Voltam as aulas, voltam os trotes

Hellooooooooooo pessoas!! =]

Antes de mais nada, vamos aos significados!

"Trote estudantil (ou simplesmente Trote) é uma tradição brasileira, em alguns aspectos, similar à praxe em Portugal, que consiste em um conjunto de atividades, que podem ser leves (brincadeiras) ou graves (humilhações ou agressões).

Costuma ocorrer nos dias de calourada (que acontecem no início de um semestre ou ano letivo) em escolas, faculdades e universidades pelos estudantes mais antigos (denominados veteranos) nos recém-chegados (denominados calouros ou bixos). Porém o trote também costuma acontecer na escola depois da calourada, principalmente nos calouros que não compareceram à ela.

E é freqüente também, mesmo depois da época de calourada, trotes fora da instituição de ensino, principalmente em casas de república (onde dormem juntos os alunos que vieram de outras cidades), uma vez nestes locais a escola ou universidade não tem controle e não pode emitir ocorrências ou execuções." [ fonte: wikipedia]


No ano passado, aqui na cidade de Taubaté, presenciamos um ato de crueldade dos veteranos em relação aos calouros. Segue alguns trechos dessa matéria e de mais alguns casos violentos na questão de trote:

"Durante o trote, os veteranos teriam cuspido no rosto dos calouros e submetido as vítimas a constrangimento sexual. Algumas vitimas disseram ter sido obrigadas a dirigir em alta velocidade na Via Dutra e a comer pimenta, sal com alho e ração de cachorro. Outros teriam passado por sessões de depilação do corpo e sido obrigados a ficar horas ajoelhados no asfalto quente. Calouros também teriam sido levados para uma república chamada pelos veteranos de "UTI" ("Unidade de Trote Intensiva), onde tiveram de passar ovos com a boca de um para o outro. Conforme a denúncia, quem derrubasse o ovo tinha de lamber o chão e suportar diversas outras humilhações." - curso de medicina da UNITAU Estadão


"Um exemplo grave aconteceu em Leme (a 188 km de São Paulo), onde um aluno foi vítima de agressão física e entrou em coma alcoólico.

O estudante Bruno César Ferreira, de 21 anos, calouro do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Anhanguera Educacional, em Leme, acabou internado na Santa Casa do município, em coma alcoólico. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade. A polícia tem suspeitos, mas ainda vai ouvir a vítima e testemunhas. Por meio de nota oficial, a Anhanguera Educacional informou que é totalmente contra o trote violento. A Anhanguera Educacional se transformou em um conglomerado de instituições. A rede abriu seu capital na bolsa e passou por um processo de aquisições no último ano." - Último Segundo


"Hsueh, calouro do curso de medicina da USP (Universidade de São Paulo), morreu afogado em fevereiro de 1999, durante um trote na piscina da Associação Atlética Acadêmica Oswaldo Cruz. Os acusados pela morte eram veteranos do curso de medicina da USP e foram denunciados pelo MP-SP por homicídio qualificado, por afogamento, com dolo (intenção) eventual, pois não procuraram o resultado morte, mas acabaram assumindo o risco de produzi-la com seus atos." - Última Instancia


"O jovem João F. de, 17 anos, passou no curso de Geografia no concurso do Vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), mas durante o trote teria sido obrigado a ingerir bebida alcoolica. Engasgado, ele foi solto por veteranos que, segundo testemunhas, o seguravam para que ele bebesse. Ele bateu a cabeça no chão e foi encontrado desacordado pela mãe em meio a convulsões." - Tá na cidade, (Yééés, esta matéria é deste ano!!)


Por mais que as universidades tentem, torna-se estreito o caminho que as levarão á finalizar por completo e impedir o trote (ainda que solidário) dentro( e fora) das universidades.

Sou aluna da UNITAU e acompanhei de perto o trote dado aos 53 calouros da medicina no ano passado. CRUELDADE!

Todo ano acontece algo pesado no trote deste curso, mas parece que só no ano passado a coisa "fedeu" e bem, sendo a medicina, causou aquela dor de cabeça e o trote foi proibido em todos os cursos neste ano, porém...

hauhauhaa

claro!

De que adianta proibir dentro da faculdade e dizer que fora também é proibido se os alunos fazem o que querem?

Sim, houve trote na UNITAU este ano em alguns cursos, dentre eles, comunicação.

Ok ok, parece que neste ano ninguem saiu ferido e nem foi internado com coma alcoolico, maaaas fica minha pergunta aos leitores:


Sendo a UNITAU uma faculdade "pequena", ela teria mais chances de proibir o trote e ele não ser executado, sendo assim, como o governo pensa em proibir geral os trotes na faculdade, possuindo tamanho número de estudantes e diversas opções de curso?

Torna-se um tanto difícil, não?


DTA á todos!

And here we go again!!

beijos da Samurai

0 Comentários em "Voltam as aulas, voltam os trotes"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10