Você que ouviu o louvor acima, pode convidar Rosangela Cristina para cantar em sua igreja ou congresso.

Basta entrar em contato e levar essa levita do Senhor para cultuar a Deus juntamente convosco e, temos por certo, que serão tocados pela unção e pelo mover do Senhor.

Contatos:

Fone: (49) 9992-5202
E-mail: rosinha_foustel@hotmail.com

domingo, 31 de outubro de 2010

31 de outubro - Halloween

Olá irmãos!
Vou fazer este post em especial para o dia de hoje. Não, não vou falar da nossa "presidenta" Dilma, halloween me parece mais atraente.
Vou usar um texto como base para este post, e o mesmo pode ser encontrado aqui

Dia 31 de outubro comemora-se em grande parte do mundo(ok, ouve-se mais falar nos EUA) o Halloween, festa onde os individuos vão para as ruas fantasiados, as crianças pedem doces de porta em porta com a famosa frase "trick or treat?"(gostosuras ou travessuras?) e os adultos ficam em casa para recbê-las e ofertá-las.
O dia 31 foi escolhido pelo fato de, no calendário celta, ser considerado um dos quatro dias de descanso das bruxas, dia escolhido pelos druidas para os rituais onde um caldeirão simbolizaca a abundância da deusa Samhain, onde a mesma voltava com os espíritos dos mortos para serem apaziguados ou agradados.

Alguns dos grandes simbolos do Halloween são as druidas, bruxas, fantasmas, lua cheia, gatos pretos, morcegos, cabeça de abóbora, a célebre frase "gostosuras ou travessuras", as máscaras e fantasias, fogueiras, as cores laranja e preto em especial... nos quais serão comentados aqui.

- As druidas eram membros de um culto sacerdotal entre os veltas na antiga França, Inglaterra e Irlanda, os quais moravam em florestas e cavernas, diziam prever o futuro através do vôo de pássaros, fogo e de entranhas de animais por eles sacrificados. Alguns druinas realizavam sacrificio humano e tinham a lua, a meia-noite e o gato como sagrados

"Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.Perfeito serás para com o Senhor teu Deus. Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores porém, quanto a ti, o Senhor teu Deus não te permitiu tal coisa." - Deut.18:9-14

- Bruxas e fantasmas, além de fadas, espíritos e duendes eram coisas nas quais os druidas acreditavam que saiam às ruas no dia 31 de outubro para prejudicar as pessoas.

- A lua cheia marcava a época de praticar rituais ocultos

- Gatos eram associados as bruxas por superstição, onde as mesmas poderiam transferir seus espíritos para estes animais(quem aí nunca assistiu "Sabrina, a aprendiz de feiticeira" ou "a feiticeira"?) por serem tidos como um "espirito familiar" (será que é por isso que dizem que gatos têm sete vidas?). Os druinas acreditavam que os gatos eram seres humanos que foram transformados em animais em forma de alguma punição e que seriam representações físicas de espiritos malvados. Engraçado que ainda assim os consideravam seres sagrados o.O
"Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos?" (Isa. 8:19)

- O morcego é um bichinho(aham, não sei se é ave e estou com preguiça de procurar no google xD) voador que só sai de noite. O morcego é comparado aos pássaros, simbolo da alma no ocultismo, e ao demônio, por ser um animal noturno. As pessoas na era medieval acreditavam que o demonio se transformava em morcego e o mesmo é consideriderado por possui forças ocultas por perseguir sua presa no escuro.

- A cabeça de abóbora, ou Jack-o-lanterns, é feita com uma abóbora cortada formando uma careta e tem uma lanterna dentro. Reza a lenda que essa criação veio de um homem chamado Jack que lhe foi negada sua entrada no céu, por suas maldades, e no inferno por pregar peças no diabo. Foi condenado a perambular na terra como espírito até o juízo final e por isso colocou uma brasa brilhante em um grande nabo oco, servindo-lhe como lampião para guiar seu caminho de noite. Mais tarde o nabo virou abóbora (oO) e simbolizava uma alma condenada.

- Na cultura celta acreditava-se que para apaziguar os espíritos malignos era necessário deixar-lhes alimentos. Com o tempo, os mendigos adotaram esta idéia e começaram a trocar comida por oração por quaisquer membros mortos da família. Na Irlanda havia uma tradição onde um homem conduzia uma procissão para angariar oferendas de agricultores para que assim suas colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios. Estas "chantagens" deram origem á frase Trick or trear? (gostusuras ou travessuras?)

"Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão." - Salmos 37:25 "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo." - 1 Pedro 5:8-9

- Outro ponto importante para a comemoração do Halloween é o uso de máscaras e fantasias. Hã? No carnaval também acontece isso, né?HUMMMM.. vejamos!
Há a superstição de que as máscaras seriam responsáveis por espantar os maus espeíritos ou mudar a personalidade de quem a usa. Pode também ser um meio de cominação entre o mundo dos vivos e dos mortos, como fazem alguns grupos de magia negra e bruxaria.

- O halloween tem suas origens na irlanda, portanto, faz-se algumas análises pensando na lingua irlandesa. Fogueira na irlanda é "Bonfire", que significa bone(osso)+fire(fogo), ou seja, nas celebrações de Vigília de Samhain (31 de outubro), os druinas queimavam vivos os prisioneiros de guerra, criminosos e animais e com isso diziam ver o futuro pela posição dos corpos expostos em chama. E relembrando a história, anos depois mulheres, crianças, filósofos e cientistas foram queimados vivos por católicos, calvinistas e luteranos.

"... Não pratiqueis a adivinhação nem a magia." - Lev. 19:26

"Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles. Eu sou o SENHOR vosso Deus." - Lev. 19:31

- Coisas em preto, laranja, roxo e vermelho. Isso é Halloween e bem como todos(ou muitos) sabem, são cores simbolo do ocultismo.

No Brasil ainda não se é tão comemorado, mas o halloween é uma "festa" que têm adquirido cada vez mais seguidores na américa latina. E agora, será você também um novo adepto?


Aspas da colunista: Ok, sou eu sim na última foto, mas não sou seguidora do Halloween,

And here we go again!!
Beijos da Samu

TEM UNS QUE SÓ MATANDO!!!

Cachorro ovelheiro cuidando de um rebanho


A Paz do Senhor Jesus esteja contigo!
Não, este NÃO É um texto apologético à pena de morte!
Não, eu não me refiro a este ditado em sentido literal... Vou explicar:
Estávamos num retiro e, no intervalo entre ministrações, conversávamos sobre casos em que pessoas conhecedoras da palavra e que frequentadoras de igreja há anos caem e recaem constantemente. A irmã Kátia lembrou um ditado que temos aqui no Rio Grande do Sul:

"Cachorro ovelheiro, depois que come a primeira ovelha, só matando!"

Literalmente, um "cachorro ovelheiro" é um cão treinado para cuidar de ovelhas: ele as protege, guarda, conduz o rebanho até a pastagem, e tudo o mais. É o auxiliar do pastor. Geralmente, o "cachorro ovelheiro" é uma cruza de pastor-alemão com colie, treinado desde filhote para cuidar das ovelhas. No entanto, se por acaso um desses cachorros-ovelheiro matar uma ovelha e "gostar do gosto de sangue", não tem mais o que fazer, pois passará a atacar o rebanho: só restará sacrificar o animal.
O ditado sobre o "cachorro ovelheiro" é usado para pessoas que, tendo conhecimento, e todas as chances, para mudar de atitude, insiste no erro. Lembro de algumas passagens bíblicas nas quais este ditado se aplica:

"Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai. Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação. Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, Em nome de nosso SENHOR Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do SENHOR Jesus. Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa? Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. " (I Coríntios 5.1-7)

Aqui, o Ap. Paulo exorta para que a igreja não seja cúmplice, nem negligente, em realação ao pecado "grave" de seus membros. Cabe à Igreja denunciar o pecado recorrente, e jamais se conformar com o mesmo!
Vivemos na Graça, que é o favor desmerecido alcançado pelo Sacrifício de Jesus Cristo. Mas se mantivermos a mesma conduta iníqua, estamos invalidando o Sacrifício do Senhor Jesus:

"Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados" (Hebreus 10.26)

Estamos habituados à ouvir a Palavra de Deus, e a testemunhar maravilhas da parte do Senhor... Isso deveria ser motivo para que quebrantássemos nossos corações, nos arrependêssemos do mal e, verdadeiramente, nos convertêssemos... Mas ao contrário, habituamo-nos com a Graça e a Misericórdia de Deus a tal ponto que nos damos o direito de EXIGIR de Deus bênçãos, milagres e o "bem-estar" que almejamos, sem ter compromisso com a conversão. Estar presente dentro de uma denominação, ou até mesmo ser ministro da Igreja, não significa que sejamos, de fato, convertidos! A conversão é mudança de caráter e de atitude! Se não somos capazes de mudar nosso jeito de ser, pensar, sentir e agir, não somos, de fato, discípulos de Cristo. O Senhor Jesus se indignou diante de situação semelhante:

"Ai de ti, Corazim! ai de ti, Betsaida! porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, com saco e com cinza. Por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós." (Mateus 11.21-22)

Até quando os chamados "filhos de Deus" abusarão da Graça de Deus, sem compromisso com a conversão?
Até quando o povo que se chama pelo Nome do Senhor permanecerá agindo como iníquo?
Mentira, logro, contenda, rebeldia, desonestidade, pornografia... Até quando essas obras da carne subsistirão passivamente com o Altar de Deus?
Deus nos alerta desde os tempos antigos:

"O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, de repente será destruído sem que haja remédio." (Provérbios 29.1)

Há um mover em algumas igrejas de um "arrependimento coletivo". Isso, por si mesmo, é bom... Mas corre-se um risco de se criar uma doutrina religiosa hipócrita de "confissão de pecados" sem arrependimento!
Arrepender-se não é apenas assumir sua culpa: é desejar e se esforçar para que o mesmo pecado não se repita!
É importante, sim, reconhecer nossas faltas e confessar, para obter o perdão de Deus, pela graça em Nosso Senhor Jesus Cristo... Mas esta "confissão" será vazia e nula, se não for acompanhada por um arrependimento genuíno!
Tantas vezes somos repreendidos e exortados, e acabamos por nos acostumar com a exortação, nos tornando, muitas vezes, anestesiados contra o choque da denúncia do nosso pecado... Quando isso acontece, podemos ser exortados severamente, que nada nos demoverá: continuaremos inabaláveis em nossa condição de iniquidade! E isso é a pior coisa que pode acontecer: nos anestesiarmos contra a repreensão!
Quando repreendidos, devemos nos sentir quebrantados, e motivados a mudar... Infelizmente, muitas vezes, ou se ignora a repreensão, ou se justifica o próprio erro, fugindo da responsabilidade.

"E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados, e fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado." (Hebreus 12.11-13)

Quando repreendidos, devemos abrir nosso coração, nos arrependermos e mudarmos!
Se fizermos isso, seremos curados!
Não devemos ser "cachorro ovelheiro que come ovelhas"... Mas se acaso nos tornamos um, lembremo-nos que Deus não desistiu de nós e que, se nos arrependermos, Ele nos oferece um novo caminho!
(Caso contrário, "só matando"...!)
Se bem que, indiferente do sarcasmo, precisamos mesmo morrer: que morra nosso orgulho, que morra nossa concupiciência, que morra nossa carnalidade, para que possemos ressuscitar como novas criaturas em Cristo, dirigidos não pela carne, mas pelo Espírito Santo!
Que o Espírito Santo de Deus nos convença de nossos pecados e do Juízo, para que possemos ser curados por Deus,a partir do genuino arrependimento!
Deus te guarde, ilumine, conduza e abençoe, em Nome de Jesus!
Forte abraço!
Ev. Danielson

E O VENTO LEVOU

E o vento levou.


Eita lá! Eita lá! Eita lá!
Paz do Senhor, lagartixas! Tive uma idéia dia desses e hoje resolvi por em prática.
A partir de hoje, sem dias fixos, estarei postando uma série de texto que escrevi baseado em grandes filmes do cinema mundial.
Faremos sempre da seguinte forma: Trarei a sinopse do filme e depois farei um comentário, voltado para o lado espiritual, mediante ao título ou assunto do filme.
Começarei com um clássico do cinema. E O VENTO LEVOU é um romance dramático de 1939 e vencedor do Oscar de melhor filme.

SINOPSE

O filme conta a saga da voluntariosa Scarlett O'Hara, filha de um imigrante irlandês que se tornou um rico fazendeiro do sul dos Estados Unidos, durante a guerra civil americana.

Scarlett começa o filme como uma jovem mimada e atrevida que vive na fazenda dos pais. Ela é apaixonada por Ashley Wilkes, filho do fazendeiro vizinho, mas este se casa com Melanie Hamilton. Para fazer ciúmes, logo em seguida Scarlett casa com Charles Hamilton, irmão de Melanie. Após os casamentos, Ashley e Charles partem para a Guerra, que havia acabado de ser declarada. Contudo, Charles morre pouco tempo depois disso. Após ficar viúva, Scarlett vai para a cidade de Atlanta para viver com Melanie e aguardar a volta de Ashley, e acaba por servir ao Sul, como enfermeira, ajudando a cuidar dos feridos da chamada guerra de secessão. Durante esse tempo fora de casa ela começa a sentir na pele o sofrimento, fome e pobreza. Ao voltar para a fazenda dos pais, Scarlett encontra sua mãe morta, seu pai louco e toda a fortuna destruída. Diante dessa situação desesperadora ela toma as devidas providências para não deixar que tomem a sua querida "Tara".

Durante esse processo, Scarlett precisa da ajuda de Rhett diversas vezes, chegando até a se casar com ele após a perda de seu segundo marido. Porém, Scarlett nunca se deu muito bem com Rhett, casando com ele por interesse. Só no final do filme Scarlett realmente se apaixona por Rhett, contudo o desfecho é inesperado.

***********************************************************************

O vento não pode levar teus sonhos

Muitas vezes nos encontramos na mesma situação da protagonista desse filme. Estamos em guerra intensa contra as hostes do mal (Efésios 6:11-12) e muitas das vezes vemos nosso companheiro não conseguindo vencer o pecado e morrendo espiritualmente.

Nesses momentos, quase sempre nos sentimos incapazes, desistimos de sonhar, paramos de acreditar no Deus que servimos, temos medo de ser o próximo a morrer. Olhamos e só vemos as dificuldades, tentamos buscar refúgios em algumas pessoas mas vemos que elas também estão morrendo. Corremos de um lado pra outro e percebemos que o caos está instalado em nossas vidas. O ventos começam a levar embora nossos sonhos e projetos. Já não vemos solução para nossos problemas e nossas esperanças desvanecem.

Mas justamente quando estivermos no momento mais difícil de nossas vidas, temos que raciocinar lógicamente e correr para a pessoa certa. Todos devem concordar que essa é a solução mais adequada, não é?

Essa pessoa certa é Jesus Cristo, meu amigo! Corra para Ele! Busque refúgio nEle! Somente ele pode restituir a tua vida! Somente ele pode te abrigar nessa tempestade e pode te dar forças pra continuar guerreando contra o mal.

A partir do momento que você estiver ao lado de Cristo, os ventos não poderão mais levar teus sonhos. Os teus sonhos passarão a ser financiados por Deus e nada irá te impedir de continuar prosseguindo rumo ao alvo que traçastes. (Filipenses 3:14)

Que possamos nos aproximar a cada dia mais de Cristo e os ventos do mundo não terão mais influência sobre nossas vidas, pois Ele será sempre nosso refúgio e fortaleza. (Salmos 46:1)

Que a graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o amor do Todo-Poderoso Deus e a comunhão do doce e amável Espírito Santo seja com cada um de nós.



Eliézer Rodrigues
Siga-me no twitter > @eliezer_sejac
E-mail > eliezer_rodrigues@homail.com

Mande-me dúvidas, críticas, sugestões.
Seja um semeador você também. Nos ajude a semear a preciosa semente.
Blog O Semeador! Semeie essa semente e colha conosco os frutos.


Leitura Diária • Esdras 1-2




POR ELIÉZER RODRIGUES.

DESTAQUES
  • Decreto de Ciro para reconstrução do Templo
  • Lista de judeus que voltaram do cativeiro

TEXTO ÁUREO: "Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O SENHOR Deus dos céus... e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que está em Judá. Quem há entre vós, de todo o seu povo, seja seu Deus com ele, e suba a Jerusalém..." (Esdras 1:2-3)

ANÁLISE
O Senhor "despertou o espírito" de Ciro, o famoso rei da Pérsia e fez que este emitisse um decreto que permitiria aos judeus voltar a Jerusalém e reconstruir o Templo. (Esdras 1:1-3)

A maioria da nova geração de israelitas não tinham desejo de deixar a Babilônia (símbolo do sistema mundial) nem tinham em vista reconstruir o Templo na velha cidade de Jerusalém em ruínas, a qual estava a 800km de distância.

Pelo contrário, estavam disfrutando os luxos e prosperidade do novo império persa. Somente uns pouco que tiveram seus corações tocados por Deus (Esdras 1:5) estavam dispostos a realizar a perigosa e longa viagem de quatro meses a pé, sacrificar todos os prazeres sociis e materiais da Babilônia e de voltar com Zorobabel ao lugar onde realmente poderiam adorar a Deus.

Grande parte dos cristãos de hoje estão envolvidos e motivador por posses e prazeres terrenais. São poucos os que buscam agradar ao Senhor acima de todas as coisas.

Assim como um israelita não podia cumprir a vontade de Deus em sua vida enquanto se mativesse na Babilônia, o cristão não pode agradar ao Senhor e experimentar a satisfação verdadeira enquanto não rejeitas suas "Babilônias" e deseje que Cristo guie sua vida.

"Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade" (Filipenses 2:13)

PENSAMENTO DE HOJE: Quanto estás disposto a ceder para agradar ao Senhor?

CRISTO REPRESENTADO
  • Por Sesbazar, o príncipe de Judá (Esdras 1:8)
  • Cristo é o Príncipe da Paz (Isaías 9:6) e o Leão da Tribo de Judá (Apocalípse 5:5)

Texto traduzido e adaptado do blog "Jesus Cristo es la solución"

sábado, 30 de outubro de 2010

ESCATOLOGIA

Na semana passada, eu falei um pouco sobre o fim do mundo. Essa semana, vamos entrar mais ainda no assunto da coluna, que é ESCATOLOGIA.

Você sabe o que é Escatologia? Já ouviu essa palavra antes? Não? Tudo bem! Não é algo muito comum, não se ensina na escola, mas mesmo assim, é um assunto muito importante, principalmente nos dias que vivemos...

Escatologia, vem do vocábulo grego "ESKATOS" que significa, literalmente, tratado ou doutrina das últimas coisas. É uma parte da teologia e filosofia que trata dos últimos eventos na história do mundo ou do destino final do gênero humano, comumente denominado como fim do mundo. Sendo assim, trata-se mais do livro de Apocalípse, que é o que vamos ver nas postagens posteriores.

Este, não é um assunto de fácil compreensão, mesmo porque, existem conflitos de interpretações entre teólogos e entendidos no assunto, acredito eu que isso se deve a linguagem figurada que encontramos no livro de Apocalípse.

Mas vamos pedir a Deus em oração, para que o Espírito Santo venha me iluminar e me conduzir a passar para os amados esse estudo da melhor maneira possível e para que o Espírito Santo, da mesma forma venha possibilitar a compreensão desse tópico aos amados.

Para iniciar nosso estudo, vamos para o Antigo Testamento, no Livro de Daniel, Cap. 9 -24-27, que diz:

"Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo.

Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos.

E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações.

E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador."

Este texto fala sobre as setenta semana de Daniel. É importante entendermos essa profecia, pois caso contrário não entenderemos o livro de Apocalípse.

Semana que vem, estarei aqui, falando mais sobre este trecho e estudando as relações que tem

essa profecia com o livro de Apocalípse..

Deus abençoe a todos!

Fontes: Bíblia, ITPR, Wikipédia

Contatos:

Escreva-me! srta.albini@hotmail.com (apenas e-mail)

Siga-me! https://twitter.com/#!/CarolAlbini (@CarolAlbini)

Não perca a fé




POR BRUNO ARGONA.

Olá, pessoal. Eu sumi mas estou de volta, estive caminhando por desertos, tive que passar um tempo só para pensar em muitas coisas, e peço desculpas aos irmãos por tanto tempo estar afastado do blog. Estava com saudades de trazer devocionais a vocês, mas a partir de hoje estaremos de novo aos sábados reunidos aqui para lermos um pouco mais desse Deus tão maravilhoso e perfeito.

O título do devocional de hoje reflete o que passei nesses últimos 2 meses e isso acontece com milhares de pessoas todos os dias em todos os cantos desse planeta. Por definição é a firme convicção de que algo é verdade, sem qualquer tipo de prova ou critério objetivo de verificação, pela absoluta confiança que depositamos nesta idéia ou fonte de transmissão. Ou seja, fé é você crer em algo ou alguém sem se importar se aquilo é confirmado pela ciência ou por filósofos e etc...

Todo ser humano possui uma necessidade de ter fé, pois Deus nos criou assim, é como se dentro da gente tivesse um reservatório feito para a fé e somente ela pode completar aquele reservatório. Mas infelizmente muita gente tem tido fé em coisas erradas e em pessoas erradas, mas isso é assunto pra outro dia... Hoje falaremos da fé em Deus, nosso querido Pai.

Eu estive desanimado na fé esses últimos 2 meses, parecia que nada fazia sentido e havia vários caminhos como opção na minha frente, entristecido eu acabei ficando ali indeciso para onde ir, sem direção e procurando entender o que eu devia fazer. Minha fé foi esfriando com o tempo de convertido (quase 8 anos), assim como centenas de pessoas acabei desanimando e deixando que o meu próprio EU assumisse o controle das coisas, isso não me fez nada bem. Eu continuava vazio e sem direção, mas Deus é misericordioso e como sempre teve uma grande paciência e me mostrou o caminho de volta e me mostrou os espinhos e pedras que estavam no meu caminho, foi aí que percebi que precisava de uma limpeza geral dentro de mim e coloquei mãos à obra. Minha fé foi renascendo e tem aumentado a cada dia mais e assim como aconteceu comigo, com certeza muitos de vocês, ou até mesmo TODOS, já passaram por essa situação ou parecido... não é verdade?

Portanto, o que tenho a dizer a vocês hoje é não deixe que os problemas e as dificuldades do seu cotidiano apaguem a chama de fé que existe dentro de VOCÊ! A fé é como uma pedra preciosa e precisa ser guardada muito bem dentro de ti para que não seja roubada pelo seu próprio EGO, pois seu maior inimigo é você mesmo.

Deus abençoe a todos, e até semana que vem pessoal!!!

Leitura Diária • O livro de Esdras




POR ELIÉZER RODRIGUES.

ESDRAS

  • 15° Livro da Bíblia
  • 10 Capítulos
  • 280 Versículos

Devido aos pecados dos israelitas, o profeta Jeremias profetizou: "E toda esta terra virá a ser um deserto e um espanto; e estas nações servirão ao rei de babilônia setenta anos... Porque assim diz o SENHOR: Certamente que passados setenta anos em babilônia, vos visitarei, e cumprirei sobre vós a minha boa palavra, tornando a trazer-vos a este lugar." (Jeremias 25:11; Jeremias 29:10 - compare com II Crônicas 36:22-23; Esdras 1:1-3)

Em cumprimento a profecia, o rei Joaquim foi derrotado por Nabucodonosor, que começou a deportar o povo para a Babilônia. Vinte anos mais tarde, Jerusalém foi derrotada, o Templo foi destruído e a maioria dos israelitas que ficaram, foram levados para a Babilônia.

Finalmente, os medos e os persas se uniram, conquistaram a Babilônia e lá formaram parte do Império Persa.

O livro de Esdras fala sobre um pequeno número de exilados qu foram fiéis e iveram a valentia de voltar a Jerusalém depois que o rei Ciro da Pérsia animou o povo judeu: "edifique a casa do SENHOR Deus de Israel" (Esdras 1:3)

A primeira expedição a Jerusalém (capítulos 1-2), composta de 42.600 judeus e 7.337 servos (Esdras 2:64-65), foi dirigida por Zorobabel, o neto do rei Jeconias (I Crônicas 3:17-19)

Ao chegar em Jerusalém, construíram um altar e cumpriram a celebração da Festa dos Tabernáculos. Em dois anos termiram apenas os fundamentos do Templo. (capítulos 3-4)

Durante este tempo, enfrentaram uma forte oposição dos samaritanos, que finalmente conseguiram um decreto para deter a obra. (Esdras 4:21)

Cerca de 14 anos mais tarde, através da pregação da Palavra de Deus, tal como registrado nos livros de Ageu e Zacarias, novamente, "começaram a construir a casa de Deus" (Esdras 5:1-2) e concluíram em quatro anos, apesar da intensa oposição. (capítulos 5-6)

Entre os capítulos 6 e 7, existe um intervalo de aproximadamente 60 anos. Os eventos ocorridos neste tempo se registram no livro de Ester, assim como as mortes de Zorobabel de Ageu e, possivelmente, de Zacarias.

