Mas é importante observar neste enorme amor um pouco do que seja o amor de Deus. “E entregou-o a sua mãe.” (Lucas 7:15)

0 Comentários em "Mamãe mamãe"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10