LIÇÕES DE UMA VIRA-LATA

Tita e seus filhotes adotivos

Na Base Missionária onde resido tem uma cachorrinha chamada Tita. Há anos, essa cachorrinha de rua foi adotada pelo nosso pastor, Pr. Helmerth, e tornou-se a mascote do Ministério Leão de Judá, onde congrego. (Quem lembra do texto "Proskuneo", no qual eu conto um pouco sobre a Tita, publicado no blog O Semeador em 2009?). O povo da igreja acostumou-se a ver a querida cachorrinha perambular entre os diferentes departamentos do ministério: Igreja, CRLJ, casa do pastor, base missionária... Costumou-se dizer que "até o pastor pode faltar um culto, mas a Tita nunca!", em reconhecimento à assiduidade da mascote...!
Há alguns dias, outra cachorra pertencente a uma irmã da igreja teve filhotes mas, segundo o veterinário, está com "depressão pós-parto" e por isso rejeitou seus próprios filhotes, inclusive matando um deles. Os filhotes que sobraram foram trazidos à Base Missionária, para serem cuidados...
Tita sofreu uma histerectomia (retirada do útero), e não pode ter mais filhotes... No entanto, ao ver os filhotinhas da outra cadela, passou a cuidar deles como se fosse a mãe! Ela deita próximo a eles, os acaricia, vigia para que ninguém os perturbe... E o mais impressionante: Tita passou a produzir leite para amamentar seus filhos adotivos!
Mesmo não podendo ter mais filhotes, a cachorrinha amamenta e cuida dos filhotes de outra cachorrinha que os rejeitou... Muito bonito!
Meus pastores perguntaram se eu não poderia escrever sobre isso, mas na hora não me ocorreu nenhum "enredo" claro sobre o assunto... Mas hoje (domingo), logo pela manhã, me lembrei do seguinte trecho das Escrituras:

"Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã. A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo." (Tiago 1.26-27)

Mais uma vez uso nossa simpática vira-lata como analogia de princípios espirituais...
Nos definimos como "crentes", e procuramos viver uma vida "justa"... Temos compromisso com nossas congregações, e até exercemos algum tipo de ministério. Com o passar do tempo, nos acomodamos com isso e julgamos que "estar salvo" é o bastante... Já cumprimos nossa obrigação para com a igreja, e requeremos nosso galardão como bons cristãos que somos...
Será que as pessoas já não viram que já contribuímos?
Não percebem que temos nossos problemas e fragilidades, que nos esgotamos na Obra de Deus, e agora merecemos um justo descanso?
Por quê nossos pastores e líderes insistem em cobrar de nós alguma coisa? Não vêm que já fizemos a nossa parte, e até maiso???
Com certeza, tem momentos em nossa vida que fazemos perguntas semelhantes à estas acima. Murmuramos, nos insurgimos e até nos rebelamos contra essa "injustiça" que sofremos: ser cobrado "mais que o necessário"! O apóstolo Tiago é usado por Deus para nos alertar que esta má disposição nossa torna vã a nossa religiosidade!
Tita, uma criatura de Deus, tomou uma atitude que nós, filhos de Deus, muitas vezes não tomamos: acolheu os rejeitados e supriu suas necessidades!
O Reino de Deus pouco se relaciona com liturgias, tradições e teorias; o Reino de Deus muito tem a ver com: acolher os rejeitados e suprir suas necessidades!
Achei tão interessante, há alguns anos, quando ouvi uma pregação em que o Pr. Helmerth dizia algo como: "Se você pensa que ninguém lhe ama, se sente rejeitado por todos, e ninguém lhe quer, saiba que Jesus lhe ama e a igreja lhe quer!"
A Tita fez isso: pegou filhotes que a própria mãe rejeitou, e cuidou deles!
APalavra de Deus diz que é essa a verdadeira religião: cuidar dos carentes e se separar do pecado!
Carentes de quê?
De alimento?
De agasalho?
De emprego?
De moradia?
Sim. De tudo isso, também... Mas acima de tudo, carentes da Palavra de Deus, carentes do Amor de Deus, carentes de um lugar dentro da Igreja e do Reino dos Céus!
Porque aquele que alcança um lugar no Reino de Deus tem, em acréscimo, todas as demais coisas necessárias!
Até quando a Tita vai cuidar dos filhotes? Até eles estarem crescidos a ponto de poderem se cuidar sozinhos.
Até quando devemos cuidar dos aflitos? Até eles terem alcançado a maturidade de fé a ponto deles próprios se responsabilizarem-se por seus papéis no Reino de Deus!
Isso é discipulado! Isso é "carregar os fardos uns dos outros"! Isso é ser Igreja!
Se uma criatura de Deus pode fazer isso, porque não nós, filhos de Deus, herdeiros do Reino dos Céus, não faríamos?
Que Deus nos ilumine e nos dê forças para agir!
Que Deus te guarde e abençoe, em Nome de Jesus!
Forte abraço!
Ev. Danielson

1 Response to "LIÇÕES DE UMA VIRA-LATA"

  1. Olá, Camila graça e paz!

    É muito bom encontrar a cada dia mais pessoas
    dispostas a propagar o Evangelho, O blog está sendo
    uma ferramenta muito útil pra essa finalidade, por isso
    te convido a uma visitinha em meu blog para juntos com
    sua permisão, trocar conhecimentos a respeito de Jesus.

    um abraço em Cristo Jesus.

    ass. Luciano.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10