Cerca de 80 anos depois da expedição de Zorobabel, Esdras dirigiu aproximadamente 1.800 homens judeus (umas 5.000 pessoas, somando-se mulheres e crianças) desde a capital persa até Jerusalém (capítulos 7-8). Quando chegaram, Esdras descobriu que a Lei de Deus havia sido negligenciada e que muitos israelitas haviam se casado com pessoas de nações pagãs. Esdras decidiu corrigir isso imediatamente e começou a dirigir o povo para uma renovação da verdadeira adoração a Deus. (capítulos 9-10)

Texto traduzido e adaptado do blog "Jesus Cristo es la solución"

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Tela de 330 polegadas é instalada no Japão

Display da Sharp tem 8,4 metros de comprimento e apenas 6,5 milímetros de espessura.

330 polegadas no metrô.
Fonte da imagem: Sharp.
Seria a imagem acima a representação de um filme futurista? Um conceito de designers criativos? Nada disso. A foto foi tirada na maior estação de metrô de Tóquio, a Tokyo Station. O telão de 330 polegadas foi produzido pela Sharp e inaugurado no dia 22 deste mês.
O painel é formado por 18 telas de 60 polegadas, as quais possuem resolução de 1.366 por 768 pixels cada uma. A combinação dos monitores gerou uma tela com 8,4 metros de comprimento. Mas o que mais chama atenção é sua espessura: 6,5 milímetros.
O telão teve sua primeira aparição em junho deste ano. Segundo o site Crunch Gear, a fabricante explicita que o diferencial do seu produto é a possibilidade de exibir conteúdos diferenciados ao mesmo tempo. No mesmo painel é possível veicular um canal de notícias e um serviço de previsão do tempo, exemplifica a Sharp.
A novidade implementada em solo japonês abre um leque de oportunidades. Em uma tela tão grande não falta espaço para anúncios, informativos e recursos de interação para os usuários. Esperamos ansiosos até que o imenso monitor apareça por aqui.

Leitura Diária • II Crônicas 34-36




POR ELIÉZER RODRIGUES.

DESTAQUES
  • Reinado de Josias
  • O Livro da Lei é aberto
  • Josias celebra a Páscoa
  • Josias morre na batalha
  • Reinado e derrubada de Joacaz
  • Reinados de Jeoiaquim, Joaquim e Zedequias
  • Queda de Jerusalém
  • Cativeiro de Judá
  • Decreto de Ciro para reconstrução do Templo

TEXTO ÁUREO: "... guarda-te de te opores a Deus, que é comigo, para que ele não te destrua. Porém Josias não virou dele o seu rosto, antes se disfarçou, para pelejar contra ele... no vale de Megido. E os flecheiros atiraram contra o rei Josias... e morreu ..." (II Crônicas 35:21-24)

ANÁLISE
A honra mais alta nunca dada a um rei, foi dada a Josias. "Não houve ouro rei antes dele que se convertesse ao Senhor de todo seu coração." (II Reis 23:25)

Durante o reinado de Josias, o faraó Neco do Egito queria passas através da Palestina com seus exércitos para se unir aos assírios e guerrearem contra Nabucodonosor, rei da Babilônia
O rei egípcio advertiu a Josias para que não interferisse: "... guarda-te de te opores a Deus, que é comigo, para que ele não te destrua. " (II Crônicas 35:21)

Nesta ocasião, não vemos na Bíblia que Josias buscou conselho do Senhor ou foi ao profeta Jeremias para buscar conselho. Mas Josias tratou de impedir o rei egípcio de passar pelo seu país. Como resultado, ele foi ferido mortalmente. Apenas três meses depois da morte de Josias, o reino de Judá perdeu sua independência política.

Será que alguém deixou de orar pelo piedoso rei de 39 anos? É de vital relevância orar por aqueles que têm autoridade e por aqueles que estão, efetivamente, sendo usado por Deus. Faça uma pausa agora para orar por seu pastor, líderes espirituais e outros líderes de nossa nação para que Deus os proteja e os guie.

"Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade" (I Timóteo 2:1-2)

PENSAMENTO DE HOJE: Você já orou pelas pessoas queestão no poder? Já orou para que Deus conduza nossa nação?

CRISTO REVELADO
  • Pelos mensageiros de Deus que foram rejeitados pelo povo (II Crônicas 36:15-16 - copare com Isaías 53:3 e Marcos 9:12)

Texto traduzido e adaptado do blog 'Jesus Cristo es la solución'



quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Num primeiro momento


Sempre há um primeiro momento, e neste primeiro momento, mais que uma impressão. Melquideseque, em seus primeiros passos na vida cristã acreditara de todo coração que nunca mais cairia, acreditara que todos os irmãos eram mesmo irmãos; acreditara que absolutamente tudo era possível e que jamais sofreria alguma decepção nesta família de cujo sangue – o sangue de Cristo – fazia parte, enxertado como eles no Corpo, na Videira; Melquideseque acreditara, como uma criança. Tudo acontecia, o fluir divino do Primeiro Amor. Ah, quem, dos convertidos espalhados pelo planeta, não conhece esta maravilhosa sensação, este acontecimento tremendo? E quem persevera nesta fé? Melquideseque caiu. Da primeira vez foi um choque tão forte que temeu sérias consequências, como do pecado sem perdão. Quantas lágrimas, a dor do arrependimento chegava a ser física e Melquideseque varava madrugadas em busca do favor e da presença de Deus. E a resposta vinha sobejando dádivas de paz e perdão, a cada dia, na visível transformação do homem que desde cedo viveu em descompasso, na rejeição. Hoje finalmente acredita que é sim amado, aceito por Deus. Recebeu Seu perdão e mesmo sem compreender como é possível ser amado com tantas falhas e que nenhuma justiça que fizesse, nenhum bem, mesmo que doasse tudo que tivesse, com isso não seria mais amado (Is. 64:6), pois Ele nos ama e pronto. Hoje Melquideseque procura mostrar esta verdade, a outros que assim como ele, não conheceram os pais ou foram maltratados por quem deveria lhes amparar. Melquideseque aprende com eles, em Cristo, a cada dia, o perdão. E como é bom! Gente de todas as idades nascendo de novo, e se reerguendo de quedas e traumas através do Santo Espírito. É honra glória – de Deus pra nós e de nós pra Deus. Melquideseque, em seu nome trocado, já não murmura por isso, se na hora de ser registrado passaram o “de” antes do “se” (seria Melquisedeque conforme a Bíblia), era pra ser único mesmo e só agradece, aprendeu também a agradecer, agora conhece a gratidão (1 Te 5:18) e prossegue dia-a-dia a conhecer (Ose 6:3), reconhecendo que somos imperfeitos, dependentes do perfeito amor de Cristo, sendo Ele nosso espelho (2Cor 3:18).

"Por quês?" ...

Por: Eliane Alves



Você já parou pra pensar quantas vezes questionamos a Deus sobre o “POR QUE” das coisas? E quão impacientes somos quando não temos as respostas que queremos? Já parou pra pensar se na mesma intensidade que perguntamos “n” coisas à Deus, Deus perguntasse “n” coisas à nós? Será que estaríamos prontos para responder? Imagine Ele te perguntando:

_ “POR QUE filho(a) você não muda? POR QUE falo tanto com você e você não me ouve? POR QUE você não perdoa? POR QUE ainda mantém este coração? POR QUE você pensa mal do seu próximo e fala contra seu irmão? POR QUE você adultera? POR QUE você trai? POR QUE você mente? POR QUE você não é fiel? POR QUE sempre ignora o que lhe falo? POR QUE escolhe sempre os caminhos que lhe disse para não escolher? POR QUE vive tão distante de mim e tão próximo das coisas que entristece meu coração? POR QUE quer tantas coisas de mim quando não tenho nada de você? . . . POR QUÊ???”

A verdade é que Deus não teria dificuldades alguma em responder aos nossos milhares de “POR QUES” – mas nós, teríamos a mesma facilidade para responder-lhe à um único “POR QUE” com a mesma intensidade que temos para Lhe perguntar?
Como diz minha amada mãe: “Deus sabe o que faz e o homem não sabe o que fala!” – e sabe de uma coisa: Ela tem toda razão!
Pense nisto!

Leitura Diária • II Crônicas 31-33




POR ELIÉZER RODRIGUES.

DESTAQUES
  • Ezequias destrói os ídolos
  • Ofertas e dízimos
  • Assíria invade Judá
  • Morte de Ezequias
  • Reinado de Manassés
  • Reinado de Amon

TEXTO ÁUREO: "E ele, angustiado, orou deveras ao SENHOR seu Deus, e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais" (II Crônicas 33:12)

ANÁLISE
A maior parte de sua vida, Manassés perdeu tentando anular a reforma espiritual que seu pai, Ezequias, havia feito em Judá. Manassés tornou-se um idólatra fanático e assim levou sua nação à ruína. Devido a isso, Deus permitiu que o rei da Assíria derrotasse Manassés e o levasse preso à Babilônia.
Durante seu cativeiro, Manassés de arrependeu e, pela primeira vez, se registra que ele orou (II Crônicas 33:12-13). Deus ouviu sua oração, perdoou seus pecadose o restouro no seu trono em Jerusalém. Nos seus anos restantes, tratou de corrigir o mal que havia feio e lovou a nação até Deus novamente.
Quando Manassés, um rei muito ímpio, se arrependeu de seus pecados, tornou-se um exemplodo surpreendente amor perdoador de Deus.
Os cristãos mais desanimados e derroados, têm a segurança de que Deus mostra grande misericórdia por todos aqueles que, humildemente, se chegam à Ele.

"... purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus." (II Coríntios 7:1)

PENSAMENTO DE HOJE: Deus, em sua infinita misericórdia, tem provido uma saída paque que até o mais vil pecador seja salvo.


CRISTO REVELADO
  • No dízimo das vacas e das ovelhas (II Crônicas 31:6)
  • A vaca tipifica Cristo como Servo paciente e duradouro (compare I Coríntios 9:9-10; Hebreus 12:2-3)
  • A ovelha simboliza Cristo se rendendo sem resistência para morrer por nós na cruz (Isaías 53:7; Atos 8:32-35)
Texto traduzido e adaptado do blog 'Jesus Cristo es la solución'

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Deus ajuda a quem se humilha




I Sm 25:2-44


Nabal, um homem ruim, grosso, coração duro e egoísta. Abigail, uma mulher doce e pacificadora.

Nabal era um homem rico, dirigia seus negócios com prosperidade. Porém era rude, agressivo e maligno. Maltratava sua esposa e consequentemente seus empregados. Seu nome significa louco. O texto diz que ele era filho de Belial (diabo). Ele era também um homem ingrato.

Numa determinada ocasião Davi fez o bem a este homem. Cuidou de suas ovelhas e de seus soldados. Então, num outro dia, era Davi quem precisava da ajuda de Nabal. Estava ele e seus soldados por perto e estavam com sede e fome. Então Davi mandou alguns de seus homens pedirem alimento e água nas terras de Nabal, lembrando-lhe que seria uma retribuição. Mas Nabal era também avarento e não gostava de dividir suas coisas. Nabal destratou os soldados de Davi e os escorraçou de suas terras. A sua retribuição foi de ingratidão. Davi ficou muito chateado com isso e decidiu que invadiria a casa de Nabal e mataria todos os do sexo masculino.

Um dos empregados contou o ocorrido para Abigail, esposa de Nabal. Esta, por ser uma mulher pacificadora, reuniu seus empregados, o máximo de comida que pôde e seguiu em direção ao acampamento de Davi. Ao se aproximar de Davi, prostrou-se diante dele e sutilmente lhe pediu perdão pelo que seu marido havia feito. Ofereceu a comida que havia levado. Abigail era também uma mulher bonita e sensata. Conquistou a atenção e a misericórdia de Davi com sua humildade e intercessão. Ela intercedeu pela sua família, sua casa e ainda deu conselhos de como Davi deveria agir.  Davi então desistiu de destruir a casa de Nabal em consideração a Abigail e dispensou-a.

Abigail volta pra casa e encontra Nabal bêbado e festejando. Com muita sabedoria Abigail não lhe dirigiu a palavra e foi para seus aposentos.

Pela rapidez com que Abigail juntou os alimentos e foi até Davi, vemos que ela era também uma mulher muito ativa e organizada. Voltou pra casa sem nada falar, mostrando que também era uma mulher discreta.

O texto indica que Abigail não era uma mulher amada, tratada com carinho, não ouvia palavras doces de seu marido.

Logo depois desse episódio o texto diz que Nabal morreu. Davi não precisou fazer nada.

E Davi, que admirara Abigail, mandou busca-la para ser sua esposa. E essa mulher, que era sofrida, maltratada e ignorada, passou a ser bem tratada, esposa de Davi. Abigail, de esposa do homem mau, agora era esposa do rei de Israel.

Não importa o sofrimento pelo qual você está passando, mantenha-se fiel, seja doce, uma pessoa de paz, sensata, usando de sabedoria, porque seus dias de esposa de Nabal estão acabando. Deus vai te honrar, vai te ouvir, vai mudar a sua vida como fez com Abigail. O juízo de Deus virá de uma forma ou de outra. Para mudar ou pôr fim no seu sofrimento. Seu Nabal pode ser muitas circunstancias, mas Deus fará algo a respeito. Aja como Abigail, humilhe-se se for necessário, seja discreto, ofereça ajuda a quem precisa de você, amenize os momentos de guerra no meio da sua família.

Não seja como Nabal, atormentando a vida dos outros, mas seja como Abigail, que deixou Deus agir por meio dela, e de mulher ignorada e sofrida passou a ser a esposa de Davi, que veio a ser rei de Israel.


Deus te abençôe!

Leitura Diária • II Crônicas 28-30




POR ELIÉZER RODRIGUES.

DESTAQUES
  • Reinado de Acaz
  • Reinado de Ezequias
  • O culto no Templo é restaurado
  • A Páscoa restituída
  • Confissões feitas ao Senhor

TEXTO ÁUREO: "Agora me tem vindo ao coração, que façamos uma aliança com o SENHOR Deus de Israel, para que se desvie de nós o ardor da sua ira" (II Crônicas 29:10)

ANÁLISE
No primeiro mês do reinado de Ezequias, ele começou a mais grande reforma religiosa da história de Judá "e fez o que era bom, e reto, e verdadeiro, perante o SENHOR seu Deus." (II Crônicas 31:20)
Restaurou o culto no Templo, destruiu a idolatria e proclamou uma Páscoa nacional que superou todas as proclamações de Páscoa desde a época de Salomão. Enviou cartas especiais ao Reino do Norte de Israel convidado-os a guardar esta Páscoa. Ezequias não temia a reação do rei Oséias de Israel, nem do reino assírio que os dominava.
Muitos do Reino do Norte recusaram o convite, mas alguns participaram nessa grande festa da Páscoa. Este é o único registro em 210 anos onde as 10 tribos voltaram à Jerusalém para adorar a Deus
A importância que colocamos em Cristo, nosso "Cordeiro da Páscoa" (I Coríntios 5:7), determina o que fazemos com nosso tempo e trabalho. A ordenança de Cristo é clara: "assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós." (João 20:21), às casas, às empresas, aos escritórios e a todas as nações.

"Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações... Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado..." (Mateus 28:19-20)

PENSAMENTO DE HOJE: Compartilhe agora mesmo com alguém as grandes coisas que o Senhor tem feito por você.

CRISTO REVELADO
  • Na Páscoa (II Crônicas 30:1-5,15)
  • Jesus Cristo é nosso Cordeiro Pascoal (I Coríntios 5:7)
  • Quando confiamos em Cristo como o Cordeiro de Deus, Ele nos purifica dos nossos pecados. (João 1:29,34,36)
Texto traduzido e adaptado do blog 'Jesus Cristo es la solución"

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Roteiro de viagem: Curitiba - PR



A qualidade de vida oferecida pela capital paranaense faz de Curitiba um destino repleto de facilidades e atrações para os turistas. O bem-estar dos moradores é convertido em excelentes serviços para os visitantes, que encontram hotéis confortáveis, bons restaurantes, intensa agenda cultural e mobilidade de sobra para conhecer os cartões-postais, sempre emoldurados por bosques e praças. A sinalização eficiente e os meios de transportes modernos garantem circular por belas e inusitadas construções, como o Teatro Ópera de Arame, o Jardim Botânico e o Museu Oscar Niemeyer, além dos parques, como o Barigüi, ponto de encontro de famílias e atletas nos finais de semana.


Apesar dos aspectos futuristas que envolvem a capital paranaense, Curitiba guarda muitas características de cidades do interior - influência das imigrantes europeus, que ainda hoje mantém suas raízes. Dos italianos foram herdadas as animadas cantinas do bairro de Santa Felicidade que capricham nos rodízios repletos de massa, frango e polenta frita. Já os poloneses marcam presença com as pequenas docerias; enquanto os ucranianos enchem de charme a feirinha de artesanato com seus ovos pintados à mão. Uma circulada pelo calçadão da rua XV de Novembro - ouRua das Flores - permite ver de perto o mix de culturas. Por lá estão o comércio, os artistas de rua, os cinemas e os teatros, além das cafeterias com mesas ar livre onde todos os sotaques se encontram.


Nem tudo, porém, é perfeito na capital - chuva e baixas temperaturas fazem parte da paisagem curitibana em qualquer época do ano. Entretanto, vale a pena deixar os detalhes climáticos de lado nos meses de março e dezembro, especialmente. No primeiro semestre, o destaque do calendário é o Festival de Teatro, que atrai diretores e atores conceituados de todo o país, além de exibir peças em diversos pontos da cidade. Já no final do ano, o Natal Encantado oferece um emocionante espetáculo na iluminada fachada do Palácio Avenida - um programão para crianças e adultos.


O que ver e fazer em Curitiba


Repleta de cartões-postais, como o Jardim Botânico e o Teatro Ópera de Arame, além de parques e bosques, a capital paranaense é ponto de partida para duas belas viagens: a de trem pela Serra do Mar e a de carro pela Estada da Graciosa. Ambas levam a Morretes, onde a pedida é degustar o barreado, prato típico da região à base de carnes cozidas e farinha de mandioca. Já em Curitiba, a boa mesa está por toda parte, em especial no bairro de Santa Felicidade, famoso pelas cantinas que servem rodízio com o melhor da cozinha italiana.


•Apreciar os cartões-postais
O Jardim Botânico e o Teatro Ópera de Arame são os principais ícones de Curitiba. No primeiro, uma bela construção em metal e vidro abriga 50 espécies de mata Atlântica. A moldura não poderia ser mais perfeita: jardins geométricos, esculturas e trilhas. Já o teatro abriga dois espaços: a pedreira Paulo Leminski, ao ar livre e com capacidade para mais de 30 mil pessoas; e a Ópera de Arame, erguida sobre um lago, com estrutura metálica, paredes transparentes, camarotes e poltronas, abrigando 1.600 pessoas. A visita vale a pena, mesmo que não haja espetáculos em cartaz.


•Descer a Serra do Mar de trem
A maneira mais bonita e interessante de chegar a Morretes é de trem. O passeio, que encanta turistas de todas as idades, tem 150 quilômetros de extensão, 30 pontes e 14 túneis cavados na serra coberta de mata Atlântica. A viagem dura três horas e pode ser feita diariamente de trem ou, nos finais de semana, de litorina - a passagem é mais cara, mas os vagões oferecem janelas maiores, ar-condicionado e serviço de bordo. A ferrovia, considerada a mais bela do país, foi inaugurada em 1885 e continua até Paranaguá.


•Curtir as áreas verdes
Repleta de parques, Curitiba guarda em suas áreas verdes muitas homenagens aos seus colonizadores vindos da Polônia, Alemanha e Ucrânia. Os bonitos espaços são utilizados também para a prática de atividades esportivas, culturais e de lazer, entretendo moradores de todas as idades.


•Viajar na Estrada da Graciosa
A viagem que leva a Morretes começa na BR-116 - onde se roda 40 quilômetros - e termina na Estrada da Graciosa. São 33 quilômetros calçados em paralelepípedos e repleto de curvas sinuosas evolvidas por encostas floridas, picos, montanhas, mar e cachoeiras. Para melhor apreciar o cenário encantador, há mirantes estratégicos. A estrada foi inaugurada em 1873 e requer baixa velocidade por dois motivos: curtir o visual e evitar acidentes - há muitas curvas, o calçamento não é dos mais confiáveis e a visibilidade costuma ser prejudicada por conta dos nevoeiros. Vá somente em dias de sol.


Atrativos Culturais em Curitiba


Construções em estilos variados e espaços culturais tomam conta da paisagem curitibana. As atrações vão do casario do século XVIII do Largo da Ordem ao modernoso Museu Oscar Niemeyer, em formato de um olho. Um dos cartões-postais da capital, o Teatro Ópera de Arame merece uma visita, mesmo em dias sem espetáculos. Já o Shopping Estação não deve ser visitado somente para compras - o espaço abriga interessantes museus, como o do Perfume e o Ferroviário.


•Largo da Ordem
O espaço é famoso pela boemia garantida pelos bares ao redor e também pela feirinha de artesanato que acontece nas manhãs de domingo. O destaque, porém, fica por conta das imponentes construções do século XVIII, como a Casa Romário Martins, de arquitetura portuguesa; e a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, que abriga o Museu de Arte Sacra. Também chamam a atenção as fachadas da Casa Vermelha e do Palácio Garibaldi. Entre as construções mais recentes vale a pena observar o Memorial de Curitiba, palco para espetáculos de música e arte; e os imensos painéis de azulejo que decoram a Travessa Nestor de Castro, obra do artista Poty Lazaroto.


•Teatro Ópera de Arame
O espaço cultural, abriga dois teatros: a pedreira Paulo Leminski, ao ar livre e com capacidade para mais de 30 mil pessoas; e a Ópera de Arame, erguida sobre um lago, com estrutura metálica, paredes transparentes, camarotes e poltronas, abrigando 1.600 pessoas. A visita vale a pena, mesmo que não haja espetáculos em cartaz.


•Museu Oscar Niemeyer
O belo conjunto é formado por dois prédios, sendo o segundo assinado por Oscar Niemeyer. A obra do arquiteto tem escadaria em caracol externa e o formato de um olho aberto revestido de vidros escuros. O museu tem a programação mais interessante da cidade, sempre com excelentes exposições temporárias espalhadas por nove salas. O conjunto abriga ainda esculturas ao ar livre e um espaço com maquetes de Niemeyer.


•Espaço Perfume
O primeiro museu do perfume do país é inspirado nos similares europeus. Além de cheirar uma infinidade de aromas, o visitante encontra uma exposição de frascos separados por décadas e assiste a comerciais de TV.


Museu Ferroviário
Uma antiga estação, que funcionou entre 1890 e 1985, guarda a história da ferrovia no Paraná. Nos espaços restaurados estão mobiliário e relógios originais, como os instalados na bilheteria e na sala do telégrafo.


•Paço da Liberdade
A bela construção de 1916, que mistura diversos estilos arquitetônicos com predominância art nouveau, passou por reformas e recuperou a imponência de outrora. Além da iluminação especial, o prédio ganhou um lindo jardim, que já virou parada obrigatória para fotos. O casarão, único bem paranaense tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, funcionou como sede da prefeitura de Curitiba até 1969. O gabinete do ex-prefeito Cândido de Abreu, responsável pela construção do prédio, foi reconstituído com objetos de época e está aberto para visitação. Às quintas e sextas, às 18h, e aos domingos, às 15h, há apresentações gratuitas de MPB. O local oferece ainda biblioteca, café e espaço para exposições.


•Museu Paranaense
No Palacete São Francisco (sede do governo do estado entre 1938 e 1953) e em seu anexo, o assunto é a história do Paraná. O período apresentado vai desde a presença dos índios e a vida no litoral até a passagem de tropeiros pelo interior, a emancipação de São Paulo (1853), o ciclo da erva mate, a Guerra do Contestado (1912, contra Santa Catarina) e a imigração do século 19.


•Museu do Automóvel
Instalado no Parque Barigüi, o espaço reúne 60 veículos bem conservados. Merecem destaque o Ford T de 1919; o Cadillac de 1952 (modelo presidencial) e a McLaren de Émerson Fittipaldi, de 1974.



FONTE

Espero que todos tenham uma ótima semana!
Duvidas, criticas ou sugestões: ca_fdr@hotmail.com
Fiquem com Deus =)

Somos Afiliados



Vale o clique

Léo Brandão
Undertlight
 
Design por Gerson Bruno