O Vazamento do Amor


Olá pessoal! O tema deste artigo foi dividido em duas partes. A Primeira você poderá ler aqui no blog (logo abaixo), e a Segunda, no INSIGHT – Cristianismo Puro e Simples, onde escrevo e posto artigos e mensagens abençoadoras e desafiadoras com temas atuais a respeito da nossa vida cristã. Sua visita será muito importante e bem vinda para mim. Espero você lá!




PARTE 1




Sem dúvida alguma você como eu já ouviu a respeito do Primeiro Amor, aquele que todos nós sentimos em nossos corações quando conhecemos a Cristo e nascemos de novo. Um amor que nos faz fazer coisas, sacrifícios, ter atitudes e ações que outrora não teríamos, não é verdade? Prova disso, é que, basta ver as atitudes e o comportamento de um novo convertido e logo dizemos ou pensamos: “Está no primeiro amor!”. E sinceramente falando, a impressão que tenho, é que quando fazemos isso, em outras palavras, é como se estivéssemos dizendo: “Coitado..., logo, esse amor todo vai passar, é só uma questão de tempo!” – sei lá, é como se estivéssemos “gorando” a pessoa ou sentindo certo incomodo por hoje esta não ser mais a nossa realidade, ou talvez, a realidade de muitos. Sendo assim, de certa forma, acabamos criticando e zombando sutilmente daqueles que manifestam esse amor nas atitudes e ações diárias, como se o normal concebido por nós, fosse algo totalmente diferente daquilo que deveria ser vivido e expressado todos – “O amor de Deus!”
Com certeza você entende isso! No entanto, a grande questão é: O amor vai se esvaindo, diminuindo com o tempo ou nós é quem mudamos e deixamos de ser quem outrora éramos em Cristo?
Por mais simples que seja responder esta pergunta; ainda não é ela quem equaciona o tema em questão, pois agora nos deparamos com outro dilema: Se a Palavra diz que o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito que nos foi dado; pergunto: “O que tem acontecido conosco? Porque não conseguimos mais reter e expressar esse amor? Porque já não somos mais como antes? Não temos mais o mesmo coração e já não praticamos ou talvez nem nos lembramos mais das primeiras obras?
A resposta é simples: Se mudamos a esse ponto e já não estamos mais cheios desse amor, é porque houve vazamento do amor! Vazamento do amor? Sim! E por mais estranho que soe esta expressão, a verdade é que se faltar em nós a medida desse amor, a razão pela qual fazemos as coisas vai embora, e junto com isso, vai embora a alegria, a esperança, a paz, as bênçãos, os sonhos e toda motivação para fazermos a obra de Deus e aquilo que deve ser feito com alegria e singeleza de coração.
Será que a essa altura, é possível identificar alguns sintomas desse vazamento? Como saber se existe vazamento em nós? Qual a origem? Por que isso acontece? Quais conseqüências?
A resposta a todas essas perguntas, você encontrará na Parte 2. Grande abraço, fiquem com Deus!!!
Ref. Romanos 5:5

0 Comentários em "O Vazamento do Amor"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS