"Teu Deus ainda sou..."

Situação da "criança" a algum tempo atrás :S

Eita lá! Eita lá! Eita lá!
Que a doce, gloriosa e perfeita paz de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, seja com cada um.
Para quem não sabe, quarta-feira [28/04] O blog O Semeador estará completando 1 ano e combinamos entre nós colunistas, postarmos os testemunhos de nossas vidas.
Como sempre, o intuito do blog O Semeador é levar a semente da Palavra de Deus... e nessa semana, mostraremos o que Deus fez em nossas vidas e como nos resgatou do mundo de pecado. A partir da semana que vem, todas as colunas voltam à sua normalidade. ^^
Vamos então à minha história... Voltarei alguns anos atrás para melhor compreensão xD

No princípio, Criou Deus o céu e a Terra...
Oops... acho que voltei demais. =X
Bom... Em julho de 1983 nascia em Itajaí, cidade mais importante das Américas, um menino muito lindo a quem puseram o nome de Eliézer. xD
Um ano e ois meses após meu nascimento, fui acometido por uma doença que quase me levou à morte [veja aqui]. Mas o que quero contar hoje é outra história.
Cresci num lar cristão... era tido como a "grande promessa" de futuro pregador da Palavra... Um garoto prodígio...
Com 5 anos, sem nunca ter frequentado escola ou algo do tipo, aprendi a ler e escrever... Não me pergunte como, creio que isso se deve ao fato de ter ganho uma Bíblia de presente quando tinha essa idade.
Todos que me conheciam sempre imaginavam que eu seria um pregador, um missionário, um homem usado por Deus... devido à "sabedoria" que eu tinha desde cedo.
Mas acontece que em 2003 minha mãe faleceu devido a um cancer e eu não aceitei aquilo.
Como uma mulher que servia a Deus por mais de 30 anos poderia morrer daquela forma?
Resultado dessa minha revolta: Saí da igreja e comecei a me embebedar.
Bah... Bebia muito, todos os dias... não tinha controle sobre minhas bebedeiras.
Fiquei mais de 4 anos nessa vida.
Conhecia a Palavra de Deus, saia que aquilo não era vida pra mim... mas algo me impedia de voltar, estava escravizado.
Por várias vezes tentei voltar. Ia na igreja e tentava me reconciliar, mas no outro dia, lá estava eu com uma taça de vinho na mão.
E tipo... quando você conhece a verdade e está jogado no mundo cheio de pecados, acaba se sentindo triste por não ter forças pra voltar. Assim era comigo. Tinha dias que me sentia verdadeiramente um lixo, acreditava que nem teria mais solução pra minha vida.
Num desses dias que eu estava na fossa, conversei com alguem aqui na net e expliquei a minha situação. Disse que eu não tinha forças pra voltar, disse que acreditava que Deus não se importava mais comigo e que Ele nunca iria me perdoar por ter saído da casa Dele e caído no mundo da forma que caí. [melhor eu nem citar as coisas que fiz...mas foram ruins =P]
Essa pessoa me aconselhou a ir na igreja, pois Deus ia falar comigo e mostrar como ainda se importava com minha vida. Pra agradar ela, eu disse que iria no sábado seguinte.
Chegou o sábado e um desânimo entrou em mim.
"Pra quê vou na igreja? Deus nunca vai me perdoar, as promessas que Ele tinha feito a mim foram morreram por culpa das minhas falhas? Deus sequer vai falar comigo na igreja! Além do mais, quero ficar no MSN batendo papo com a galera."
Mas quando tava chegando a hora do culto, me arrumei e acabei indo na igreja.
Cheguei lá, todos me olharam assustados... não estavam acostumados a me ver com barba grande, corrente com uma Ankh [simbolo egípcio que significa vida eterna] no pescoço.
Sentei-me no fundo da igreja, coisa que sempre fazia quando estava afastado, e fiquei lá.
Braços cruzados, mascando chiclete... era uma geladeira humana...não tinha qualquer reação que não fosse olhar com a cara fechada para frente.
O pastor da igreja tomou o microfone e disse que aquela seria uma noite de louvor, logo não teria ministração da Palavra.
Eu logo pensei: "Tô dizendo... Deus nem quer falar comigo, nem vai ter pregação hoje."
O culto transcorreu conforme eu esperava. Todos se acabando em cantar, o povo se 'esguelando' em cantar e eu com um coração de pedra olhando pra frente, torcendo para que aquele culto se acabasse.
Finalmente o pastor pegou o microfone pra encerrar o culto. Eu já me ajeitei na cadeira pra ir embora.
Acreditem... o pastor disse que sentiu no coração de cantar mais uma música antes de encerrar a reunião.
"Que nojento, cara! Já não cantaram o suficiente?"
Mas beleza, não me custava ouvir o pastor cantar mais uma musica. Ele pegou um violão, chamou a esposa dele e começaram a cantar uma música antiga. ¬¬
E foi naquela música que Deus me visitou.

"Teu Deus ainda sou
Não temas! Eis-me aqui!
Teu Deus ainda sou
Que queres tu de mim?
Contemplo o teu sofrer
E sinto a tua dor.
Não temas, filho meu
Jamais te deixarei
Teu Deus ainda sou"

De repente, lágrimas começaram a cair dos meu olhos. Eu tentava me segurar pra não chorar, mas era algo mais forte do que eu.
Uma voz começou a falar ao meu coração, algo lindo que eu jamais vou esquecer.
Aquela voz soava claramente no meu ouvido: "Teu Deus ainda sou! Teu Deus ainda sou!"
Eu não parava de chorar, me debrucei sobre a cadeira da frente e chorava de uma forma até descontrolada.
Obviamente me reconciliei naquela noite.
Estava indo embora e não parava de chorar, pois aquela voz continuava soando no meu ouvido: "Teu Deus ainda sou! Teu Deus ainda sou!". Eu chorava muito andando pelas ruas, parecia coisa de piá pequeno.
Cheguei em casa e logo liguei o PC... mas não consegui ficar muito tempo na internet. Aquela voz ressoava no meu ouvido: "Teu Deus ainda sou! Teu Deus ainda sou!" e eu não conseguia para de chorar.
Fui dormir ao som daquela doce voz que falava comigo. Um experiência incrível. A maior experiência que tive com Deus, onde ouvi claramente Sua voz falando comigo.
Hoje estou aqui... tentando fazer algo em prol do Reino de Deus. Querendo levar a Palavra daquele que me resgatou do mundo de trevas e me trouxe para a Sua gloriosa luz.

Talvez, você que está lendo esse testemunho, esteja passando por situação semelhante a que passei. Quem sabe está sentindo que Deus está em silencio para contigo ou te esqueceu.
Mas Ele ainda é teu Deus, amado! Ele ainda é nosso Deus!
E, assim como falou fortemente comigo e renovou suas promessas em minha vida, também fala hoje com você e te mostra que Ele ainda é Deus que zela pelos seus queridos, mesmo que estejam passando por grandes dificuldades ou estejam jogados no lamaçal do pecado.
Que o Senhor possa falar com você através dessas palavras.
Amém!



Cultuando ao Senhor junto com Isabela, também colunista do blog, no Gideões 2009.



7 Responses to ""Teu Deus ainda sou...""

  1. Comentei sobre teu testemunho com o pessoal aqui da Base Missionária... Creio que muitos se identificaram! Que Deus continue te usando, e que Suas Promessas se cumpram com integridade em tua vida! Abraço!

    ResponderExcluir
  2. nuss muito legal a transformaçõa que Deus fez na sua vida, lezeh espero que ele possa te usar cada vez mais pra levar o evangelho pra todos que precisam ouvir.

    ResponderExcluir
  3. Tremendo seu testemunho Léh... a forma que Deus falou contigo pelo louvor foi maravilhosa... as vezes Deus faz coisas que a gente fica "extasiado" de tão tremendo que é neh... Deus te abençoe grandemente e continue usando a sua vida!

    ResponderExcluir
  4. Que benção, Deus te abençoe mano!

    ResponderExcluir
  5. LéeHh; vc é uma benção!
    Sei que Deus ainda tem grandes coisas para fazer através da sua vida, e que muitas pessoas serão alcançadas através do seu testemunho!
    Que o Senhor te abençoe e te capacite cada dia mais *-*

    ResponderExcluir
  6. Que benção Leh! É assim mesmo que Deus faz!!! Deus continue te usando e capacitando! Bjus

    ResponderExcluir
  7. "Eliézer,Deus transformou a sua vida,e hoje através do seu testemunho você evangeliza,Deus é mesmo maravilhoso,que continue te abençoando e te usando cada vez mais".

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10