DEUS FAZ COMO QUER!

"Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos! "

Paz do Senhor meus amados!!!

Que maravilhaaaa!!!

Primeiro aninho do Blog Equipe Semeador!!!

Que possamos passar por este momento festivo muitas e muitas vezes!!!

Gostaria de agradecer a todos os integrantes e até mesmo os ex-integrantes (porque não?) pela confiança neste projeto, pela dedicação, pelas orações e por SEMEAR A PALAVRA DE DEUS, cumprir o IDE e o chamado de Deus diversificado na vida de cada um. Que Deus continue abençoando esta família linda!!!

Agradecer também ao Eliézer, o “fundador” do Blog, que acreditou em cada um de nós, teve coragem, venceu os obstáculos e cumpriu com seu objetivo. Através deste Blog, pode levar a Palavra do Senhor aos quatro cantos do mundo, pregando a todas as nações e cumprindo o ‘ide’

do Senhor!

Agradecer a todos os nossos semeadores diretos e indiretos! Que Deus abençoe a cada um!!!

E para comemorar nosso primeiro aninho, cada SEMEADOR está deixando aqui registrado um pouquinho do que Deus fez em suas vidas, faz e pode fazer muito mais!

Sendo assim, hoje, sexta-feira, dia de CURIOSIDADES, vou falar um pouquinho sobre mim...

Nasci em um lar católico “roxo”... praticante mesmo.

Meu pai conta, que no dia de meu nascimento, ele conheceu a Deus, assim que olhou para mim pela primeira vez! Deus usou da minha vida, para visitá-lo e mostrar a ele que Deus existe sim!

Meus pais davam palestras em encontros de noivos e participavam dos encontros de casais da igreja católica. Minha mãe era catequista e meu pai era vice coordenador regional da Renovação Carismática. Toda sexta-feira, tinha reza do terço na sala da sacristia e eu e minha irmã, com apenas 5 e 4 anos de idade, dávamos início a reza, rezando sozinhas um terço inteiro e depois os demais continuavam...

Mas, um dia, minha mãe confessou algo ao padre que o fez desprezá-la todas as vezes que passava perto dela. Isso a magoou profundamente e a partir daí, fomos todos perdendo os ânimos de ir à igreja.

Enfim, vou ter que resumir uma grande parte do meu testemunho... pois ele é muito longo!

Com 9 anos, fui para a igreja com meus pais. Amava o ritmo da igreja! Com 12 anos eu me batizei. Já dava aula na Escola Dominical para as crianças, regia o grupo infantil nos louvores e era secretária da mocidade. Com 16 anos, era recepcionista e secretária da escola dominical. Com 18 anos, era professora dos adolescentes na escola dominical, secretaria local e setorial da minha igreja, líder de evangelismo e líder da equipe de visitas.

Mas o que vou contar hoje, foi uma experiência que jamais vou esquecer!

Um dia estava em casa, fazendo faxina e com o som ligado. Estava ouvindo Fernandinho. Até que começou a tocar o hino “Sara-me”

“Sara-me, cura-me.
Basta uma palavra que saia do teu trono de amor.
Filho de Davi tenha compaixão de mim,
Assim como Bartimeu quero ser curado.
Jesus quero ouvir tua voz”

O Espírito Santo me visitou de uma forma tão maravilhosa, tão gostosa, que larguei a vassoura e comecei a chorar ajoelhada no chão... e como um filme, comecei a ver um culto na minha igreja, uma apresentação de teatro, algo que falava sobre soldado, soldado ferido... mais que depressa, peguei um bloquinho de papel e comecei a escrever o que estava vendo. Era maravilhoso, não sei descrever, pois na minha visão, a igreja estava alegre, renovada e o mesmo que eu via, estava sentindo... ou eu estava sentindo o que via... não sei! RS

Quando o hino terminou, abaixei o volume do rádio e comecei a ler o que tinha escrito. Dei alguns ajustes e guardei. Mas todos os dias, o Espírito Santo me incomodava, dizendo que era para eu prosseguir com aquilo.

Até que um dia tomei a decisão de finalmente realizar aquele teatro. Comecei a convidar as pessoas para participarem, fui até o Tiro de Guerra, emprestei fardas de soldado, fizemos uma capa e uma coroa de rei e marcamos nosso primeiro ensaio.

Acredite, na peça, eu só escrevi as ações e não tinha nenhuma fala. O Senhor tocou ao meu coração para que cada um deixasse Deus os usar na hora da representação.

Fizemos as cartas convites e fomos pessoalmente, na casa de todos os que estavam afastados do evangelho, fazíamos o convite, conversávamos, as pessoas começavam a desabafar, algunss reconciliavam na visita mesmo, antes do culto, foi uma benção!

No dia do “Culto do Soldado Ferido” a igreja estava cheia, teve um culto maravilhoso, uma palavra maravilhosa e no final, para encerrar, a representação do “Soldado Ferido”. (Eu, escrevendo aqui, trêmula, estou me segurando para não chorar...)

Durante a representação, a igreja foi renovada, aquele que estava machucado, que estava na igreja por estar, que guardava mágoa do seu irmão, todos foram renovados, receberam o bálsamo do Senhor! Neste culto, 11 pessoas se renderam aos pés do Senhor (entre quem aceitou a Jesus como seu Salvador e reconciliação) E o que me deixou mais maravilhada, foi que a mesma visão que Deus me dera outro dia em minha casa, estava acontecendo: a igreja alegre, o semblante das pessoas, tudo igualzinho, como se tivesse se repetindo aquela visão!

Depois da nossa igreja sede, apresentamos em mais 5 congregações de nossa igreja. No total foram mais de 60 almas para o Senhor Jesus! Tudo para a honra e glória de Deus!

Tenho tantas bênçãos de Deus, mas senti de contar-lhes esta. Isto mostra que Deus usa quem Ele quer, da maneira que Ele quer e no lugar que Ele quer! Assim como me usou quando estava varrendo a casa... quem imaginaria? Ele pode te usar também!


1º Culto do Soldado Ferido em Capivari

Obs.: Quem tiver interesse em realizar este projeto em sua igreja, pode me contatar, que passo

todas as coordenadas.


Espero que este testemunho tenha edificado a tua vida!!!

Parabéns Blog Equipe Semeador!!! Parabéns Semeadores!!! Deus abençoe a cada um... Bjs... Carol Albini

4 Responses to "DEUS FAZ COMO QUER!"

  1. muito legal Deus ter te usado dessa maneira, espero que ele possa te usar cada vez mais pra anunciar a palavra dele.

    ResponderExcluir
  2. Carol que tremendo sua experiencia com Deus, que vc continue sendo tremendamente usada pelo Pai... Glória a Deus!!!

    ResponderExcluir
  3. legal carol :D
    só fiquei meio curioso em saber como foi sua conversão, como você foi a igreja e tal, rs
    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  4. Juh, Bruno, Leandro... obrigada pelos comentários!
    Leandro, como disse no testemunho, me converti aos 9 anos de idade, junto com minha família, logo após uma decepção com o padre na igreja católica!

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS