BELAS FOLHAS...!!!



A Paz do Senhor!
Sabe as figueiras? às vezes não passam de arbustos, às vezes são gigantescas... Mas todas têm folhas verdes, grandes e vívidas, de aparência pujante... É uma árvore bonita de ver, com seu tronco retorcido e raízes aparentes, parecendo uma escultura impressionista... Árvore linda de se ver!
Mas aparência não é tudo: o figo é um símbolo bíblico para o suprimento, a provisão das necessidades materiais. Certa vez, Jesus sentiu fome e buscou em uma figueira a satisfação de sua necessidade, mas o resultado foi frustrante...

"E, de manhã, voltando para a cidade, teve fome; E, avistando uma figueira perto do caminho, dirigiu-se a ela, e não achou nela senão folhas. E disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente." (Mateus 21.18-19)

A primeira coisa que me vem é que Jesus sabia que a figueira não tinha figos, por antecipação. Ele manifestou sua fome, foi até à figueira estéril e a a amaldiçoou como forma de ensinar algo aos Seus discípulos. Discípulos que, na época, eram os 12... Mas hoje é cada um de nós!
A segunda coisa que me vem é que O CORPO DE JESUS SENTIU UMA NECESSIDADE, UMA CARÊNCIA, no caso, de alimento: a fome. Isso me faz pensar: hoje, o que é o Corpo de Cristo? A Igreja. Será que a Igreja sente fome? Será que o Corpo de Cristo, hoje, também sente necessidades?
Creio que sim. O Corpo de Cristo, a Igreja, sente sim, fome! E muitas vezes, tal qual à figueira, Jesus também vem em nossa direção pedir que saciemos Seu Corpo com algum fruto nosso...
O grande problema é que Deus nos pede algo específico, mas só estamos dispostos a dar o que bem quisermos... Deus nos pede FRUTOS, mas estamos dispostos a dar apenas folhas...
Nossa resposta para Deus é que: "o tempo não é adequado", ou que "este não é meu ministério", ou ainda: "meus talentos (folhas) são tão bonitos!", mas Deus não quer folhas, ou Deus não pode esperar "o tempo certo": O Corpo passa fome, e a necessidade de frutos é para agora!
De que frutos estaríamos falando?
Talentos e dons ministeriais?
Grandes ofertas?
Contabilizar o tamanho da multidão que, supostamente, ACHAMOS que "ganhamos para Jesus", só porque convidamos para um culto? (Aliás, nos esquecendo que quem converte é o Espírito Santo, e que pouco vale, simplesmente, levar alguém a um culto, se não estivermos dispostos a discipulá-lo e consolidá-lo...)
Se não são estes, de quais "frutos" o Corpo de Cristo passa fome?

"Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio." (Gálatas 5.22)

