Você ouviu o chamado?

Por: Ana Eliza Oliveira

Oi meu povo! A Paz do Senhor Jesus! Espero que estejam todos bem... Eu estou muito bem, apesar de minhas férias terem acabado...=/ Enquanto você está lendo este post, provavelmente eu estarei em Diamantina estudando ou tendo aulas ou subindo morros!! Enfim, não há vitórias sem lutas!!


Vim aqui, mais uma vez pra falarmos sobre missões. Você sabia que a seara é grande, mas são poucos os ceifeiros, né? Jesus já nos disse. Mas eu e você, estamos incluídos nesta classe?
A classe que ouve o chamado?




“Aquele, pois, que sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado” (Tg 4:17)




E sabe de uma coisa? Na maioria das vezes, os missionários não vão ao campo por um probleminha: falta de apoio financeiro! Geralmente são os missionários que, desejando serem fiéis ao chamado do Senhor, procuram suas igrejas e alguma agência missionária que possa ajudá-los a chegar até o “campo”. Nesse processo, não é raro ouvirem negativas, alertas sobre as dificuldades e relatórios sobre a situação financeira “delicada” das igrejas. Alguns persistem, outros esperam. Mas há os que desistem e também os que se desesperam. Existem centenas de casos de pessoas que, por não receberem apoio e as condições mínimas de envio, jamais levam adiante seu chamado. É verdade! Eu me lembro das palavras de uma missionária que conheci, da AMIDE, numa conferencia Missionária da minha igreja, a Vanilda. Ela disse uma frase que nunca vou esquecer: "A Coca-Cola chegou a todos os lugares do mundo, todos! E o crente gasta mais com Coca-Cola do que com missões!!" Ai, como eu fiquei com vergonha!!
Baseado na falta de missionários, o pastor e missionário David Botelho teve uma ideia. Depois de mais uma década ajudando a enviar missionários transculturais através da Horizontes América Latina, decidiu inverter os papéis. Ele decidiu procurar os missionários. A grande quantidade de pessoas frustradas que estavam sentadas nos bancos das igrejas e que o procuravam para relatar as dificuldades de cumprir o “ide” o levaram a dar início a um projeto revolucionário chamado “Operação Nômade”. Ele afirma que muitos homens e mulheres de Deus acabam não usando todo o seu potencial para servir ao Senhor justamente por causa da falta de incentivo e apoio da igreja e/ou de sua liderança. Refletindo sobre a exortação de Jesus para que cada cristão coloque a mão “no arado” e não olhe para trás (cf. Lc 9:62), está lançando um desafio que poderá mudar a vida de milhares de pessoas que ainda não conhecem o Evangelho de Jesus Cristo. David acredita que existe um grande potencial ainda não explorado na igreja brasileira: o envio de missionários para partes do mundo onde o nome de Jesus não é conhecido. Para defender seu ponto de vista, ele aponta para a proporção de missionários em relação aos números oficiais de evangélicos no Brasil. Uma conta rápida indicaria que existem cerca de 90.000 evangélicos para cada missionário transcultural em atividade hoje. Se cada crente do país desse apenas um real por mês para o sustento de missionários, haveria um movimento jamais visto na história. Com isso em mente, decidiu levar adiante uma idéia simples e desafiadora: cadastrar todas as pessoas que gostariam de trabalhar como missionários, mas não tem apoio nem sustento das igrejas onde congregam. Em uma fase posterior, pretende reunir todos esses candidatos para receberem treinamento e identificar onde podem servir com suas aptidões profissionais e dons espirituais. O último passo é colocar de maneira efetiva esses candidatos nas regiões que precisam ser alcançadas pelo Evangelho. O maior incentivo para a realização do projeto é o crescimento dos evangélicos no continente. A Igreja latino-americana é a que mais cresce no mundo, com destaque para o Brasil. Estima-se que no país ocorrem 6.500 decisões diárias por Cristo e quase 2.000.000 anualmente. Há mais de 180.000 igrejas no Brasil e o dobro disso na América Latina. Contudo, o crescimento no número de pessoas que professam Jesus como Senhor não atinge a obra missionária na mesma proporção. Os latinos em geral têm uma exposição diária ao Evangelho, enquanto milhões não têm a chance de ouvir o evangelho uma vez sequer no transcorrer de sua vida. Parafraseando o pastor e ativista Martin Luther King Jr., um dos lemas do Projeto Nômade é “Porque não podemos esperar”. Sendo assim, o projeto visa levantar não apenas candidatos, mas também igrejas e pessoas que estejam dispostos a interceder por missões e investir naqueles que pretendem ir. Existem inscritos de vários países da América Latina e outras nações e o objetivo é reunir todos os interessados, independentemente da localização geográfica.


E dá pra você participar do projeto!! Seguir seu chamado! 
Gostaria de deixar os contatos do Projeto Nômade:
http://www.mhorizontes.org.br ou pelo telefone (35) 3438-1546
O contato pode ser feito ainda por e-mail:
ou pelo correio:
(Projeto Nômade, Caixa Postal 420 – Monte Verde – Camanducaia – MG - Cep.37653-000).





Então, animado? Se você tem um chamado, não pode deixar pra depois!



E também, aproveitando a atenção me dada a esta linda quarta, gostaria de dar boas vindas à Gleice, que vai me ajudar nos posts de missões!!



Até logo, leitores que eu amo muito! Fiquem na Paz do Senhor Jesus!!
_____________________________________________________________________________



Creditos: http://www.amoremlinks.net/. Tudo sobre missões transculturais.
Sugestões, críticas ou dúvidas? colunamissoes@gmail.com ou deixe um comentário!



0 Comentários em "Você ouviu o chamado?"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS