Num primeiro momento


Sempre há um primeiro momento, e neste primeiro momento, mais que uma impressão. Melquideseque, em seus primeiros passos na vida cristã acreditara de todo coração que nunca mais cairia, acreditara que todos os irmãos eram mesmo irmãos; acreditara que absolutamente tudo era possível e que jamais sofreria alguma decepção nesta família de cujo sangue – o sangue de Cristo – fazia parte, enxertado como eles no Corpo, na Videira; Melquideseque acreditara, como uma criança. Tudo acontecia, o fluir divino do Primeiro Amor. Ah, quem, dos convertidos espalhados pelo planeta, não conhece esta maravilhosa sensação, este acontecimento tremendo? E quem persevera nesta fé? Melquideseque caiu. Da primeira vez foi um choque tão forte que temeu sérias consequências, como do pecado sem perdão. Quantas lágrimas, a dor do arrependimento chegava a ser física e Melquideseque varava madrugadas em busca do favor e da presença de Deus. E a resposta vinha sobejando dádivas de paz e perdão, a cada dia, na visível transformação do homem que desde cedo viveu em descompasso, na rejeição. Hoje finalmente acredita que é sim amado, aceito por Deus. Recebeu Seu perdão e mesmo sem compreender como é possível ser amado com tantas falhas e que nenhuma justiça que fizesse, nenhum bem, mesmo que doasse tudo que tivesse, com isso não seria mais amado (Is. 64:6), pois Ele nos ama e pronto. Hoje Melquideseque procura mostrar esta verdade, a outros que assim como ele, não conheceram os pais ou foram maltratados por quem deveria lhes amparar. Melquideseque aprende com eles, em Cristo, a cada dia, o perdão. E como é bom! Gente de todas as idades nascendo de novo, e se reerguendo de quedas e traumas através do Santo Espírito. É honra glória – de Deus pra nós e de nós pra Deus. Melquideseque, em seu nome trocado, já não murmura por isso, se na hora de ser registrado passaram o “de” antes do “se” (seria Melquisedeque conforme a Bíblia), era pra ser único mesmo e só agradece, aprendeu também a agradecer, agora conhece a gratidão (1 Te 5:18) e prossegue dia-a-dia a conhecer (Ose 6:3), reconhecendo que somos imperfeitos, dependentes do perfeito amor de Cristo, sendo Ele nosso espelho (2Cor 3:18).

0 Comentários em "Num primeiro momento"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10