Onde está o meu amor?




POR ISABELA SILVA.

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele tudo fará.” Sl 37.5

Olá galerinha abençoada!!! A Paz do Senhor Jesus...

Esses dias eu ouvi uma bela canção, da cantora Daniela Araújo com o nome: “Onde está o meu amor?”. Também tive a oportunidade de ler o romance de Gilmar e Aline Barros, contado no livro “Muito mais que um sonho”.
Surgiu então um desejo de escrever algo falando sobre esse assunto que tanto preocupa jovens e adolescentes: a vida sentimental e a busca por um relacionamento que esteja de acordo com a vontade de Deus.
Quero compartilhar com vocês algo que aprendi há algum tempo, com uma irmã muito abençoada.
“Ela dizia que muitas vezes nós pedimos ao Senhor que nos dê uma “carteira”, e o que ele tem preparado para nós é uma linda “bolsa”. Deus tenta nos alertar. Usa vários métodos para nos mostrar que aquilo que Ele tem preparado é bem melhor. Mas, nós batemos o pé e insistimos tanto na “carteira”, que acabamos perdendo a “bolsa” tão espaçosa e elegante.”

A palavra do Senhor nos diz em Isaías 55.8-9

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.”

Precisamos abrir mão das nossas vontades, para que a vontade do Senhor, que é bem melhor, se cumpra em nós. Precisamos sonhar os sonhos de Deus. E vencer o medo, a insegurança e até mesmo a pressa, que nos faz insistir tanto na “carteira”, ou seja, em relacionamentos errados.
Muitos querem o melhor de Deus, mas não estão dispostos a esperar. Assim, acabam tendo muitas decepções amorosas.
No livro “Eu disse adeus ao namoro”, o autor Joshua Harris fala de experiências pessoais. “Ele diz que quando parou de se preocupar com quem iria se casar e começou a confiar no tempo de Deus, desvendou o incrível potencial de servir a Deus como solteiro.”
As vezes achamos a vida de solteiro chata e solitária, mas não é bem assim. A “solteirice” é uma bela fase de nossas vidas, nessa época podemos nos dedicar exclusivamente à obra de Deus. Não temos preocupações com filhos, esposo (a), cuidar da casa... Pode até parecer engraçado, mas estar solteiro é um presente de Deus. Um presente que nem sempre é valorizado.
Estarei utilizando algumas perguntas que Joshua Harris escreveu em seu livro e quero lhe convidar para refletir e avaliar se você está usando o presente de Deus de estar solteiro como Ele deseja.
“Estou concentrado em simplesmente agradar ao Mes­tre? Estou usando esta época da minha vida para me tornar inteiramente um instrumento santo para Deus? Ou estou lu­tando para encontrar um relacionamento romântico com al­guém? Será que estou desperdiçando o presente de estar soltei­ro? Estou enchendo a minha vida com complicações e preocu­pações desnecessárias de um namoro?”
Quero que você entenda meu amigo leitor, que esperar é fundamental para desfrutarmos das bênçãos de Deus. Mas isso não é nada fácil, pois os familiares, amigos, e até estranhos tentam nos empurrar para um relacionamento, esse é o costume da nossa sociedade. Às vezes eles duvidam do nosso caráter e até zombam de nós.
Muitos jovens e adolescentes não conseguem esperar o tempo de Deus e se envolvem com práticas mundanas como o famoso “ficar”. Já vi um texto aqui no blog que fala sobre isso, creio que ele poderá esclarecer possíveis dúvidas quanto ao “ficar”.
É muito comum meninas de 11/12 anos criarem listas com os nomes dos seus “ficantes”. São crianças ainda, mas já estão se envolvendo com práticas perigosas, que não agrada a Deus. Isso também é muito comum no meio de jovens que se dizem servos de Deus. Fico horrorizada quando vou a algum evento para jovens evangélicos e vejo que o interesse de muitos que ali estão não é buscar a face adorada do Senhor, e sim “ficar” com alguém. Precisamos abolir esse costume mundano de nossas igrejas!
Já li uma comparação muito boa sobre esse assunto e quero compartilhar com vocês. Fala sobre uma caixa de bombons e a escolha do namorado (a). Quando temos uma caixa cheia de deliciosos bombons, e precisamos escolher um deles, não vamos abrir todos e provar cada um, devemos ler o que tem no rótulo de cada bombom e buscar informações sobre ele. Assim, você encontrará o bombom que mais te agrada. Quando “ficamos” fazemos exatamente o contrário, estamos abrindo o bombom e até provando antes do tempo.
Não saia por aí abrindo bombons errados, isso vai te fazer muito mal. E não seja um bombom aberto, mordido, babado... Espere o tempo de Deus, espero o “bombom” que Deus tem preparado pra você!
Guardar o coração é uma grande responsabilidade, mas precisamos nos empenhar para cumprirmos essa tarefa. O primeiro passo é confiar em Deus, crer que Ele tem o melhor para nós. Sei que muitas vezes um sentimento de tristeza e solidão poderá invadir o seu coração, mas quando você se sentir assim, lembre-se que o Senhor está contigo! Use esses momentos de solidão para se aproximar de Deus. Ele deve ocupar o primeiro lugar em nossas vidas!
Esperar significa acreditar que Deus tem algo melhor para nós no futuro! Que o Senhor nos ajude a vencer o medo, a pressa e os desejos da carne. Vamos aproveitar essa “solteirice” para nos aproximarmos mais de Deus!
Creio que as nossas “bolsas” e “bombons” irão chegar, pois o Senhor é fiel e nem olhos viram, nem ouvidos ouviram o que Ele preparou para nós!!!
Até a próxima pessoal se Deus quiser!!!
A Paz do Senhor!!!
Amo vocês! Beijinhoosss....

0 Comentários em "Onde está o meu amor?"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10