Sal na Terra, Luz no mundo.



POR VINÍCIUS AGUIAR

Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. (Mateus 5:13)


A Paz do Senhor amados.


Na noite passada enquanto falava com Deus fui tomado de um temor muito grande a respeito de coisas que vem acontecendo no mundo e em como a igreja no geral tem se portado diante disso.
Nesses últimos meses a igreja do Senhor tem se levantado como nunca no meio da política, tem chamado a atenção da mídia e da crítica brasileira a respeito de suas idéias, tem mudado o rumo de eleições, tem feito as pessoas verem e entenderem seu ponto de vista, mas infelizmente ainda vemos alguns que simplesmente dormem, ficam alheios a tudo isso. Há algumas semanas postei algo sobre política (quem não leu ainda, por favor, leia, de preferência antes das eleições de Domingo agora) portanto dessa vez vou ao menos tentar não falar desse assunto.
Hoje, estima-se que somos 25% de cristãos evangélicos no Brasil, esse número como todos nós sabemos tem crescido muito rápido e certamente, se tudo continuar assim, seremos um país de maioria evangélica em alguns poucos anos, eu disse SE tudo continuar assim. Diante dessa frase temos duas linhas de raciocínio a seguir:
A primeira, diante de um aumento tão significativo no número de “crentes” no Brasil, por que não estamos vendo o Brasil mudar? Por que a corrupção, a “sacanagem”, a pornografia, a pedofilia, os homicídios, a miséria, não param de crescer? Temos parado pra pensar nisso? Temos feito a diferença? Temos sido luz? Irmãos, certamente não. Pode ser que aqui ou ali sim, mas no geral, não, nosso país não tem mudado na mesma proporção das pessoas que tem se convertido ao verdadeiro evangelho. Amados, nós não temos influenciado, nós não estamos transformando, ou pior ainda, não estamos transformados.
A segunda, SE continuar assim. Eu disse SE, por que diante de um cenário assustador que esta se desenhando em nosso país, se acaso, por exemplo, a nova PNDH3 for aprovada, sabemos que não poderemos pregar contra homossexualidade, contra aborto, a favor de princípios cristãos, não poderemos pregar em praça pública, estaremos condenados a pregar dentro das quatro paredes do templo, e, claro, a menos de 85dbs (som baixo, claro) e com tudo isso nosso índice de crescimento vai com certeza diminuir, ou quem sabe, a Igreja vai “definhar” ate morrer, quando eu digo morrer não é de terminar (embora em alguns casos pode ate acontecer) mas morrer no fato de parar de fazer o seu papel aqui nesse mundo, de ser luz.
Quero pedir desculpas por que não estou escrevendo dessa vez com tanta calma e ponderação a ponto de pensar palavra por palavra, eu realmente estou preocupado com onde podemos chegar como Igreja. Temos aceitado valores mundanos e inclusive alguns lideres de grandes ministérios tem defendido coisas como o aborto em cima de púlpito, tem defendido o assassinato de crianças, acobertado pedofilia, errado “na cara larga” por que perderam o foco, perderam a visão, se venderam ao mundanismo ao hedonismo que o mundo tem pregado. Onde vamos parar? Nós somos muitos e não temos conseguido nos unir em um bem comum, não temos conseguindo influenciar.
Tenho visto cristãos cometerem coisas de tamanha, eu diria: apostasia, que se eu contar aqui muitos de vocês vão achar que estou aumentando pra ganhar credibilidade, mas não, tenho visto cristãos (nominais claro) envolvidos com roubo, com estelionato, com gato em TV a cabo, com nome em SPC, SERASA, trabalhando de forma relapsa, de qualquer jeito, sem a menor preocupação em dar exemplo, pelo contrário, se tornando escândalo pro nome do Senhor. Onde vamos parar Igreja?
Nós nem começamos a ser perseguidos, essa tal PNDH3 nem foi aprovada, (oremos pra que não seja) mas e se for? Se já temos negado os princípios da palavra de Deus como Igreja agora, como vai ser depois sob tanta pressão?
Igreja esta na hora de nós realmente sermos RADICAIS, ser radical é criar raiz em algo, esta na hora de criarmos raízes na palavra de Deus e não sair. Entendam, não adianta mais a gente ser mais ou menos, cumprir a palavra aqui, mas ali não. Eu não fico por ficar, mas vou nas baladas do mundo de vez enquando, eu não vou na balada mas beijo uma ou outra as vezes na faculdade, eu não vou pra balada, não beijo, mas bebo “de leve” quando saio com o pessoal da empresa. Crente assim não vai servir, não influencia, se as pessoas la fora olham pra nós e percebem que não conseguimos ser feliz seguindo a palavra, se eles olham pra gente e vêem que precisamos buscar coisas “do mundo” pra nos satisfazer, como vão acreditar que Jesus pode realmente suprir todas as suas necessidades?
Ontem ouvi uma pregação sobre quatro grandes homens de Deus, foram muito usados, e Deus se manifestou a eles, e através deles e muitos se converteram, inclusive reis e poderosos diante do que Deus fez naquelas vidas. Amados, sabem por que Deus se manifestou de tal forma? Por que havia consagração, por que eles decidiram não se contaminar com os manjares desse mundo, nós bem sabemos quais são os manjares desse mundo, da Babilônia atual. Nós vamos ser talvez humilhados sim, e isso também esta escrito, nós seremos perseguidos por causa do nome de Jesus sim, e isso também esta na palavra de Deus. Meninas, vocês vão ser zoadas quando disserem que não vão numa balada da faculdade, vocês vão ser zoadas quando disserem que estão se guardando pro seu marido. Meus manos, vocês vão ouvir muita besteira quando disserem que não estão preocupados em ser “o garanhão do pedaço, mas se queremos influenciar tem que ser assim, se quisermos ser diferentes tem que ser assim, se quisermos a vida eterna e ser SAL E LUZ nesse mundo, é assim que tem que ser. Retrógrados? Não, radicais na palavra de Deus. Ultrapassados? Não, influenciadores e exemplos numa geração que não tem mais referenciais. A escolha é nossa amados, morno, frio ou QUENTE. Ser morno é ser sal dentro do saleiro, crente dentro da Igreja, que não influencia, não faz diferença, e definitivamente não são esses que o Senhor vai usar. Você quer ver milagres na sua vida irmão? Intimidade com Deus, vida consagrada, sem isso a gente não vai passar de sal dentro do saleiro, luz debaixo da mesa, escondidos, camuflados, fechados, inúteis.
Para finalizar, vejam o que diz a própria palavra do Senhor a respeito da historia desses quatro grandes homens que citei acima. Leiam a historia toda, mas reflitam em como Deus os encontrou e escolheu pra serem usados como foram:

Daniel 1:4 - Jovens em quem não houvesse defeito algum, de boa aparência, e instruídos em toda a sabedoria, e doutos em ciência, e entendidos no conhecimento, e que tivessem habilidade para assistirem no palácio do rei, e que lhes ensinassem as letras e a língua dos caldeus.

Igreja, sejamos assim, jovens em quem não há defeito algum, cuidemos da nossa aparência, de como o mundo nos vê, busquemos sabedoria que vem do alto, conhecimento da palavra, tenhamos habilidade pra confrontar e ensinar quem quer que seja, seja onde estiver, e então, seremos usados por Deus, e finalmente a Igreja de Cristo vai se tornar sal nessa terra.

Shalom Adonai

Vinicius Aguiar
@vinyaguiar

0 Comentários em "Sal na Terra, Luz no mundo."

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS