Amigos de Deus, inimigos do mundo!


Qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui -se inimigo de Deus (Tiago 4.4)

É como a hera com o carvalho. A hera pode conceder ao carvalho uma aparência grandiosa e bela, mas, enquanto isso, suga-lhe os nutrientes. Estamos comprometidos com os inimigos de Deus? Estamos sendo envolvidos pelo mundo e suas glórias, seus prazeres, suas aprovação? Isso pode nos engrandecer aos olhos do mundo, mas perdemos nosso vigor (Denham Smith)

A paz do Senhor amigos!

Eu gosto muito dessas “diretas” que a gente encontra na Bíblia. Existem coisas que precisamos estudar, pesquisar, compreender como funcionava no contexto em que foi escrita, no lugar, para as pessoas que ouviriam o discurso. Por outro lado temos mensagens como essa de Tiago 4.4, simples e direta. Não tem como contestar, não tem como relativizar, não há o que discutir, se é amigo do mundo, é inimigo de Deus, como diriam meus amigos “pentecostais no último”: Sente o peso da palavra meu irmão: (rs) INIMIGO de Deus.

Nós precisamos ser sal na terra como diz a palavra, e pra ser sal na terra, obviamente precisamos estar na terra, mas que não confundamos estar na terra com se tornar um sal sem sabor. Sabemos que crente carrancudo, emburrado, com cara de mal, cheio de leis, dogmas, mandamentos e etc não atrai ninguém para Deus, aliás, vai com certeza afastar muita gente Dele. Logo que me converti a Cristo perdi muita oportunidade de ganhar pessoas pra Ele por dar “bibliada” pra todo lado. Precisamos falar com amor, ganhar a confiança das pessoas, estar ali junto com elas quando elas precisarem. Pessoas não são números, relatórios, não é simples assim, precisamos conhecer seus medos, seus sonhos, ser amigos de verdade e então com toda certeza vai ser mais fácil compreenderem que não queremos “encher nossa Igreja” mas sim levar as pessoas que amamos ao conhecimento da verdade.

Bom, mas aí mora o perigo, muitas vezes nessa ância de acertar acabamos errando. Queremos ser “legais”, crentes modernos, e aí, pronto, quando ninguém mais faz distinção da gente com quem esta no mundo, já nos tornamos amigos do mundo, logo, inimigos de Deus. Paramos de refletir a glória de Deus, não somos mais diferentes, a luz apagou, o sal perdeu o gosto.

Pode parecer bonito, interessante, nos fazer bem por alguns instantes, mas com certeza vai nos sugar, da mesma forma como ao andarmos com Deus nos faz sermos parecidos com Ele, andar no mundo em certo ponto vai nos moldar de volta aos padrões dele. Se logo vamos estar nos vestindo como eles, falando como eles, não demora muito para estar pensando como eles, fazendo como eles. Automaticamente vamos buscar as glórias do mundo, os prazeres do mundo, as honras do mundo, as aprovações e objetivos do mundo, e consequentemente o reino de Deus, que deveríamos buscar em primeiro lugar, já não vai estar em primeiro pra nós. Será que já não esta?

Vamos abrir nossos olhos enquanto é tempo, por que, depois que estivermos envolvidos com o mundo, com certeza teremos nossos olhos vendados pra verdade e vamos fazer o errado tendo plena certeza que estamos acertando. Ainda é tempo de acordar e voltar a ser amigo de Deus, ser radicalmente do lado do Pai, e inimigos desse mundo, que jaz do maligno. Nossos olhos devem estar focados no Pai, em agradar a Ele e não o mundo, em faze -Lo feliz com as nossas atitudes, e não a nós mesmos ou a quem quer que seja. É hora de fazermos valer o que tanto temos cantado, o nosso alvo é Cristo.

Nele, que nos alerta que nada vale ganhar o mundo todo e perder a nossa alma;

Vinicius Aguiar
@vinyaguiar

0 Comentários em "Amigos de Deus, inimigos do mundo!"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10