Enquanto há pessoas brigando por um lugar "aos holofotes" da Igreja, há pessoas que não conhecem o amor de Deus, porque não experimentaram este fruto dentro da Igreja! Pessoas que sentem-se amarguradas, sem ninguém para acolhê-las... Pessoas que não sabem perdoar, e nem pedir perdão... Pessoas feridas, com fome de AMOR!
E se Jesus te pedir um fruto de "AMOR", estaremos preparado para alimentar Seu Corpo? Ou será que nossas pequenas picuínhas, questões particulares, feridinhas... nos impedem de viver o AMOR derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que te foi outorgado? (Romanos 5.5)
Pessoas depressivas, desanimadas, apostatadas... Liturgias frias... Ritos hipócritas... O Corpo de Cristo tem fome da verdadeira alegria! Mas como oferecer esta alegria ao Corpo, se não a temos em nós mesmos? Ao contrário, matamos nossa alegria com um senso crítico exagerado e um coração tendencioso a murmurar constantemente... O Corpo de Cristo sente fome de alegria, mas só podemos oferecer-Lhe "folhas"...
O mundo passa por tal tribulação que é impossível se ter paz... Mas, pelo menos, na Embaixada do Reino de Deus, dentro do seio da Igreja, deveria existir um reduto de paz e segurança para as pessoas... Triste ilusão! Nossas igrejas, muitas vezes, reproduzem dentro de si mesmas uma falta de paz e contenda que pode até exceder aos padrões mundanos! O Corpo de Cristo tem fome de paz, mas nós só temos "folhas" a oferecer-Lhe...
Longanimidade... A capacidade de ter paciência, de tolerar a frustração, de suportar a espera e de perdoar por antecedência... Como o Corpo de Cristo sente fome deste fruto! O quanto nossa ansiedade e imediatismo anula o fruto da longanimidade...! Ese Jesus pedir-nos este fruto, daremos o quê: "folhas"?
Benignidade e bondade: dois frutos que caminham juntos. Benignidade é ter pensamentos, sentimentos, intençoes e motivações puros; a bondade é exercer estas coisas com gestos práticos. Há, sim, certos gestos aparentes de "bondade" no meio do povo de Deus, mas que na maioria das vezes pode ser forçoso e hipócrita, porque não foi gerado pela benignidade - pois esta está em falta... Rancor, malícia, inveja, soberba e tantas outras "malignidades" permeiam o coração do chamado "povo cristão", a ponto do Corpo de Cristo pedir continuamente por frutos de benignidade e bondade, e só termos "folhas" para oferecer-Lhe!
Fé deveria ser um fruto que jamais faltaria no meio da Igreja... Mas nossa Fé acaba sendo limitada e fria, porque não a exercitamos e nem a alimentamos pela Palavra de Deus! Falta-nos convicção e confiança em Deus! Se tivéssemos fé do tamanho de um grão de mostarda, operaríamos prodígios! A falta de milagres dentro da igreja mostra o quanto o Corpo de Cristo carece desse fruto...!
Mansidão é um fruto muito interessante! Não está relacionado apenas com uma tendência passífica, de reagir com paz ao confronto, mas com OBEDIÊNCIA. Falta - E MUITO - obediência e submissão dentro da Igreja! Jesus pede-nos frutos de mansidão, mas somos figueiras rebeldes que nos negamos a dar o que Ele nos pede... Enquanto alimentamos nossa rebeldia e insubmissão, o Corpo de Cristo passa fome!
E por quê não produzimos os Frutos do Espírito? Porque somos escravos de nós mesmos! Não temos domínio próprio... Somos guiados por nosso coração enganoso e perverso (Jeremias 17.9)... E por falta de domínio próprio, nos entregamos à nós mesmos e não produzimos mais fruto nenhum... E por isso, o Corpo de Cristo padece de fome!
Jesus nos alerta que a "esterilidade" traz a condenação! Não fomos cheios do Espírito Santo de Deus para que "brilhássemos" egoisticamente, mas sim para que produzíssimos frutos que alimentassem o Corpo de Cristo!
Talento não serve para nós mesmos, mas sim para servir ao nosso próximo!
Dom não serve para nós mesmos, mas sim para servir ao nosso próximo!
Recurso não serve para nós mesmos, mas sim para servir ao nosso próximo!
Corremos o risco de querer "comprar" o Reino de Deus com nossos dons, talentos e recursos... Mas o que Deus faria com isso, se tudo isso foi Ele próprio que nos deu???
Dom, talento, recurso... É tudo dádiva de Deus, pela Graça em Cristo Jesus! Não é mérito nenhum ter nada disso! Deus não se impressiona com essas coisas...
Dons, talentos, recursos... tudo isso DEUS É QUEM NOS DÁ!
...mas os frutos...
...SOMOS NÓS QUE TEMOS QUE DAR A DEUS!
E para gerar os frutos, temos que nos submeter a nos convertermos genuinamente... A abrir mão de nosso caráter egopista, para que o caráter de Cristo possa ser gerado dentro de nós!
Isso é arrependimento! Isso é conversão!
Isso é ser cristão...
...mas isso dói! E por isso, muitos fogem da dor de se converter.
E correm, com isso, o risco de se tornarem figeuiras estéreis!
A partir disso tudo, o que Deus vem pedir a cada um de nós é UM DETERMINADO FRUTO ESPECÍFICO!
Deste FRUTO depende a produção de todos os outros!
Sem gerarmos este fruto, não conseguiremos gerar os outros...
O fruto que Deus nos pede é este:

"E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão. E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo." (Mateus 3.7-10)

Deus usa as palavras de João Batista, atualizando um chamado a que produzamos FRUTOS DE ARREPENDIMENTO! Que deixemos de ser figueiras secas, mas busquemos ao Senhor com humildade, pedindo o Seu perdão e entregando-nos para sermos moldados como novas criaturas, à Sua imagem e semelhança...
Deus não lança fora quem O busca, quebrantado, e de todo o coração... Ao nos voltarmos a Deus, não apenas somos perdoados, mas também somos curados da esterilidade:

"Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos." (João 15.6-8)

Que a comunhão no Espírito Santo de Deus gere, em cada um de nós, os Frutos pelos quais o Corpo de Cristo tem andado tão faminto...
Deus nos abençoe e guarde, em Nome de Jesus!
Forte abraço!
Ev. Danielson

1 Response to "BELAS FOLHAS...!!!"

  1. Menininhooo,
    Otimo texto, realmente me edificou espiritualmente... Bom, eu estava orando hj e pedi exatamente isso, q eu gere frutos dos quais Deus tem fome, eu quero ser benção na vida dos que me rodeiam e não impedimento.
    Que Deus te abençoe sempre e siga te inspirando cada vez mais.
    Graça e paz irmão

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS